Banner

CPI da Covid: Panorama dos depoimentos de Mandetta a Fabio Wajngarten


A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) instaurada pelo Senado Federal, de autoria do Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), e presidida pelo Senador Omar Aziz (PSD-AM), tendo como relator o Senador Renan Calheiros (MDB-AL), começou a ouvir os depoentes em 04 de maio, a começar pelo ex-ministro Mandetta

Nesta matéria vamos dar um panorama dos depoimentos, de Henrique Mandetta até o ex-secretário de comunicação Fabio Wajngarten.

Esta comissão tem por objetivo tratar das ações e omissões do Governo Federal frente à Pandemia da Covd-19 no Brasil, bem como os repasses do governo aos Estados e Municípios.

A CPI ouviu seu primeiro depoente em 04 de maio de 2021, o Drº Luiz Henrique Mandetta, ex-Deputado Federal (DEM-MS), que foi ministro do governo Bolsonaro desde a posse em 1º de janeiro de 2019 até 16 de abril de 2020 quando o Brasil contabilizava 188 óbitos por Covid-19, sendo demitido do governo por entrar em discordância sobre as ações para conter a pandemia dentre as quais o isolamento social e o uso de máscara, acredita-se que o auge do desgaste com Bolsonaro se deu a partir de seu alinhamento com o Governador de São Paulo João Dória. Em seu depoimento alegou não se lembrar de assinar pedidos para a fabricação de cloroquina, mas deixou clara a posição de Bolsonaro quanto à recomendação de seu uso precoce para a população.

No dia seguinte ao depoimento de Mandetta foi a vez de seu substituto na pasta que ficou apenas 29 dias no Ministério, o Drº Nelson Teich, médico oncologista com mestrado em economia da saúde, pediu demissão por sua falta de autonomia na pasta e desentendimento público e notório com o presidente Bolsonaro que defendia abertamente o uso de cloroquina e por ser desfavorável ao isolamento social, fatos que constaram de sua fala à CPI.

Nelson Teich / Foto: Jefferson Rudy

O atual Ministro da Saúde, o Drº Marcelo Queiroga, em 06 de maio de 2021, foi ouvido pela CPI e tentou se esquivar em culpabilizar o governo federal e suas ações, esquivou-se de falar de tratamento precoce com o uso de cloroquina, porém disse que o médico tem autonomia para prescrever o que for melhor para o paciente. Entretanto contou que ações têm sido realizadas nestes 55 dias de ministério, pois tem trabalhado muito para adquirir as vacinas e acompanhado estudos através do Conitec (Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no SUS) a fim de formular protocolo com novas orientações para o combate a Covid-19 de forma homogênea no País.


Em 11 de Maio o Diretor da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o General Médico Antônio Barra Torres, relatou que foi discutido em reunião com o Presidente da República o uso da cloroquina e até uma possível mudança na bula para uso contra a Covid-19, o que segundo ele não compactuou com tal ideia. Quanto aos prazos para aprovação de vacinas disse que a agência precisa se certificar do medicamento aprovado e por isso a Sputnik não fora aprovada ainda, por falta de documentação e respostas desencontradas com os representantes no Brasil.

Antônio Barra Torres

A CPI ouviu e se irritou com a postura do ex-secretário de comunicação do governo Bolsonaro, Fabio Wajngarten, em 12 de maio de 2021, pois tentou esquivar suas falas das ações de Bolsonaro tendo direcionado as falhas havidas ao Ministério da Saúde durante sua gestão da comunicação. Pois segundo Wajngarten, a Pfizer enviou carta de oferta das vacinas em 2020, mas ficou sem resposta por dois meses, tendo ele participado de reunião com representante do Laboratório, mas não houve fechamento.

Fabio Wajngarten / Foto: Leopoldo Silva

O trabalho da CPI começou com os ânimos aflorados, mas vem arrefecendo com o passar dos dias, e não poderia ser diferente, pois caso se deseje tirar pérolas de depoentes se faz necessário usar perspicácia e muita paciência para não entrar no jogo afoito e perder o tempo destinado à concretude da investigação.

#UseMáscara #DistanciamentoSocial #UseAlcoolEmGel #VigieAAgulha


Matéria por Antonio Oliveira 



Acesse nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JBJD6YZE0scBGAqHecmyD6
Conteúdo e Notícias
Leia a descrição

Inscreva-se



Instagram Siga nosso Instagram  

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários