Cristalina: Com a ajuda do amante mulher mata marido e joga corpo em cisterna

agosto 25, 2019

Elenita de Sousa, de 52 anos, havia ido à delegacia para registrar o desaparecimento do companheiro, José Roberto Pereira de Oliveira, de 50

A polícia desconfiou da versão dela e encontrou o corpo da vítima em uma cisterna na fazenda do vizinho.

O corpo do caseiro José Roberto Pereira de Oliveira, 50 anos, foi encontrado dentro de uma cisterna na fazenda de um vizinho, em Cristalina, no Entorno do Distrito Federal.

Segundo a Polícia Civil, o morador da propriedade, Antônio André da Silva, de 62 anos, foi preso suspeito de cometer o crime com a ajuda da mulher da vítima, Elenita Santiago de Sousa.

"Levantou-se a suspeita de que a Elenita tinha um caso com o Antônio e que, por causa disso, José Roberto foi tirar satisfação com Antônio. O Antônio contou que houve uma briga e que a vítima foi agredir ele. Nisso, a Elenita deu uma martelada na cabeça do marido, e eles jogaram o corpo na cisterna", disse o delegado Fabiano Medeiros Laignier de Souza, responsável pelo caso.

Antônio e Elenita não tinham apresentado advogado à Polícia Civil até a publicação desta reportagem. Segundo o delegado, eles confessaram ter cometido o crime.

FALSO DESAPARECIMENTO

Em 7 de agosto, Elenita havia procurado a Polícia Civil para registrar o boletim de ocorrência acusando o desaparecimento do marido. Na ocasião, ela disse que José Roberto havia desaparecido três dias antes, após ter sido levado por dois homens em um carro preto.

A polícia desconfiou da versão apresentada por ela e descobriu o envolvimento da mulher no crime. De acordo com o delegado, Elenita apresentou contradições durante os depoimentos.

"O José Roberto vivia enclausurado. Havia meses que não saía de casa. Não tinha condição de ele arrumar inimizade com alguém. A fazenda é bem longe. Alguém para ir lá matar ele tinha que estar com muito ódio dele. Eu vi que a história estava mal contada", disse.


Na segunda-feira (19), o corpo de José Roberto foi encontrado na cisterna da fazenda de Antônio. Elenita e Antônio foram presos, em flagrante, por ocultação de cadáver. Além deste crime, eles devem ser indiciados por homicídio qualificado. Fonte: G1 Goiás
__________




Para ver mais vídeos do Canal da Lucieni, se inscrevam:
Próxima Postagem
« PRÓXIMA
Postagem Anterior
ANTERIOR »

Deixe seu Comentário: