Banner

Maior ladrão de caminhonetes de Goiás é encontrado morto em cela, em Uberlândia


Ele estava com um lençol amarrado no pescoço. Polícia acredita que tenha sido suicídio

Considerado um dos maiores ladrões de caminhonetes e carros de luxo de Goiás, André Daher Elias, de 31 anos, foi encontrado morto na cela em que estava no presídio de Uberlândia nesta sexta-feira, 7.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais, Daher estava sozinho na cela e foi encontrado por um dos detentos que faz a entrega das marmitas.

André Daher estava com um lençol amarrado ao pescoço. A suspeita é que ele tenha cometido suicídio.

A perícia da Polícia Civil esteve no local e conduziu o corpo ao Instituto Médico Legal.

André Daher estava preso desde o dia 21 de Setembro de 2019. Ele foi preso nesse mesmo dia pela Polícia Rodoviária Federal em Uberlândia após ser parado em uma blitz. Ele estava foragido após romper a tornozeleira eletrônica. No momento da prisão, o foragido apresentou um nome diferente, mas os policiais desconfiaram e constataram se tratar do famoso ladrão de caminhonetes.

Daher iniciou no crime com 18 anos, quando foi preso por receptação em Goiânia, em 2008. Desde então, foi preso quatro vezes e conseguiu fugir três vezes. Em 2018, a Polícia Civil descobriu que Daher comandava roubo de carros e caminhonetes de dentro da cadeia, mesmo assim algum tempo depois foi para o semiaberto, rompeu a tornozeleira eletrônica e ficou foragido até 2019 quando foi recapturado. Via Mais Goiás
__________



Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam

Postar um comentário

Comentários