Banner

Lideranças empresariais ressaltam importância de Gustavo Mendanha ser pré-candidato ao Governo de Goiás


Representantes da FIEG, Fecomércio e Aciag afirmam que Mendanha está preparado para ser governador

Durante reunião no final da tarde desta segunda-feira, 21, o pré-candidato ao Governo de Goiás, Gustavo Mendanha (sem partido), recebeu apoio ao projeto político de oposição de presidentes e lideranças importantes do setor de Indústria e Comércio. Os presentes declararam que Gustavo está preparado para o desafio, devido ao desempenho à frente do enfrentamento à covid-19, além da alta aprovação do governo executivo municipal.

Na ocasião estavam os representantes da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg); Federação do Comércio do Estado de Goiás (Fecomércio); Associação Comercial e Industrial de Aparecida de Goiânia (Aciag); Companhia de Desenvolvimento de Aparecida e Associação do Polo Empresarial de Goiás.


O evento foi organizado em conjunto pelo presidente da Aciag, Leopoldo Moreira; presidente da Companhia de Desenvolvimento de Aparecida, Luiz Maronezi, e pelo secretário municipal de Desenvolvimento Econômico de Aparecida, Marlúcio Pereira.

Estiveram presentes também o vice-prefeito de Aparecida, Vilmar Mariano, o deputado federal Professor Alcides, e os vereadores André Fortaleza, Diony Nery, Camila Rosa e Lelis.

O trabalho de Gustavo Mendanha pelo setor industrial foi destacado pelo presidente da Fieg, Sandro Mabel, que justificou seu posicionamento esperando ver avanços na industrialização do Estado assim como aconteceu em Aparecida. "A política econômica de Aparecida atrai um grande número de empresas e indústrias, formando um cenário ideal para a formação de negócios".

José Luiz Celestino, ex-presidente da Aciag, secretário do então governador Maguito Vilela e figura importante no segmento, lembrou da importância do ex-deputado Léo Mendanha na história do Estado para ressaltar a origem do Gustavo e afirmou sua capacidade de gestão a partir da votação expressiva nas urnas para o segundo mandato.

Outro ponto da gestão destacado na reunião foi o enfrentamento à covid em Aparecida, que adotou estratégias eficientes, garantindo a menor taxa de letalidade entre as cidades mais populosas do Estado, além de preservar a economia com o escalonamento regional intermitente. O presidente da Fecomércio, Marcelo Baiocchi, lembrou do momento e da participação dos empresários, que constantemente eram recebidos pelo gestor aparecidense. Isso deu a ele a certeza que Gustavo está preparado para qualquer desafio.

José Divino, representante da indústria e do vestuário, ressaltou a importância da figura de um governador atuante que desenvolva uma estrutura voltada para o setor.

Pela primeira vez, Aparecida terá um cidadão local disputando o governo do Estado. "Aparecida será agraciada com o governador que ela merece há tantos anos", disse Luiz Maronezi, presidente da Companhia de Desenvolvimento de Aparecida, ex-secretário estadual e ex-presidente da Aciag.

Na mesma linha de defesa em prol do projeto graças aos feitos em Aparecida, principalmente no setor econômico, e pela parceria desde o início do mandato, que sempre deixou as portas abertas, Gilberto Sebba, presidente da Associação do Polo Empresarial Goiás, atribuiu a pré-candidatura a uma grata surpresa e agradeceu por todo apoio aos empresários.

O pré-candidato a governador recebeu ainda as declarações de apoio de Osvaldo Zilli, ex-presidente da Aciag.

Gustavo faz compromisso de pré-candidato com o setor

Em seu discurso, Gustavo ressaltou a importância do trabalho à frente da Pandemia, que salvou vidas e evitou a quebra da economia. Essa estratégia foi realizada com base técnica científica aliada aos interesses comerciais. Baseado em uma estratégia israelense, o ainda prefeito de Aparecida implementou o isolamento social por escalonamento intermitente, que manteve o comércio aberto em dias alternados.

Após ouvir o apoio de diversas lideranças do setor industrial e empresarial, Gustavo assumiu o compromisso de criar um Conselho Consultivo de Representação do Setor produtivo/empresários de cada região do Estado para colaborar com ideias e participar do Governo.

"Mesmo com a pandemia, Aparecida não parou de crescer. Passamos de 37 mil CNPJs ativos para mais de 60 mil CNPJs ativos. Isso é fruto de uma mente empreendedora do povo aparecidense. Conseguimos avançar muito e espero levar essa agenda para o Governo do Estado", afirma Mendanha.

Simonny, assessora de imprensa Gustavo Mendanha

Ver mais sobre Aparecida AQUI
__________



Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscreva

Postar um comentário

Comentários