Banner

Entrevista: Gustavo Cruz, Candidato a Vereador por Goiânia (3ª parte)


Terceira e última parte da Entrevista com o candidato a Vereador por Goiânia Gustavo Cruz (1ª parte AQUI), (2ª parte AQUI)

Nesta última parte da Entrevista concedida a Antonio Oliveira, pelo candidato a Vereador por Goiânia Gustavo Cruz nº 14000, ele fala da disputa a uma cadeira na Câmara de Vereadores de Goiânia, enaltecendo o apoio do seu Partido, PTB, e do candidato a Prefeito Vanderlan Cardoso. Gustavo falou também dos candidatos lgbtqia+, que participam deste pleito de forma empática.

Antonio Oliveira: O que faz você acreditar no voto do eleitor?

Gustavo Cruz: A gente fez uma pré-campanha mostrando o meu dia a dia para que a as pessoas saibam quem sou e minha história, e então possam me escolher como seu representante, isto é muito importante.

Estou na militância há 10 anos, na área de animais há 6 anos, e projetos sociais também há 6 anos. Este trabalho as pessoas estão vendo e sabendo que existe de verdade, que tem trabalho, que tem causa. Estes fatores fazem acreditar que estou no caminho, pois quando você passa transparência, você mostra verdade e emoção nas coisas que faz na sua vida, então certamente as pessoas irão gostar e vão acreditar no meu trabalho. O trabalho que realizo há anos apesar de eu ser ainda jovem, como a causa animal, as causas sociais LGBTQIA+, os projetos culturais das bandas e fanfarras, me credenciam a acreditar que as pessoas me darão seu voto de confiança para lhes representar como Vereador por Goiânia.

O meu partido, PTB, tem me dado todo o apoio necessário para que juntos possamos conquistar o eleitorado da nossa região, através do qual possamos pontuar as deficiências para que nossos projetos possam fazer parte das escolhas do eleitor. Com a nossa verdade que é pautada por trabalho sério e dedicado.


AO: Como você vê uma galera LGBTQIA+ se candidatando para a disputa destas eleições?

Gustavo Cruz: É um público pouco engajado com a política, então é muito importante ter mais pessoas disputando cargos públicos, afinal a “política” move nossas vidas e não poderia ser diferente nestas eleições. Precisamos de representantes para que estes cidadãos invisíveis de direitos, mas não de deveres, possam ter voz.

AO: Mas esta disputa entre os candidatos LGBTQIA+, pode dispersar estes eleitores e, portanto não conseguirem fazer um representante no legislativo?

Gustavo Cruz: Acredito que é ate legal ter mais gente disputando nestas eleições, sabia? Eu acho que é mais interessante a gente ter mais candidatos deste nicho a ter menos. Pois pegamos como exemplo as outras eleições que pode não ter tido tantos candidatos e, portanto aquele candidato que colocou seu nome à disposição não fora eleito. Faço analogia à questão das mulheres e negros. A cada ano que passa os negros e as mulheres vem numa crescente muito legal de candidatos. Isso mostra que estamos em um novo caminho, que as pessoas estão mais engajadas, mais interessadas, e assim também é a questão do público lgbtqia+. Precisamos de mais gente se candidatando, pois desta forma mostraremos o interesse nas questões sociais e políticas. Interessante isso, até porque nossa comunidade é muito grande, é uma comunidade ativa que trabalha e paga impostos como todos os cidadãos, então por que não ser representada no legislativo e exercer seus direitos?, Então juntar esta galera toda e saber que precisa estar engajada com a politica, podemos fazer projetos, fazer leis, mas eles, a quem também representamos precisam estar ali juntos com a gente pra poder dar força né?!

AO: Você acredita que as causas defendidas por você podem ofuscar as demandas gerais da população?

Gustavo Cruz: Não. Tenho certeza que não. Quando a gente vai pensar em projetos e políticas públicas, devem ser bem pensadas. É preciso ouvir as pessoas envolvidas para que não possa intervir de forma negativa. É necessário saber o que estamos fazendo e ir pelo caminho certo. Levar estas causas pra população e para o legislativo, dar importância e melhoria, porque havendo politicas direcionadas nestes pontos, haverá melhorias para toda a sociedade. Quando se pensa na vereança, temos que estar atentos a tudo e a todas e quaisquer situações e carências da sociedade. Gosto de estar junto com a população e perceber suas demandas. Eu sei o que passei e vivo as dificuldades da máquina pública em minha vida e de minha família. Porque eu serei um vereador para a Cidade de Goiânia, apesar de ter os nichos temos que legislar para toda a população e todas as áreas, pois todos os cidadãos merecem atenção. Eu gosto dos extremos pra gente conversar, saber a história de cada um, pra gente até saber trabalhar, pois precisamos ouvir as pessoas pra saber diminuir as dificuldades do cidadão, afinal não domino todas as áreas, como por exemplo: não domino a área da segurança, mas vou conversar com uma pessoa que domina e vou saber entender o que é preciso ser feito pra melhorar determinado aspecto desta área. A gente tem que saber conversar com as pessoas, com muito respeito pra poder trabalhar e realizar um bom trabalho para a cidade, como um todo.

AO: Devido a esta pandemia, o voto será disputado através das redes e mídias sociais, mas os algoritmos buscam os iguais, como chegar naquele cidadão que pensa diferente?

Gustavo Cruz: Com certeza é interessante buscar pessoas que não tenham pensado da mesma forma e que os algoritmos tendem a não chegar. Minha escolha pelo PTB foi proposital, por ser um partido de centro. Acredito que quando a gente é centro consegue olhar para os dois lados, eu não sou adepto do extremismo, gosto de olhar, dialogar e saber da realidade das pessoas e quando se fala de representatividade, as pessoas precisam criar esta cultura de que nós todos merecemos espaço, oportunidades, deixar esta cultura de excluir as pessoas por ser isso ou ser aquilo, e isso é um trabalho que precisa ser feito, inclusive pela mídia, que serve também pra isso. É necessário que nas famílias os pais comecem a ter uma cabeça mais aberta, porque os filhos estão chegando aí e, portanto uma nova geração se formando.

As pessoas estão ficando mais extremistas, isto é ruim para a sociedade, pois a polarização só afasta uns dos outros, a gente precisa dialogar e saber a realidade de cada pessoa. É preciso entendimento, pois você pode até não concordar, mas tem que ouvir. Para que a gente comece a refletir e ir por um novo caminho de equilíbrio para a sociedade.

AO: Vanderlan é apoiado por Caiado, em que este fato pode favorecer a campanha do Gustavo Cruz?

Gustavo Cruz: Eu acredito muito na força de Vanderlan Cardoso, pela sua história. Portanto ele tem o respeito da população, pois recebeu para o Senado quase 1.800.000 votos em todo o Estado de Goiás. Estando ao lado dele nestas eleições, certamente as pessoas que se identificam com sua política verá que estamos do mesmo lado e que estaremos juntos durante sua gestão, para melhorar nossa Cidade. Vanderlan está aberto aos projetos dos jovens que estão na disputa à Vereador, portanto conto com a empatia dele para com os problemas da minha região e de toda Goiânia.

Considerações finais

Gustavo Cruz: Vivemos num novo tempo da politica, em que as pessoas estão cansadas do político, gosto de enfatizar dos “políticos”, porque a política, esta é importante pra nossas vidas e que esse é o momento de mudança, de fazer uma revolução no cenário de nossa Cidade.

Temos que parar para pensar e acreditar na juventude, no novo, nas pessoas que estão com ideais. Gosto muito de trabalhar, ter minha liberdade e minhas escolhas respeitadas, portanto acredito que todos tem esse direito, e precisam, para ter preservada e garantida a sua dignidade, suas escolhas, liberdade e trabalho, que também possam ter voz e oportunidades iguais, independente de cor da pele, orientação sexual, religião, etnia ou quaisquer outras características que os diferencie dos demais cidadãos. Que possa haver uma mudança do cenário politico de forma significativa, no legislativo e executivo. É preciso confrontar o sistema que está acomodado. Precisamos causar uma revolução, e eu Gustavo Cruz nº 14000 estou pronto para isso! É necessário causar desconforto nas pessoas que detém o poder. As pessoas precisam acreditar que esta hora é muito importante e mais do que nunca o seu voto faz a diferença e é fundamental para esta mudança. Preciso ser representante de todos os cidadãos que queiram uma cidade mais justa para se viver!

Primeira parte da Entrevista AQUI

Segunda parte da Entrevista AQUI

Mais de Antonio Oliveira AQUI 


Acesse nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JBJD6YZE0scBGAqHecmyD6
Conteúdo e Notícias
Leia a descrição

Inscreva-se



Instagram Siga nosso Instagram  

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários