Senador Canedo: Atendimento de reabilitação é finalista em premiação nacional

outubro 02, 2019

Experiência realizada pela Equipe de Atenção Primária de Senador Canedo na reabilitação de pacientes crônicos foi uma das selecionadas para o prêmio APS Forte

A ação desenvolvida no município foi listada entre as onze melhores práticas realizadas no Brasil, sendo a única da região Centro Oeste

O prêmio é destinado a atividades desenvolvidas que visam ampliar o acesso à Atenção Primária à Saúde, tida como porta de entrada do SUS.

As escolhas são feitas por um comitê técnico integrado por representantes do Ministério da Saúde, da Organização Pan- Americana da Saúde e demais instituições envolvidas, como Conselhos Nacionais de Secretarias Municipais e Conselho Nacional de Saúde.

Como o objetivo do prêmio é valorizar, sistematizar e divulgar experiências que ampliam o acesso do cidadão ao Sistema Único de Saúde (SUS) são analisadas práticas em todo país. 

Senador Canedo foi listada entre as 1.294 estratégias adotadas por trabalhadores da APS para melhorar a saúde da população brasileira, elas foram registradas no site do Prêmio APS Forte. 

Delas, 946 foram aprovadas na primeira fase de seleção sendo que 135 foram indicadas para o prêmio, antes da seleção das 11 práticas finalistas.

As experiências finais estão em análise desde a segunda-feira, 23 de setembro, por um time de jurados especiais que tem a missão de julgar as finalistas sob a perspectiva do usuário. 

Fazem parte do grupo a colunista Claudia Collucci (Folha S. Paulo), a radialista Mara Régia (Rádio Nacional), a repórter Lígia Formenti (Estadão), o médico Drauzio Varella e os jornalistas Luiz Fara Monteiro (TV Record), Alan Ferreira, Chico Pinheiro e Lise Alves (colaboradora da revista The Lancet).

O resultado final será divulgado em evento a ser realizado no dia 29 de outubro, em Brasília.

Eficiência no atendimento de reabilitação

O estudo de caso descrito em Senador Canedo mostra a ampliação do acesso de pacientes acometidos por doenças crônicas, sendo muitos também idosos, a reabilitação. Com o envelhecimento populacional e o aumento das doenças crônicas no município, a Atenção Primária à Saúde – APS – assumiu a responsabilidade de coordenar o cuidado dos usuários com necessidades de reabilitação física. 

São pacientes acometidos de doenças neurológicas, ortopédicas, cardiovasculares, entre outras, que precisam de cuidados de fisioterapeutas ou terapeutas ocupacionais.

A ferramenta utilizada pela gestão foi à classificação de risco para os usuários que aguardavam por atendimento de reabilitação, em uma lista de espera com mais de 800 encaminhamentos. 

Com o protocolo, os pacientes foram classificados de acordo com os estágios das condições clínicas (agudo, crônico e crônico agudizado), dando preferência aos casos urgentes na atenção especializada e para aqueles que não se encaixavam nestas prioridades foram referenciados nos serviços da APS.

A reabilitação é executada por meio do trabalho das equipes do Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (Alongamento/fortalecimento), na Escola de Postura (treinamento funcional, caminhada orientada e hidroginástica), na Academia da Saúde (atividade física orientada), no Núcleo Integrado de Esporte e Saúde da Família (hidroginástica) e no Serviço de Fisioterapia da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer

Após a consulta de avaliação com um dos 15 fisioterapeutas ou do terapeuta ocupacional do Serviço de Reabilitação Municipal, o paciente sai com o tratamento definido e a frequência de atendimentos que receberá na rede municipal de saúde, de acordo com a disponibilidade de vagas na agenda semanal.

Em dezembro de 2018, o número de encaminhamentos de usuários aguardando avaliação para reabilitação chegava a 800 encaminhamentos (entre agudos e crônicos), sendo que os agudos já passavam de 3 meses de lesão. 

Atualmente, não existe demanda reprimida para reabilitação de pacientes com agravos agudos (são agendados em até 7 dias após a entrada). 

Os pacientes crônicos estão sendo inseridos em grupos da Atenção Primária (práticas corporais, práticas integrativas e complementares, entre outros). Fonte: Prefeitura de Senador Canedo
__________







Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:
Post: Lucieni Soares
Próxima Postagem
« PRÓXIMA
Postagem Anterior
ANTERIOR »

Deixe seu Comentário: