Anápolis: Novo polo industrial terá empresas de base tecnológica

outubro 02, 2019

Projeto para implantação é debatido em audiências públicas e recebe contribuição da população

Nenhuma árvore será derrubada e os produtores da região não serão afetados. O esclarecimento foi feito durante a segunda audiência pública, que discute a criação do polo industrial municipal, realizada nesta terça-feira, 1º, na Faculdade Raízes

Com participação de professores, alunos, empresários e população, a proposta do executivo foi apresentada para receber a contribuição de todos os setores, com objetivo de consolidar o projeto coletivamente. O terceiro encontro já está marcado, será dia 16 de outubro, no auditório da Acia, a partir das 18h30.

“A premissa é aliar preservação ambiental e desenvolvimento socioeconômico, por isso o novo distrito terá somente empresas de base tecnológica, que não geram efluentes”, pontuou o assessor especial da Prefeitura de Anápolis Sóstenes Arruda, que conduziu o debate. 

Ele explicou que a área destinada ao novo distrito é antropizada, ou seja, já estava desmatada, é chão batido. Complementou que “dos 26 alqueires, vamos usar apenas 400 mil m² para implantação do distrito, não haverá desmatamento”.

O local fica às margens da rodovia BR 153, atrás do Parque de Exposições Agropecuárias de Anápolis

Foi levado em conta a viabilidade do fornecimento de energia, o abastecimento de água e a proximidade de viaduto ou trincheira. Mas o fator principal é que se trata da região norte da cidade, uma das áreas mais populosas, a chamada de grande Recanto do Sol, com mais de 50 mil moradores -- que, em sua maioria, atravessam a cidade diariamente para trabalhar ou buscar oportunidades de emprego na porção sul, onde fica o Distrito Agroindustrial de Anápolis (Daia).

Milhares de postos de trabalho serão criados naquela região, contribuindo também para a melhoria do trânsito na cidade. Segundo o prefeito Roberto Naves, Anápolis está desbalanceada, muitas pessoas morando na parte norte e trabalhando na região sul. A previsão é que logo no início do próximo ano as primeiras indústrias se instalem.

Após aprovação da permuta de área na Câmara Municipal, foram iniciadas as audiências públicas para formatação do polo e também das políticas de incentivo para instalação das empresas. A proposta da Prefeitura está disponível. Qualquer contribuição pode ser enviada para sugestao@anapolis.go.gov.br. Fonte: Prefeitura de Anápolis
_________







Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:
Post: Lucieni Soares
Próxima Postagem
« PRÓXIMA
Postagem Anterior
ANTERIOR »

Deixe seu Comentário: