Banner

Rio Verde: Vereador que manteve funcionário fantasma é acionado pelo Ministério Público


O Ministério Público de Goiás (MP-GO) propôs ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o vereador de Rio Verde Iran Mendonça Cabral, decorrente de contratação de servidor fantasma para seu gabinete, entre os anos de 2011 e 2012

Segundo apurado pela 4ª Promotoria de Justiça da comarca e pelo Centro de Inteligência do MP-GO, o contratado teve seus rendimentos depositados pelo Legislativo e os valores foram repassados às contas da mãe e sobrinho do parlamentar, bem como para um dono de posto de combustível e para o próprio servidor fantasma.

No último caso, por duas vezes os valores foram repassados ao próprio servidor fantasma, quando o MP abriu a investigação, o que, para a promotora de Justiça Renata Dantas de Morais e Macedo, evidencia a intenção de confundir a apuração em curso.

Na ação, foi requerido liminarmente o bloqueio de R$ 461.808,87 em bens do acionado. 

No mérito, pede-se a sua condenação nas sanções da Lei de Improbidade Administrativa, inclusive ao pagamento por dano moral coletivo. Fonte: Cristiani Honório / Assessoria de Comunicação Social do MP-GO
__________




Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:

Postar um comentário

Comentários