Ideologia de gênero: desonestidade intelectual!?

agosto 20, 2018
Por | André Luís, Tiranossaurus Rex
Ideologia de gênero: tentativa de manipulação social imposta nos resultados de gênese biológicos
Existe uma forte tendência mundial em tentar mudar o padrão social existente desde a era das cavernas, que é o padrão familiar convencional: pai, mãe, filhos e filhas. Essa tendência de tentativa de mudança da dinâmica social já é bem antiga. Remonta a 4.300 anos atrás, tendo sido iniciada pela população na Suméria, mais especificamente pelo primeiro governante humano da Suméria, conhecido mundialmente até hoje pelo seu nome: Ninrode, o fundador da cidade de Babilônia.

Ele extrapolou todos os limites do que possa ser considerado razoável e saudável nas relações humanas: como o criador do primeiro império da humanidade ele passou a ser venerado e adorado como o primeiro deus humano vivo de que se tem registros históricos confiáveis. E na condição de rei / deus humano da Suméria ele era admirado e venerado pelos seus súditos e temido por todos, dessa forma seu comportamento e suas atitudes serviam de exemplo para todo o seu império.

Certo dia Ninrode decidiu estuprar sua mãe Semíramis e ela gostou de ser estuprada pelo próprio filho, desejando ser estuprada por ele mais vezes até que mãe e filho decidiram se casar. A mãe Semíramis se casou com o seu filho Ninrode e ficou grávida dos estupros dele e assim num belo dia 25 de dezembro de 42 séculos atrás nasceu Tamuz, o filho de Ninrode e Semíramis.

Como Ninrode era considerado um deus rei na Babilônia e em toda a Suméria seu exemplo se espalhou para os habitantes do seu reino, o que inevitavelmente acabou criando o império da orgia e da suruba na Terra.

Basta analisarmos a seguinte simples questão: Ninrode era filho e ao mesmo tempo marido de Semíramis, enquanto isso Semíramis era esposa e mãe de Ninrode. Tamuz era filho de Ninrode, mas por ser filho da mãe de Ninrode então Tamuz também era irmão de Ninrode, ou seja, Tamuz era filho de Ninrode e irmão de Ninrode ao mesmo tempo. Por essa mesma lógica Tamuz era filho de Semíramis, mas por ser filho do filho de Semíramis então Tamuz passa a ser neto de Semíramis ao mesmo tempo, ou seja, Tamuz era ao mesmo tempo filho e neto de Semíramis.

Como Ninrode era adorado como um deus então sua mãe e seu filho passaram a ser venerados como divindades pertencentes ao mesmo nível do deus / rei humano Ninrode, gerando assim a primeira Trindade de deuses da história da humanidade. Trindade esta que passou a ser adorada com nomes diferentes em todas as religiões do mundo no momento que a primeira civilização da história começou a se dispersar pelos quatro cantos do mundo. Essa dispersão da humanidade levou também consigo a memória subconsciente de liberdade sexual total e orgia, conforme aprendido pelos seus ancestrais na Suméria antiga.

Desde então nos últimos quarenta séculos temos assistido a alternância de impérios que ascendem ao poder através de organização e caem através de orgias. Os livros de história estão repletos de exemplos de grandes impérios que deixaram de existir por causa da vaidade, da luxuria e da cobiça, que envolve jogo de poder, traições, inveja, mentira e todo tipo de artifícios para satisfazer os desejos pessoais de alguém importante com influência suficiente para derrubar esse império.

Podemos nos lembrar da catástrofe grega e troiana no conto de Helena de Troia, ou no trágico fim do Império Egípcio nas mãos de Cleópatra diante do império Romano, que também caiu com a degradação moral de sua sociedade, e não precisamos ficar analisando a queda de cada um dos grandes impérios pois chegaremos a inevitável conclusão de que alguém doentiamente egoísta em alto escalão foi o responsável pela queda da maioria dos impérios da história humana.

Assim chegamos ao século 21. Hoje temos uma batalha que não é travada com armas, pois os comunistas / socialistas já perceberam que não vão conseguir vencer essa batalha com o uso de armas, então através da filosofia de um de seus mentores, o italiano Antônio Gramsci, os comunistas / socialistas decidiram trazer para os dias atuais os costumes do império da orgia babilônica gradualmente implantando essa ideologia nas escolas nos últimos 80 anos. O processo foi gradual tal qual colocar um animal vivo na panela e ir esquentando a água aos pouquinhos sem que o animal sinta que está sendo cozinhado.

Na mente deturpada da esquerda a forma que eles têm de atacar a propriedade privada é destruindo a família convencional para assim destruir a transmissão de herança entre pais e filhos, pois na sociedade incestuosa que eles pretendiam implantar ninguém saberia quem é pai de ninguém e assim não existiria transmissão de herança e dessa forma o processo forçado de comunização de bens e nivelamento social ficaria mais fácil de ser conquistado. O que eles não pararam para pensar é que tentar atacar padrões econômicos implantando mentiras para mudar padrões sociais não tem como funcionar!

Essas mudanças graduais consistiram numa série de etapas cujo objetivo final era a implementação da cultura de liberdade sexual total que foi vivida na maioria dos impérios da história desde Babilônia, Grécia, Roma, Egito, etc. O primeiro passo para se atingir esse objetivo é a castração moral, intelectual, emocional, e psicológica dos homens, primeiramente desarmando os homens e proibindo que circulem com espadas ou armas de qualquer tipo, depois envergonhando-os quando querem demonstrar e expressar sua masculinidade e virilidade, e na última etapa, recriminando-os quando demonstram orgulho por serem machos. Essa intervenção cultural manipulada chegou até ao absurdo de insinuar que um homem que decidisse usar sua barba que cresce todos os dias no seu rosto seria algo socialmente inaceitável e recriminável.

Dessa forma sutil essa intervenção cultural e ideológica nos últimos 80 anos foi transformando os homens comportamentalmente em moças sublimes e inofensivas do sexo masculino, abrindo assim o caminho para a efeminação da sociedade.


A segunda etapa desenvolvida com ímpeto e velocidade inacreditáveis foi a ideia de que os homens deveriam se espelhar nas mulheres e que os valores femininos no mundo deveriam ser colocados acima dos valores masculinos, novamente recriminando os homens por serem homens, criando a ferramenta de divisão e pressão social chamada “feminismo” como a vanguarda e a ideologia de salvação da humanidade, sendo que os valores e formas de funcionamento dos cérebros de homens e mulheres são diametralmente opostos e diferentes, mas não significa que uma das partes tenha uma visão de mundo melhor do que a outra que deva suplantar e sufocar a outra parte, mas sim, significa que essas visões diferentes da realidade são complementares e devem se unir para trabalhar em conjunto para o bem da perpetuação da espécie humana em geral.

Com esta etapa atingida os comunistas da alta cúpula mundial da Internacional Comunista, organização centenária que controla todos os partidos políticos de esquerda de todo o planeta Terra e todos os movimentos sociais subversivos, inclusive com ligações com forças revolucionárias armadas no mundo inteiro, grupos de tráfico de armas, de drogas, de crianças, de mulheres, e grupos terroristas, começaram então a próxima etapa da transformação da sociedade em uma orgia babilônica fazendo nascer no mundo a ideologia de gênero e o socioconstrutivismo, que são teorias pedagógicas repletas de desonestidade intelectual, totalmente fora do que já é convencionado pela literatura científica pedagógica dos últimos séculos e cheia de conjecturas e suposições não embasadas nos últimos resultados das descobertas científicas da neurociência, da psicologia, da química e da biologia.

Essa ideologia comunista de gênero que está sendo ensinada nas escolas para as crianças diz que nenhuma criança nasce nem macho nem fêmea e que a criança precisa se descobrir através de simulações de experimentação de situações abstratas não-sexuais que remetam em seu subconsciente ainda em formação às suas futuras experiências sexuais para que possam se descobrir sexualmente, ou seja, uma crápula manipulação da inocência das crianças para induzi-las a inverterem seus comportamentos já pré-programados no nascimento.

Se essa dominação intelectual comunista continuasse por mais 50 anos eles teriam conseguido criar a sociedade ideal que eles pretendiam, destruindo o modelo patriarcal e criando famílias incestuosas assim como eram as famílias da cidade de Babilônia na Suméria. O problema dessa ideologia de gênero da esquerda comunista é que ela é totalmente baseada em conjecturas e hipóteses de modelos preconcebidos das conexões neurais sem qualquer embasamento científico sólido.

A verdade biológica é bem diferente de qualquer ideologia. Basta estudar qualquer livro de biologia da sexta série na seção sobre genética e embriologia para constatar uma verdade universal inquestionável e indestrutível: o padre Gregor Johann Mendel já provou há quase dois séculos que todas as espécies têm um certo grau de parâmetro de variação de desenvolvimento embriológico que sofre alterações durante o seu desenvolvimento fazendo com que sejam espécimes híbridas com padronagem hormonal transversal em relação à programação da genética original geral de sua espécie.

Já está mais do que constatado e confirmado que uma pequena parcela de exemplares de cada espécie do reino animal e vegetal acaba por sofrer algum tipo de interferência durante o seu processo de desenvolvimento fazendo com que aquele exemplar daquela espécie surja com uma programação de descarga hormonal ou padronagem nervosa que seja diferente da maioria dos demais indivíduos naquela mesma espécie.

Então cientificamente falando a ideologia de gênero e o socioconstrutivismo nada mais são do que mentiras, pois pessoas gays e trans já nascem com sua programação genética hormonal invertida através de uma anomalia ocorrida na sexta semana de gestação do feto, onde na minoria dos casos, a mãe sofre algum tipo de abalo emocional durante a sexta semana de gravidez transmitindo ao suscetível feto uma violentíssima carga hormonal que desregula o desenvolvimento do pequeno cérebro do feto justamente na semana de gravidez em que este feto está desenvolvendo seu órgão sexual, pois até a sexta semana de gestação todos os fetos são assexuados.

Na maioria das gestações convencionais, na sexta semana, o feto vai desenvolver seu sexo e seu pequeno cérebro vai desenvolver a sua programação hormonal condizente com o seu sexo. Nas poucas gestações onde a mãe sofre algum abalo psicológico / emocional durante a sexta semana isso desregula toda a programação hormonal do cérebro do feto fazendo com que ele desenvolva um órgão genital diferente da padronagem hormonal que o seu cérebro vai produzir.

Em poucas palavras, resumindo cientificamente, como já comprovado e demonstrado há mais de dois séculos, a minoria de exemplares gays em todas as espécies vivas não passa de uma disfunção e uma desregulação no processo de desenvolvimento daquele exemplar da espécie, por isso o fenômeno homossexual é recorrente na natureza, mesmo sendo praticado pela minoria, em todos os momentos da história e em todas as espécies vivas.

Portanto não existe opção sexual, a pessoa gay já nasce gay, já nasce com desejo por pessoas do mesmo sexo, então, portanto, a ideologia de gênero não pode e não deve mais ser ensinada nas escolas, pois é uma ideologia cientificamente criminosa, desonesta e claramente manipuladora para tentar mudar uma sociedade que não tem como ser mudada, pois nenhuma ideologia nunca será igual ou maior do que a genética, a biologia, a química e a matemática de funcionamento bioquímico / eletromagnético programado por DNA no corpo humano! E é justamente por isso que os comunistas perderam no jogo político mundial e a esquerda está finalmente sendo sepultada em vários países, inclusive aqui no Brasil, pois o discurso da esquerda é baseado em mentiras e conjecturas, mas o pragmatismo cientificamente comprovado é superior e sempre será superior a qualquer teoria ou ideologia.

A esquerda perdeu e foi sepultada por suas próprias mentiras. É impossível tentar argumentar uma teoria de ideologia de gênero sobre uma constatação, um axioma científico de Leis biológicas. É por isso que os índices educacionais brasileiros estão entre os piores do mundo: pois perde-se uma parcela preciosa do tempo em sala de aula discutindo-se sexualidade ao invés de se desenvolverem atividades voltadas ao aprimoramento técnico e à produtividade profissional futura dos alunos! 

Babilônia foi destruída e nunca mais existirá neste planeta! A manipulação da esquerda comunista mundial acabou. A verdade venceu! A verdade sempre vence!

>ANTERIOR DE ANDRÉ LUÍS<

Acesse e veja mais conteúdo por >André Luís<

André Luís, pseudônimo: Tiranossaurus Rex – Embaixador Mundial da Paz, membro da organização imperial mundial: Royal Society Group / publicitário / inventor / filósofo / músico / integrante da Royal Academy International / integrante do parlamento virtual da ONU, registrado na sucursal da ONU em Bonn, na Alemanha, sob o número de registro 849.381 / membro da Royal Society of Science, Art and Design / membro honorário das seguintes ordens cavaleirescas mundiais: Ordem dos Cavaleiros Templários; Cavaleiros Sarmathianos da Ásia Central; Cavaleiros de Malta; Cavaleiros Teutônicos da Alemanha; Cavaleiros Hospitalários de Jerusalém / também membro e integrante de diversas outras ordens imperiais, cavaleirescas e diplomáticas mundiais / membro da Federação Brasileira dos Acadêmicos das Ciências, Letras e Artes, e colunista dos jornais Diário da Manhã e The New York Times: advertisingpropaganda@gmail.com
__________

Inscreva-se


TWITTER            InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage
Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: