Descaso com Servidores de Goiânia

janeiro 20, 2019

Indignação é pouco para descrever o descaso que a Prefeitura e a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Goiânia, têm tratado seus profissionais, mais precisamente os Auxiliares de Atividades Educativas. Pois como já veiculado neste e em outros veículos de comunicação da grande Goiânia, estes profissionais concursados em edital 001/2016, até hoje lutam para adquirir o que lhes Fora prometido.

Existem processos abertos há mais de 06 meses, como é o caso do auxiliar Antonio José C.O., o qual entrou no dia 27 de junho de 2018, e até o momento seu processo e outros se arrastam dentro dos órgãos das secretarias da prefeitura de Goiânia. Esta morosidade têm deixado estas pessoas desmotivadas para exercer uma atividade tão importante para a sociedade que vai além de cuidador de crianças nos Centros Municipais de Educação Infantil (CMEI), pois é parte de seu trabalho participar do processo pedagógico e desenvolvimento destas crianças.

A Secretaria bem como a prefeitura de Goiânia nas pessoas do Professor Marcelo Ferreira da Costa e Iris Rezende respectivamente poderiam e deveriam ter mais apreço a estes profissionais que exercem uma atividade ímpar para a formação do novo cidadão e recebem um salário abaixo, indigno da função que exercem, os colocando financeiramente de forma vexatório a viverem com um salário de R$ 1084,00 (um mil e oitenta e quatro reais), com os 30% ofertado em edital amenizaria esta situação, mas estes governantes não tem a menor solicitude em fazer valer a lei.

Ficam algumas perguntas sem respostas plausíveis para tamanho desmando:.

Quando será que terão oportunidade de receber aquilo que é de direito de acordo com a lei?

Quando será que se cumprirá o que ofereceram no edital 001/2016?

Quando será que o cumprimento da lei será para todos e não para meia dúzia?


O referido servidor citado acima está indignado e propenso a largar suas funções e tão logo possa, pedirá exoneração, assim como outros colegas de profissão que já deixaram o serviço publico. Pois além do salário abaixo do “combinado” em edital existem outros fatores que culminam no desinteresse do cargo de Auxiliar de Atividades Educativas, Abaixo o servidor Antonio José – AAE se direciona em carta aberta direto ao chefe da SME:

_"Olha já estou no serviço ativo desta secretaria desde 18 de Outubro de 2017, numa função que por muitas vezes exacerba o cargo, pois somos muitas vezes obrigados a assumir salas e a nos virar, devido a falta de pedagogos ou mesmo quando temos profissionais que não sabem nada, apesar de terem o diploma. Pois bem me candidatei a este cargo e óbvio não pretendo morrer nele, apesar de não sabermos o momento seguinte.

_Caríssimo, sei que seu salário não falta e és bem remunerado pelo que faz, claro estudou e tem seus louros pra isso, MAS PENSE NO CHÃO DA SUA SECRETARIA, olhe para aqueles que carregam o futuro da nossa cidade no dia-a-dia
;.

_Já nao sei mais o que fazer.

_Oras penso que não devo fazer nada.

_Oras penso que devo fazer alguma coisa

_Como pedir exoneração, por exemplo..

_Mas preciso destas migalhas por enquanto.

_Porém, não sei até quando poderei suportar tanto descaso.

_O senhor não acha uma incoerência tamanha o que nos fazem?

_Então senhor Secretário e toda a sua diretoria e os outros secretários da Prefeitura, estou desanimado, desmotivado, sem forças pra sequer voltar ao trabalho. indignação é tamanha ao ponto de literalmente "chutar o balde". Mas ainda tenho valores intrínsecos e por enquanto procuro a retidão! Bem mil reais esta abaixo do que seria necessário para fazer a feira do mês, sei que prestei um concurso cujo edital lançado há três anos era em torno de R$ 1.350,00, todavia não foi cumprido o edital e passamos a fazer uma via cruz em busca do direito irreal, em que a cada departamento parece que as pessoas ganham bônus para manter o documento em movimento de “inercia”, digo, trânsito e quando você vai até um funcionário de uma repartição a qual se encontrava o processo, as pessoas dizem que o processo estaria em transito que apesar de recebido pelo sistema, não se encontrava ali, um disparate não é mesmo ?!

Meu repúdio e minha desconsideração
".

Antonio José da Conceição Oliveira.

Servidor SNE – Prefeitura de Goiânia

Lamentável os burocratas e sua servidão, lamentável os burocratas e seus processos, lamentável os burocratas e o seu deszelo pelos servidores de baixo escalão.

__________

Inscreva-se


TWITTER              InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage
Próxima Postagem
« PRÓXIMA
Postagem Anterior
ANTERIOR »

Comente com o Facebook: