Banner

A Logística “Unidos Pela Vacina”

Por Antonio Oliveira

Luíza Trajano / General Pazuello

Devido à falta de capacidade logística do Governo Bolsonaro, a Sociedade civil organizada liderada pela empresária do varejo Luíza Trajano deseja ajudar o Sistema Único de Saúde (SUS) para adquirir os insumos das vacinas, bem como a distribuição para que até o mês de setembro deste ano o Brasil tenha 70% da população vacinada

Estamos chegando perto dos números assustadores que outrora em uma visão pessimista já era alardeado por este*, mesmo sem que houvesse feito grandes cálculos. Na primeira quinzena de dezembro registrávamos aqui mais 178 mil vidas ceifadas devido à infecção pelo Coronavírus, todavia com a ajuda preponderante do negacionismo latente à ciência e à letalidade ocasionada pela ignorância de nosso Chefe Maior da Nação, chegamos hoje em 16 de fevereiro, terça feira de carnaval sem carnaval oficial, embora muitos insistam em fazê-lo de forma clandestina, a marca de 240.983 mortes de acordo com o consórcio de veículos de imprensa. Desde o dia 21 de janeiro, ou seja, há 27 dias o Brasil supera 1.000 mortes por dia, sendo hoje, dia 16, 1056. Com estes dados estamos na contramão do mundo, pois segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde) o Brasil é o único País que está numa crescente em números de mortes.

A falta de comprometimento desde o começo da pandemia em que a racionalidade inexistiu nas tomadas de decisões, as quais impactaram sobremaneira o presente momento em que passaram desde as ações equivocadas ou negligenciadas, das quais fez parte a falta de fechamento e fiscalização de passageiros nas fronteiras aeroportuárias quando do começo da pandemia em que a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) se eximiu de sua obrigação, na época alegando que tais ações deveriam ser realizadas pelas companhias aéreas; a distribuição de kits pró-covid; falta de oxigênio; falta de seringas; falta de insumos; e óbvio culminando na falta de vacinas. O Ministro da Saúde General Eduardo Pazuello é agora pressionado pela Frente Nacional dos Prefeitos (FNP) para que peça exoneração devido a apatia com que lida com a pandemia.

O Governo de Jair Bolsonaro trata todo o processo para a vacinação dos brasileiros bem como as tomadas de decisões de forma errônea e patética. Contudo empresários brasileiros promovem o movimento “Unidos pela Vacina” com o objetivo de oferecer condições de logística, através de transporte aéreo gratuito pela AZUL; sistema de logística de empresas de varejo; disseminação ao esclarecimento para estimulo e adesão junto a população pela imunização realizado pela Associação Nacional de Jornais (ANJ); locais para aplicação das vacinas através de redes de drogarias. O apoio conta com Luíza Trajano que é empresaria do varejo e encabeça o movimento com mais de 75.000 mulheres, para que a população possa ser vacinada até setembro deste ano portanto seu desejo é apoiar o SUS na compra de insumos, bem como na logística de distribuição.

Fica evidente que o General Pazuello ou não entende ou sabotou sua área e, portanto para que possamos conter ou minimizar o naufrágio logístico do Governo, contaremos com a iniciativa de empresários a fim de que haja a possibilidade de sairmos desta batalha em condições menos vexatória a qual nos encontramos. Pois vidas são perdidas todos os dias por incompetência e insanidade de um Governante insólito e despreparado, desta feita o movimento “Unidos Pela Vacina” toma corpo e precisa da adesão de toda a Sociedade Civil organizada, de cada cidadão brasileiro, com a consciência para vencermos esta guerra. Aliás, estas guerras, contra a Covid-19 e a Ignorância.

#DistanciamentoSocial #UseMáscara #Higienização #UseÁlcoolGel

*do Desservidor Bolsonaro MATÉRIA PUBLICADA EM 16 DEZEMBRO 2020
General Eduardo Pazuello MATÉRIA PUBLICADA EM 09 DEZEMBRO 2020

Mais de Antonio Oliveira AQUI 



Acesse nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JBJD6YZE0scBGAqHecmyD6
Conteúdo e Notícias
Leia a descrição

Inscreva-se



Instagram Siga nosso Instagram  

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários