Banner

Campanha alerta para a incidência do câncer de rim


Mês é escolhido para a conscientização sobre a doença. Fazer exames periódicos e ter hábitos saudáveis são algumas formas de prevenção

Quando o tema é câncer, pouco se fala sobre o renal. Junho é o mês de conscientização da doença – já que 18/06 é o Dia Mundial do Câncer de Rim de acordo com o International Kidney Cancer Coalition (IKCC) –, responsável por um dos 10 tipos de câncer mais comuns entre homens e mulheres.

Esse tipo de câncer pode ser considerado relativamente incomum, atingindo cerca de 150 mil pessoas no mundo. No Brasil, a incidência estimada é de 7 a 10 casos para cada 100 mil habitantes.

No entanto, o câncer de rim, segundo a médica oncologista clínica, Milena Aparecida Coelho Ribeiro, é o terceiro tipo de câncer mais frequente no aparelho geniturinário. “Embora não existam estudos que comprovem a causa da doença, observa-se relação com o tabagismo, idade avançada, obesidade e histórico de doença renal”, aponta. A médica esclarece que os rins são responsáveis por manter o equilíbrio da água e sais do corpo, além de atuar na eliminação de substâncias que são metabolizadas pelo organismo.

Em 2019, no Brasil, foram registrados 6,5 mil novos casos de câncer renal, com 3,4 mil mortes decorrentes da doença. Outra peculiaridade é a incidência por gênero, em sua maioria homens na faixa etária de 50 aos 70 anos. O câncer de rim é aproximadamente duas vezes mais frequente em homens do que em mulheres. “Os homens são mais propensos a serem fumantes e têm maior probabilidade de exposição a produtos químicos cancerígenos no trabalho, o que pode explicar parte da diferença”, explica Milena Ribeiro.

O câncer renal é uma doença silenciosa, que não costuma apresentar sintomas em suas fases iniciais. Costuma apresentar poucos sintomas e, muitas vezes, seu diagnóstico é feito como um achado ocasional em exames de imagem realizados por outras razões. 

De acordo com o médico oncologista clínico, Gabriel Felipe Santiago, por se desenvolver sem dar sintomas, a descoberta deste tipo de câncer pode ocorrer em estágios avançados, quando o controle da doença se torna mais difícil. “Mas assim como acontece com vários outros tipos de tumor, o diagnóstico precoce é uma arma poderosa no combate ao câncer renal. As chances de cura, quando a doença é descoberta no início, podem ser superiores a 90%”, afirma. “Por isso é importante consultar um médico para que a causa possa ser avaliada, diagnosticada e tratada”, assegura.

Prevenir o câncer de rim significa evitar os fatores de risco que aumentam as chances de desenvolver a enfermidade. 

Gabriel Santiago alerta para a importância dos exames periódicos como forma de prevenção do câncer. “Para evitar o tumor ou ter uma eficácia no tratamento, é importante a realização de exames periódicos como de sangue ou de urina e ter hábitos saudáveis, como uma boa alimentação e práticas diárias de exercícios físicos”, ressalta o oncologista. Via Naiara Gonçalves
__________




Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam

Postar um comentário

Comentários