Galeria dos Estados no centro de Brasília passa por manutenção preventiva

fevereiro 25, 2018

Trabalhos tiveram início na manhã deste sábado (24). A previsão é liberar totalmente o trânsito de pedestres na segunda-feira (26) e continuar com intervenções pontuais ao longo da semana

A Galeria dos Estados, no centro de Brasília, começou a receber, na manhã deste sábado (24), ações de manutenção na edificação. Desde às 8h30, equipes da Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap), com o apoio do Departamento de Estradas de Rodagem do Distrito Federal (DER-DF), trabalham no local.

Enquanto as ações ocorrem, equipes do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) controlam a travessia de pedestres na parte superior da galeria.

É manutenção preventiva para que pedestres e lojistas possam continuar utilizando (o espaço) em segurança”, destacou o diretor-presidente da Novacap, Júlio Menegotto.

De acordo com ele, a área vem sendo monitorada por sensores e apresenta-se estável. “Essa instrumentação serve para mostrar como a estrutura está se comportando. É mais uma segurança para a gente ter nas atuações”, completou o diretor-geral do DER-DF, Márcio Buzar.


A previsão é liberar totalmente o trânsito de pedestres na segunda-feira (26) e continuar com intervenções pontuais ao longo da semana.

Os trabalhos foram iniciados pela retirada do forro da galeria. “A ideia é fazer uma inspeção completa para atualizar o projeto de licitação, que deve ser lançado nos próximos dias”, ressaltou Menegotto.

Paralelamente a esses trabalhos, outras ações serão feitas, como reforço em parte da laje, remoção de infiltrações e limpeza de galerias de águas pluviais na parte superior da edificação. Também será feito o escoramento da área.

O administrador Regional do Plano Piloto, Gustavo Amaral, também esteve na galeria e destacou que o órgão auxiliará na remoção temporária de lojistas para que sejam feitos trabalhos no local, caso haja necessidade desse tipo de intervenção.

O bloco do viaduto que caiu em 6 de fevereiro foi demolido e removido.

Um martelete mecânico acoplado a uma máquina de grande porte auxiliou os trabalhos. “O material que vai sair desse bloco vai para a Novacap, onde vamos triturar e separar em três tipos de materiais, que vão virar meio-fio, tampa de boca de lobo, ser reaproveitados”, detalhou.

DA AGÊNCIA BRASÍLIA
_________


TWITTER             InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage
Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: