A Posse de Ronaldo Caiado e Lincoln Tejota

janeiro 02, 2019

Na manhã do primeiro dia de 2019, tomaram posse na política nacional, os governadores de Estado e o Presidente da República, além de seus vices, recém-eleitos em pleito no segundo semestre de 2018 com suas vitórias nas urnas. Aqui em Goiás o Governador eleito em primeiro turno das eleições com 59% dos votos válidos então Senador da República Ronaldo Ramos Caiado, filiado ao partido Democratas (DEM), tomou posse na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) e posteriormente no Palácio do Governo do Estado de Goiás na praça Cívica em Goiânia, recebendo a faixa do então Governador do Estado José Eliton de Figueiredo Júnior. Também tomou posse o vice-Governador eleito Lincoln Graziane Pereira da Rocha, mais conhecido como Lincoln Tejota, que até então tinha o mandato de Deputado Estadual, filiado ao Partido Republicano da Ordem Social (PROS).

Em solenidade presidida pelo presidente da ALEGO o deputado José Antônio Vitti, filiado do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), empossou o Governador Ronaldo Caiado (DEM) e o Vice-Governador Lincoln Tejota (PROS).

Discurso da Oposição



Em ritual solene usou a tribuna o deputado estadual Talles Barreto (PSDB) discursando representando a oposição, ressaltou os feitos do governo do Estado, bem como a continuidade de avanços e conquistas, assim enaltecendo as pessoas dos ex-governadores Marconi Ferreira Perillo Júnior e Alcides Rodrigues Filho filiados a PSDB e PRP respectivamente, sendo assim coloca seu partido como oposição ao governo que se inicia.


Discurso da Situação

Posteriormente discursou o deputado José Nelto Lagares das Mercês, filiado ao PODEMOS, em nome da situação usou palavras duras ao ex-governador de Goiás enfatizando a divida pública do Estado, obras inacabadas, déficits de gestão nas diversas áreas do governo. Esperando no novo governador Ronaldo Caiado a solução para o caos administrativo que ora se encontra.


Nelto Realçou a dívida do estado de Goiás em 32 bilhões de reais entre tesouro nacional, previdência, empreiteiras e déficit público responsabilizando o ex-governador Marconi Perillo e o intitulando de "coronel", além de denunciá-lo por ter abandonado seus companheiros de politica, tendo fugido para São Paulo em lugar ignorado. Elencou pontos cruciais de liquidação e falência da administração pública do Estado, que apesar da mordaça, houve o advento da internet e não foi mais possível que a verdade não fosse descoberta.

Em termos de educação realçou as perdas dos direitos aos professores, achatamento de salario e o déficit destes profissionais no Estado. Na malha viária cita que as estradas estão sem manutenção e as obras de muitas estão inacabadas, contudo o Ex-Governador Jose Eliton autorizou uma estrada que passa dentro de sua propriedade. em que hão há fluxo de carros. A segurança pública esta desmantelada com policiais recebendo salários em torno de 1.500 reais, delegacias fechadas, déficits de policiais, índices de violência altíssimos colocando o Estado em último lugar, também neste quesito mencionou o antigo Governo do prefeito Iris Resende relatando que em seu governo o estado era o 19º da federação em segurança pública. Na saúde falta transparência para o pagamento das OS, faltam leitos de hospitais. Falou da vergonha pública que o ex-governador colocou o Estado, através das investigações nas diversas operações da Policia Federal.

Por fim afirmou que o Governo de Ronaldo Caiado devera ter de 8 a 12 anos de governo para colocar as obras do governo em dia, e que se torna o governo da esperança pra corrigir os desmandos e acabar a era das trevas na administração pública do Estado de Goiás.

Discurso do Governador Ronaldo Caiado

Depois destes discursos o Governador Ronaldo Caiado usou a tribuna por mais de 50 minutos e dela se sentiu intimo demonstrando através de suas palavras o seu contentamento pelo feito realizado, na qual fez um relato histórico de sua trajetória de vida publica em que lembrou sua primeira candidatura ao executivo Federal em 1989 e desde então se manteve por 05 mandatos de deputado Federal e por último ocupava uma cadeira como Senador da República. Também se mostrou agradecido aos legisladores da Câmara do Estado por ter feito o Estado continuar com a governabilidade, bem como ressaltou a necessidade de poder contar com os futuros legisladores da ALEGO para poder aprovar as medidas necessárias, ressaltando que para governar é preciso dividir as decisões e que ninguém é dono da verdade.


Em sua fala Caiado também disse que o Governador de Estado é funcionário publico e tem que dar satisfação a população, tem que estar a frente dos problemas e identificar as prioridades.

Estrutura de base do governo Caiado

Tolerância zero com a corrupção;

Combater as desigualdades regionais;

Sepultar a velha politica;

Valorização do servidor público, pois não se governa sem equipe, não se governa sem o apoio do servidor publico.

Politicas Sociais e Valorização dos Professores

Colocou que sua vitória é uma resposta do povo goiano ao antigo governo e à velha política que anseia por transparência em todas as áreas, em que haja tolerância zero para a corrupção e o combate às desigualdades sociais a quem realmente precisa, mas que sejam dadas as condições para que estas pessoas possam andar com suas próprias pernas. Enalteceu que seu compromisso com a educação será de implantação em tempo integral de 50% das escolas públicas do Estado com a finalidade de tirar os jovens da bandidagem e do narcotráfico, bem como valorizar os professores, através de melhores salários, que é um formador que tem a função de capacitar melhor os jovens goianos a fim de disputar de igual para igual postos de trabalho em qualquer lugar do Brasil.

Segurança Pública

Como forma de melhorar a segurança pública do Estado, pediu apoio direto do Presidente da República, do Ministro da Justiça e da Procuradoria Geral da União, e, portanto as autoridades representantes destas instituições lhes deram aval para este quesito de sua administração. Portanto promete valorizar as polícias e o corpo de bombeiros com salario único para os soldados extinguindo a terceira categoria, pois estes profissionais dão sua vida pela segurança do cidadão de bem. Também as instalações de presídios e suas demandas sofrerão mudanças para a melhoria do aparato de segurança.

Austeridade Fiscal, Transparência e Convocação

Com duas folhas de atraso do funcionalismo público, promete colocar em dia o salário, as contas de fornecedores, repasse de verbas da saúde aos prefeitos, do transporte público, da falência da saúde dos hospitais públicos do Estado, Para tanto conta com o corte de incentivos fiscais que foi aprovado pela ALEGO para o ano fiscal que se inicia em sua gestão. Além de cortes, porque é necessário sanar as contas públicas, assinará decretos já no inicio da gestão.

O governador afirma que não pode estar distante do cidadão que trabalha e paga impostos, pois o dinheiro público não existe, mas sim o dinheiro do cidadão que paga impostos caros. Portanto o Governador pretende governar para o cidadão e devolver ao povo o Estado de Goiás. Terá compliance em cada secretaria, em cada autarquia ou empresa de governo através de parceria com a Procuradoria Geral do Estado e a Corregedoria Geral do Estado, para não ocorrer a corrupção, a fim de combatê-la na origem.

Dia 14 de janeiro virá ao Estado uma comissão para verificar a situação fiscal em que se encontra o Estado de Goiás composta pelo Ministério da Fazenda, Tesouro Nacional e Ministério da Previdência. Caiado já conversou com o Ministro da Economia Paulo Guedes para estudar o que pode ser feito.

Encerramento

Ao fim de seu discurso o Governador agradeceu as pessoas que estiveram ao seu lado ao longo da campanha, aos deputados dentre eles o presidente da casa José Vitti e José Nelto, aos seus filhos, sua esposa Gracinha Caiado e parentes, autoridades presentes. Logo após o encerramento da posse na câmara se dirigiu ao Palácio das Esmeraldas na Praça Cívica, junto com o vice-governador. Ao chegar o Governador Ronaldo Caiado realizou vistoria à tropa militar, após recebeu a faixa do Governador Jose Eliton. Após o Governador e vice discursaram reafirmando o compromisso de governar para o povo goiano e convocando todos a tomarem posse do Palácio das Esmeraldas.

Estiveram presentes à posse do Governador Ronaldo Caiado e do Vice-governador Lincoln Tejota; a Procuradora Geral da República Raquel Elias Ferreira Dodge, o Reitor da Universidade Federal de Goiás Professor Edward Madureira, Prefeito de Goiânia Iris Resende, Senador Wilder Morais, além de outras autoridades locais e de vulto nacional.

Por >Antônio Oliveira<

>+ Fotos<
__________
Publicidade
__________

Inscreva-se


TWITTER              InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage
Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: