Banner

Anvisa aprova CoronaVac e AstraZeneca, São Paulo aplica 1ª dose

Mônica Calazans, 1ª pessoa a ser vacinada no Brasil

A Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA) aprovou neste domingo, 17 de janeiro de 2021, as vacinas CoronaVac do Laboratório Sinovac e a AstraZeneca - Oxford para uso emergencial contra a Covid-19

Em reunião aberta que durou cerca de 5 horas, foram mostradas análises a cerca das duas vacinas com pedidos de aprovação feitos pelo Instituto Butantã e Fiocruz. Porém devido ao caráter emergencial a vacina não tem obrigatoriedade e deverá haver interlocução entre o aplicador da vacina e o paciente, bem como deverá assinar um termo de responsabilidade.

A diretora da ANVISA, Meiruze Freitas, em sua relatoria destaca que não se sabe o tempo de duração da imunização, porém a vacinação pode ajudar a evitar a proliferação da doença, em que o indivíduo ao ser vacinado evita danos graves a saúde. A vacina além de proteger o indivíduo, também protege a coletividade, pois não há medicamentos profiláticos eficazes e, portanto na sua capacidade em proteger contra uma doença grave a mortalidade é o parâmetro de relevância para a avaliação de eficácia contra o Sars/Cov 2. Desse modo os benefícios potenciais conhecidos das duas vacinas superam os riscos, Logo ambas atendem aos critérios de eficácia e segurança.

A aprovação foi unânime das vacinas de Oxford e do Butantã, pelo colegiado da Anvisa formado pela diretora e relatora Meiruze Freitas, diretor substituto Romilson Mota, diretor Alex Campos, diretora Cristiane Jourdan e pelo diretor presidente Antonio Barra que ressaltou a importância da vacina em caráter emergencial, experimental e temporário. E, portanto a vacina não pode ser obrigatória e sim voluntária com a necessidade em assinar um termo de comprometimento de uso ao ser vacinado.

Após a conclusão dos votos feitos pela Anvisa, em Brasília, o Governo do Estado de São Paulo, já aplicava a primeira dose da CoronaVac do laboratório Sinovac em Mônica Calazans, 54 anos, enfermeira do Hospital Emílio Ribas.

Por Antonio Oliveira 


Acesse nosso grupo no WhatsApp: https://chat.whatsapp.com/JBJD6YZE0scBGAqHecmyD6
Conteúdo e Notícias
Leia a descrição

Inscreva-se



Instagram Siga nosso Instagram  

Curta a FanPage

Postar um comentário

Comentários