Banner

⠀

Aparecida: Mãe e padrasto de criança resgatada pela GCM foram assassinados


Uma criança de 3 anos foi resgatada sozinha em casa, a mãe e o padrasto foram assassinados, em Aparecida de Goiânia

O menino foi resgatado pela Guarda Civil em uma casa sozinho, desacordado e em situação de maus-tratos. Os corpos dos responsáveis pela criança foram encontrados com marcas de tiros na Serra das Areias.

O menino foi resgatado na manhã de segunda-feira, 8, em uma casa do Conjunto Estrela do Sul. A corporação informou que foi acionada por vizinhos, que estranharam o choro constante da criança.


A conselheira tutelar Élita Arantes acompanhou o resgate e contou que menino tinha ferimentos pelo corpo. A criança foi encaminhada para receber atendimento médico em uma Unidade de Saúde do município.

“A criança estava com alguns hematomas, mas foram considerados pela vistoria de identificação policial fato da própria sobrevivência. Alguns hematomas são de ele tentar se deslocar, ou sair”
, disse a conselheira.

Após passar por exames e ser medicada, a criança recebeu alta e foi entregue pelo Conselho Tutelar à avó, que já tem a guarda da irmã, de 5 anos, do menino. A avó deve ficar responsável por ele durante 40 dias, pois o pai da criança também foi localizado. O caso foi encaminhado à Justiça, que vai determinar quem ficará com a guarda.

Mãe e Padrasto encontrados mortos

Depois de quase 10 horas tentando identificar a criança e os familiares, o Conselho Tutelar descobriu que a mãe do menino, que tinha 21 anos, e o padrasto, 26, haviam sido encontrados mortos na madrugada do mesmo dia, na Serra das Areias. A polícia informou que eles tinham várias marcas de tiro pelo corpo.

A Polícia Civil encontrou imagens de câmeras de segurança que mostram quando o casal entra em um carro com dois homens e saem logo em seguida. Minutos depois o mesmo carro volta a casa e retira os equipamentos do circuito interno de segurança.

O delegado Hudson Benedetti, responsável pelas investigações, informou na tarde da terça-feira, 9, que o padrasto tinha passagens por tráfico, associação para o tráfico e lesão corporal.

A suspeita é de que briga entre facções criminosas tenha motivado o crime. Ninguém havia sido preso até a tarde desta quarta-feira, 10.
__________



Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscreva

Postar um comentário

Comentários