Banner

Anápolis: Mulher que incendiou filho recém-nascido conta detalhes


Durante depoimento à Polícia Civil, Isabella Freire, de 24 anos, contou como foram os dois dias que passou com o filho recém-nascido, antes de jogá-lo em um lote baldio do Residencial Cerejeiras, região Leste de Anápolis

A mulher entrou em trabalho de parto no último dia 03 de maio e foi dirigindo sozinha até a Santa Casa, onde deu a luz a um menino de dois quilos que nasceu saudável, apesar das várias tentativas de aborto e de não ter feito pré-natal.

Mãe e filho receberam alta no sábado, 08, e Isabella alega ter colocado o bebê no carro e dado várias voltas pela cidade sem saber o que fazer com ele. Ela então foi para casa e conta ter tentado amamentar o menino, mas não conseguiu e desistiu da ideia depois de perceber que o bebê havia adormecido.

Foi quando a jovem afirma ter decidido enrolar o recém-nascido em um cobertor e colocar no chão de um dos quartos da residência.

O menino teria permanecido no mesmo local durante os dois dias seguintes e em nenhum momento recebeu qualquer tipo de alimento por parte de Isabella.

Apenas na segunda-feira, 10, durante a manhã, é que ela pegou a criança no colo, colocou dentro de uma caixa branca totalmente fechada e levou para o banco traseiro da Ecosport, que seria de propriedade da mãe que estaria viajando.

Nesse momento, Isabella disse à Polícia que ainda não sabia o que fazer, mas que estava desesperada porque ninguém podia saber da gravidez e mais uma vez deu voltas pela cidade.

A família não sabia da gravidez de Isabella, ela disse que nunca quis o filho, então ela e o namorado resolveram fazer o aborto. As tentativas de aborto não deram certo e ela não contou ao namorado que não ficou sabendo da continuidade da gravidez.

Após várias voltas pela cidade Isabella encontrou um lote murado no Residencial Cerejeiras, como mostram as câmeras de segurança (Vídeo abaixo), e levou o bebê para os fundos do terreno. Ela alega não saber se ele ainda estava vivo ou morto porque não abriu a caixa para vê-lo pela última vez.

Isabella jogou álcool diretamente na caixa em que o bebê estava e usou um isqueiro para iniciar as chamas. Isabella só foi embora quando viu que a caixa com o recém-nascido estava incendiada. O corpo foi encontrado após um cachorro o arrastar para a rua.

Isabella Freire, natural da cidade de Itapuranga, havia se mudado para Anápolis com a mãe para estudar, responderá por homicídio qualificado, ocultação de cadáver e infanticídio. Informações Portal6


Vídeo mostra a mulher abandonando o bebê no lote:




Participe do nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/85ygW3M11MW0ahX805D59j Notícias da cidade de Anápolis e região

Acesse nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JBJD6YZE0scBGAqHecmyD6
Conteúdo e Notícias
Leia a descrição

Inscreva-se



Instagram Siga nosso Instagram  

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários