Banner

Senador Canedo: Assistência Social triplica atendimentos durante pandemia do Coronavírus


Ações envolvem acolhimento, auxílio e verificação de vulnerabilidades social

Com a criação do Comitê de Gestão de Crise contra o Coronavírus em Senador Canedo, a Secretaria Municipal de Assistência Social e Cidadania, intensificou algumas atividades para atender os cidadãos que enfrentam dificuldades durante o período de isolamento social exigidos para o controle da pandemia global.

Dentre as ações realizadas, estão a verificação de vulnerabilidade social, doação de cestas básicas, doação de cestas de verduras e legumes, atendimento aos beneficiados do Programa Bolsa Família e acolhimento.

Mesmo com diversas atividades suspensas, como o caso do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV), a demanda triplicou, devido ao número de famílias vulneráveis, que cresceu consideravelmente.

A diretora da Atenção Básica no município, Wanessa Targino, explica que por mais que a demanda tenha aumentado, a Secretaria criou mecanismos para conseguir atender a todos. "Devemos tomar todas as precauções para evitar o contágio do Coronavírus e conseguir atender a população. Para isso, criamos o teleagendamento e enviamos equipes com assistentes sociais nos locais, que atuam nas três regiões do município", pontua.

Desde o início do isolamento social, já foram entregues mais de 500 cestas básicas e 400 cestas de verduras e legumes. "Para o cidadão ter acesso a esse benéfico eventual, não é necessário vir até o CRAS. Pelo telefone ele agenda a visita, nossos assistentes sociais vão até o local, verificam a necessidade e a cesta é entregue na mesma semana", expõe.

Diante das dificuldades enfrentadas por diversas famílias em todo o país, o Governo Federal criou um programa de auxílio emergencial de 600 reais para trabalhadores informais de baixa renda, mas que ainda não foi sancionado. "Estamos aguardando a liberação deste benefício. Dessa forma, estamos seguindo a mesma rotina de atendimento já estabelecida", esclarece.

Quem terá direito aos 600 reais?

Além dos trabalhadores informais, terão direito ao pagamento aqueles que tenham contrato intermitente inativo, autônomos e microempreendedores individuais (MEI). Para ter direito ao auxílio é necessário ser maior de idade, ter renda familiar mensal inferior a meio salário mínimo per capita, ou três salários mínimos no total.

Para receber o auxílio, o trabalhador não pode ter aposentadoria, seguro-desemprego ou ser beneficiário de outra ajuda do Governo. Também não pode fazer parte de programa de transferência de renda, com exceção do Bolsa Família. Está excluído, ainda, o trabalhador que tenha recebido rendimentos tributáveis acima de 28.559,70 reais, em 2018.

"A precisão é que o pagamento deste auxílio inicie no dia 16 de abril. Os primeiros a receberem serão os beneficiários do Bolsa Família que estão aptos ao auxílio dos 600 reais, porque o cadastro e a logística de pagamento para eles já está consolidada", relata.


Ouvidoria adere ao atendimento dos CRAS

Devido à grande procura e ao volume de ligações para atendimento de assistência social no município, a Ouvidoria da Prefeitura de Senador Canedo inicia recebimento de chamadas telefônicas e mensagens por chat para cadastro do benefício eventual de cesta básica.

Por conta da situação de muitas famílias, o volume de atendimentos triplicou, fazendo com que ficasse inviável o atendimento presencial. Agora, os Centros de Referência de Assistência Social atendem somente por telefone e a Ouvidoria, também, faz parte da ação.

Ontem, dia 2, foram atendidos 1.340 cidadãos por telefone. Foram 700 ligações pelo CRAS Central, 500 pelo CRAS Oliveira e 140 ligações pelo CRAS Galvão.

Evite aglomerações

Com o teleagendamento o cidadão deve ir a sede do CRAS somente quando solicitado. A prefeitura informa que, todos os atendimentos estão sendo realizados com agendamento prévio.

A prefeitura, também, pede ao cidadão que procura pelo serviço que insista nos telefones indicados para cesta básica, ou cartão único. E informa que a demanda está muito alta, por isso, o congestionamento das linhas. “Os telefones dos CRAS são de chamada em espera, ou seja, não indicam que estão ocupados. Todos estão sendo atendidos”, destaca a diretora, Wanessa Targino.

Telefones

CRAS Central: 3532-2008 e 99158-4576

CRAS Oliveiras: 3204-2376

CRAS Galvão: 3275-3728

Bolsa Família e Cadastro Único: 3275-3052 e 3532-2022

Ouvidoria: 3275-3000 ou 156

www.senadorcanedo.go.gov.br 

Fonte: Prefeitura de Senador Canedo / Fotos: Michel Alves
__________
Publicidade


Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:
Post: Lucieni Soares

Postar um comentário

Comentários