Goiânia: CEI da Saúde pede prisão preventiva da secretária Fátima Mrué

abril 12, 2018
Por Heloiza Amaral Nogueira
Foto: Wictória Jhefany



Após recusa da secretária municipal de Saúde, Fátima Mrué, em fornecer informações à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga irregularidades na área, os vereadores fizeram uma reunião extraordinária, nesta quarta-feira (11), e votaram por nova convocação de Fátima, para explicar, entre outros fatores, o caso dos aparelhos de raio-X em contrato com a Techcapital e a existência de equipamentos novos no almoxarifado da secretaria. Ela será ouvida na próxima reunião da comissão, marcada para sexta-feira (13), às 8h30, na Sala das Comissões da Câmara.

Os membros da CEI também aprovaram por unanimidade requerimento de autoria dos vereadores Elias Vaz (PSB) e Jorge Kajuru (PRP), pedindo ao Ministério Público a prisão preventiva da secretária, por obstrução de investigação, além de requerimento de busca e apreensão de documentos necessários ao trabalho da comissão e não enviados por Fátima Mrué. A vereadora Priscila Tejota (PRB) sugeriu à CEI chamar o prefeito Iris Rezende (MDB), para explicar, em plenário, a situação da Saúde no município.

Manifestação

Nesta tarde, às 16 horas, os vereadores da CEI da Saúde participarão de manifestação organizada pelos moradores do bairro Finsocial, para reclamar do sucateamento e da possibilidade de fechamento do Cais. A população reclama que a secretaria retirou equipamentos e médicos da unidade, redirecionando-os para o Cais do Urias Magalhães, reaberto há dois meses, após quatro anos sem funcionamento.


Post: Lucieni Soares

Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: