Banner

Câncer: Prevenir é o melhor remédio


Dia 27 de novembro é o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data foi criada para ampliar o conhecimento sobre as formas de prevenção e de tratamento da doença

Até 2030, o câncer será a principal causa de morte em todo o mundo. Um terço das mortes causadas por 20 tipos de câncer no Brasil poderia ser evitado com mudanças no estilo vida.

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (INCA), no mundo 300 milhões de homens foram diagnosticados com câncer em 2018. Já nas mulheres, 282 milhões foram identificadas com algum tipo de câncer.

A Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc, sigla em inglês), da Organização Mundial da Saúde (OMS), divulgou recentemente um estudo em que destaca 11 grandes fatores por trás da doença.

Tabagismo, consumo de álcool, excesso de peso, alimentação não saudável e falta de atividade física são os principais fatores de risco associados a 114 mil casos da doença (27% do total) e 63 mil mortes (34% do total) por ano no Brasil.

O dia 27 de novembro é o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A data foi criada para ampliar o conhecimento sobre as formas de prevenção e de tratamento da doença, sensibilizando todos a efetivamente fazer ações para modificar cenários e salvar vidas.

Gabriel Felipe Santiago

Conforme explica o oncologista clínico do Centro de Oncologia IHG Medicina Humanizada, Gabriel Felipe Santiago, câncer é o nome dado a um conjunto de mais de 100 doenças, que têm em comum o crescimento desordenado de células, que invadem tecidos e órgãos.

“Os diferentes tipos de câncer correspondem aos vários tipos de células do corpo. Quando começam em tecidos epiteliais, como pele ou mucosas, são denominados carcinomas. Se o ponto de partida são os tecidos conjuntivos, como osso, músculo ou cartilagem, são chamados sarcomas", explica. No entanto, segundo ele, outras características que diferenciam os diversos tipos de câncer entre si são a velocidade de multiplicação das células e a capacidade de invadir tecidos e órgãos vizinhos ou distantes, conhecida como metástase.

Milena Aparecida Coelho Ribeiro

De acordo com a oncologista clínica, que além do IHG atende no Hospital Evangélico Goiano, Milena Aparecida Ribeiro Coelho, a prevenção ainda é o melhor remédio para combater a doença. “As consultas de rotina são grandes aliadas. O objetivo da prevenção primária é impedir que o câncer se desenvolva. Isso inclui evitar a exposição aos fatores de risco de câncer e a adoção de um modo de vida saudável. Já no caso da prevenção secundária é possível detectar e tratar doenças pré-malignas (por exemplo, lesão causada pelo vírus HPV ou pólipos nas paredes do intestino) ou cânceres assintomáticos iniciais”.

Atrasar o tratamento de um câncer por um mês aumenta o risco de mortalidade do paciente, adverte a médica.

Aline Longatti

Em meio ao crescimento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados no Brasil, não basta apenas deter informação sobre alimentação e hábitos saudáveis: é preciso que nova atitude seja adotada pela população. Defende a nutróloga Aline Longatti.

Segundo a médica, nos últimos 40 anos, a ciência coleciona estudos que ligam esses fatores à gênese de um tumor. Em síntese, os motivos por trás disso abrangem o aumento na circulação de determinados hormônios, a resistência à ação da insulina e uma inflamação crônica. Via Naiara Gonçalves
__________



Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam

Postar um comentário

Comentários