Jair Bolsonaro participa do aniversário de Anápolis

julho 31, 2019

Programação especial marca os 112 anos de Anápolis, comemorado nesta quarta-feira, 31. Presidente da República assinou concessão para a Norte Sul

O tradicional desfile cívico-militar inaugurou as comemorações do aniversário de Anápolis, celebrado hoje, 31.

Logo cedo, milhares de pessoas foram às ruas do centro da cidade para acompanhar os 14 grupos participantes do evento. Sob muitos aplausos, se apresentaram: Ala 2, Tiro de Guerra, Polícia Militar, Bombeiro, Colégios da Polícia Militar de Goiás - Cesar Toledo, Gabriel Issa e Arlindo Costa, Banda TG Mista, Grupo de Proteção Ambiental, Associação dos Vigilantes de Anápolis, Banda C. E. Leinny Lope, Miss Anápolis, Clube Rotary, Banda Racional.

O prefeito Roberto Naves, acompanhado da primeira-dama Vivian Naves, recebeu o governador Ronaldo Caiado, que é anapolino, junto com a primeira-dama do Estado, Gracinha Caiado, que prestigiaram a solenidade. “É uma honra participar com a população de um momento desses, de confraternização e alegria. Estamos encerrando o mês de aniversário da cidade com chave de ouro, após a entrega de obras estratégicas para a região, como a UPA Pediátrica, comentou.

Mas a presença mais esperada foi a do presidente da República, Jair Bolsonaro, que desembarcou diretamente no Distrito Agroindustrial de Anápolis, no Porto Seco. Lá, foi assinada a concessão da Ferrovia Norte-Sul, um marco para a cidade e que impactará todo o Brasil. Na ocasião, o presidente reforçou “este é o progresso de verdade, o transporte ferroviário é muito mais eficiente e barato”.

Já o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, presente no evento, afirmou: “vamos mudar a matriz do transporte brasileiro, ligar o país inteiro por meio dos trilhos”. O governador de Goiás, Ronaldo Caiado destacou o fator multiplicador imensurável do modal ferroviário, democratizando a comercialização dos produtos do Estado.

Saiba mais
Arrematada em março deste ano pela empresa Rumo, a ferrovia terá seus 1.537 quilômetros explorados por 30 anos. A empresa terá de investir R$ 2,7 bilhões no trecho que vai de Estrela D’Oeste (SP) até Porto Nacional (TO). 

A retomada das operações deve ser iniciada pelo trecho que já estava em operação, entre Goiás e Tocantins. Já a parte sul, que vai de Anápolis a Estrela D'Oeste (SP), a previsão é de um ano e meio a dois anos para que passe a ter transporte. Ainda há obras a serem feitas.

Anápolis pode se tornar base das operações da Rumo, pela sua localização central. A expectativa é que a tarifa seja 30% mais barata do que a tabela de frete rodoviário e a promessa é de gerar mais de 800 empregos diretos e indiretos. Fonte: Prefeitura de Anápolis
__________




Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:
Post: Lucieni Soares
Próxima Postagem
« PRÓXIMA
Postagem Anterior
ANTERIOR »

Deixe seu Comentário: