Banner

Hospital do Servidor é transformado em hospital de campanha para receber infectados pela Covid-19


Hospital do Servidor Público em Goiânia é transformado em Hospital de campanha para receber os infectados pela Covid-19

O Governador do Estado de Goiás Ronaldo Caiado não abre mão da quarentena que a princípio vai até o dia 04 de abril, para tanto, sensível a parte econômica pretende acrescer valores ao benefício do bolsa família atendendo àquelas famílias que precisam mais.

Segundo Caiado é necessário estar atento à vida e a sobrevida das pessoas que forem infectadas, logo o Hospital do Servidor público transformado em hospital de campanha assistirá pacientes infectados.

Serão ofertados 1100 leitos, mas está sendo providenciado condições para que haja repasse de verbas dos Deputados Estaduais e Federais para aparelhar hospitais do interior de Goiás, para não sobrecarregar Goiânia.

Com a crise da pandemia, os custos para aparelhar hospitais aumentaram.

Segundo fala do Governador um respirador que custava em torno de 50 mil, hoje está 132 mil reais cada um.

Para ajudar nestes custos o Estado conta com doações de empresários.


O Governador está preocupado como médico, pois a prioridade é a vida, como gestor quer sair desta crise o mais rápido possível, porém é necessário respeitar os dados e ver como a pandemia vai se portar em cada região do Estado.

A quarentena, salienta Caiado, não são 40 dias, ou 4 meses, mas sim 15 dias, a qual termina dia 04 de abril, não significando que nesta data tudo voltará ao normal. Será necessário avaliar a situação para novas ações. Por Antonio Oliveira


Inscreva-se


Twitter

InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários