Banner

Por furar fila da vacina ex-secretário de Saúde de Pires do Rio vai pagar R$50 mil de multa

O ex-secretário de Saúde de Pires do Rio, Assis Silva Filho, assinou acordo de não persecução penal em que se compromete a pagar multa de R$ 50 mil por furar a fila da vacina contra covid-19 para beneficiar ele e a esposa, que não fazem parte do grupo prioritário

O acordo foi assinado com o Ministério Público Estadual. O valor será revertido para ações de combate à pandemia no município. 

Assis Filho também terá que prestar 100 horas de serviços à comunidade no Hospital Municipal de Pires do Rio, pelos próximos cinco meses.

Caso não pague a multa em caráter integral ou falte ao serviço comunitário, o MP dará andamento à denúncia por crime de concussão, tipificado no artigo 316 do Código Penal e que prevê pena entre dois e 12 anos de reclusão. 

Assis Filho pediu exoneração do cargo de secretário no último fim de semana, após a repercussão causada pela vacinação da esposa fora da fila de prioritários.

Na sexta-feira, 22, ele já havia sido afastado do cargo por 60 dias pelo juiz José dos Reis Pinheiro Lemes, que concedeu medida cautelar criminal requerida pelo MP. Via informações Mais Goiás

Postar um comentário

Comentários