Matemática e games? Eis a questão!

março 31, 2017 0


Eu sou professor de matemática na Escola Municipal Irmã Catarina Jardim Miranda, em Senador Canedo (GO), e sempre fui muito insatisfeito com modo tradicional de ensinar a disciplina. Da minha ansiedade por fazer práticas em que as crianças e adolescentes pudessem pensar matematicamente, e não apenas reproduzir saberes, nasceu a ideia de criar o Mattics, um projeto que une matemática e games.

Sempre tentei fazer atividades lúdicas e divertidas para os estudantes. Cheguei a produzir alguns jogos para trabalhar conteúdos ou fazer atividades, mas percebi que as crianças também tinham curiosidade em saber como elas poderiam fazer seus próprios games. Pela minha experiência prática, sempre atento ao que os alunos querem, pensei em aproveitar esse interesse para ensinar matemática.

Por trás dos jogos, há muita matemática, programação e desenvolvimento de raciocínio lógico. Eles possibilitam inverter a lógica do treinamento na matemática e quebram aquele receituário cheio de exercícios que não fazem sentido para os estudantes e pouco se justificam na educação básica.

Depois de fazer uma experimentação com linguagem computacional e aprimorar o trabalho com Scratch, como resultado do trabalho e esforço de várias mãos, começamos o projeto em 2015, no contraturno e de maneira totalmente voluntária. Passamos um semestre fazendo o planejamento e o desenvolvimento de atividades que articulam matemática e programação.

Quando demos início ao Mattics, não começamos a trabalhar imediatamente com a construção de jogos, porque isso requer um conhecimento aprimorado. Fizemos algumas animações mais simples, trabalhando com bases de repetição e condicionais. Depois de um tempo, o projeto e as atividades foram evoluindo. A ideia era nunca colocar os conteúdos de matemática dentro de uma caixinha, mas problematizar e contextualizar a disciplina conforme o interesse dos estudantes.

O projeto foi dividido em três momentos fundamentais. A primeira fase envolveu a escolha do tema, que poderia ser desperdício de água, poluição, violência doméstica ou qualquer outro assunto que fosse apresentado pelos alunos. Neste momento, discutimos os personagens e qual seria o objetivo do jogo, trabalhando com a ideia de narração e produção textual.

A segunda parte foi um pouco mais mão na massa. Quando os personagens e objetivos do jogo foram estabelecidos, os alunos começaram a fazer a sua construção na plataforma Scratch. A partir das necessidades que eles apresentavam, mobilizamos alguns significados matemáticos e conhecimentos em linguagem de programação.

No final desse processo, as crianças apresentam os jogos criados para toda turma. Elas tiveram a oportunidade de receber feedback dos colegas e do professor para aprimorar suas construções. Foi aí que também aproveitamos para formalizar os conteúdos matemáticos aprendidos.

O projeto, que teve início com uma turma do 6º ano do ensino fundamental, hoje completa dois anos. Para ampliar essa ideia, estamos começando a formar novos professores. Todo mundo trabalha de forma voluntária para contribuir com a escola pública e apresentar a matemática de uma nova forma.

Entre os principais resultados pedagógicos do projeto, conseguimos perceber alunos melhores no sentido de participação, produção, proatividade e responsabilidades. Tínhamos um alto índice de evasão, e agora eles vão para a escola todos os dias. Eles mostraram que conseguem fazer coisas incríveis.

Neste ano, o projeto irá incentivar que os estudantes construam jogos para ajudar no tratamento de Parkinson. Eles vão visitar hospitais públicos da cidade e interagir com pacientes para produzir animações e programar um game.

Existem dois tipos de alunos: aqueles que aprenderam e aqueles que ainda estão aprendendo. A matemática não é só para alguns, todos podem aprender.


Greiton Toledo de Azevedo

É professor da rede pública e particular de ensino. Graduado em matemática pela UFG (Universidade Federal de Goiás), tem especialização em educação matemática e mestrado em educação em ciências e matemática. Escreve livros paradidáticos para ensino fundamental 1 e presta assessoria para a Revista Nova Escola. Em 2016, conquistou o Prêmio Nacional Educador Nota 10 com o projeto “Matemática e games? Eis a questão!”.
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Em quatro anos, PROS já recebeu R$ 35 milhões do fundo partidário

março 29, 2017 0

Criado em 2013,  em Planaltina de Goiás (GO), pelo ex-vereador Eurípedes Gomes de Macedo Júnior, o Eurípedes Júnior, o PROS (Partido Republicano da Ordem Social) já tinha, na conta bancária, dois anos depois, um saldo de R$ 14 milhões, de acordo com dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em quatro anos, o partido recebeu R$ 35 milhões do fundo partidário. A legenda nanica chegou quase a ser média, com nomes de peso na composição como os irmãos Ciro e Cid Gomes, que a deixaram pelo PDT em 2015. Nas eleições de 2014, o Pros elegeu 12 deputados federais e chegou a ter 21 representantes na Câmara. Hoje, a bancada tem somente cinco deputados com mandato em exercício.
Eurípedes Júnior
O Ministério Público Federal (MPF) apura denúncia de que o ex-vereador Eurípedes Júnior, presidente do Partido, teria usado verba do fundo partidário na compra de um helicóptero. De acordo com a denúncia do MPF, Eurípedes ainda teria usado a verba para viajar para a Europa e China.

O especialista em direito eleitoral Arlindo Fernandes explica que esse tipo de desvio do fundo partidário só é possível em legendas totalmente sem comando. Fernandes acredita que, em uma agremiação partidária, além do controle formal do TSE, há um sistema de organização colegiada onde os próprios políticos não permitem que isso aconteça, pois é uma prática que não sai impune. “Isso não é uma normalidade. Em um partido minimamente organizado isso, não acontece. É ônus político muito grande e o partido não quer que isso aconteça. O recurso do fundo é muito regrado. O mínimo de colegialidade é capaz de dar ao uso do dinheiro alguma racionalidade. A regra é essa. Esse caso é uma exceção”, comentou.

Na opinião do cientista político da Universidade de Brasília (UnB) David Fleischer, o caso do Pros é um exemplo de uma sigla abandonada, sem dono e sem controle. “É um aproveitamento da legislação que existe.”

Verba distribuída

O fundo de assistência financeira aos partidos é constituído de doações da União, multas, penalidades e outros recursos atribuídos conforme previsto no artigo 38 da Lei nº 9.096/95. A exigência é que as legendas tenham registros no Tribunal Superior Eleitoral e estejam com a prestação de contas em dia.

O dinheiro é destinado aos partidos de duas formas:

» Duodécimo: valor total do ano, dividido em 12 parcelas iguais disponibilizadas a cada mês.

» Multas do Código Eleitoral e Leis Conexas: dependem do total arrecadado no mês anterior.

Como é o cálculo da divisão geral?

» 5% do total do Fundo Partidário é dividido em partes iguais pela quantidade de partidos aptos e registrados no TSE.

» 95% do total é distribuído às siglas na proporção dos votos obtidos na última eleição geral para a Câmara dos Deputados.


Com informações de Renato Souza / Tribunal Superior Eleitoral / Correio Braziliense
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

A carne é fraca, mas a ganância é forte

março 29, 2017 0


O prato típico do brasileiro é arroz, feijão, carne e salada. Na nossa cultura tem feijoada, costelada, galinhada, etc… Na média, um brasileiro come perto de 40 quilos de carne bovina por ano.

Muitas famílias têm orgulho de ter carne na refeição. Ir à churrascaria é ostentação. Mas a operação Carne Fraca abalou o consumo de produtos de origem animal. A dúvida pairou. Será que o alimento que tem chegado a nossa mesa é confiável?

Pensei na minha avó que lava a carne para matar as bactérias externas. Mal sabe ela que o problema se inicia na produção.

A Polícia Federal denunciou cerca de 30 empresas que fraudaram a carne no Brasil. Elas alteraram a data de validade, adicionaram ácido para mascarar o cheiro de podre, injetaram água para aumentar o peso e usaram até papelão para preencher embutidos.

A operação Carne Fraca pontuou que o problema não é a carne, mas a corrupção. Empresários e fiscais deveriam unir-se para oferecer um produto de qualidade, porém a ganância é o que os unem.

Nesse ponto, eu admiro a filosofia dos verdadeiros vegetarianos. Eles defendem:
*A preservação do meio ambiente;
*Preocupam-se com a produção em grande escala;
*Cuidam da saúde do corpo;
*Desejam evoluir, libertando-se dos vícios.

Se você quer conhecer mais sobre o processo da indústria da carne, assista o documentário “A carne é fraca” que retrata os impactos da produção:



A verdade é que ambição nunca acaba e a ganância é uma péssima aliada, porque a vantagem de hoje, costuma virar a desilusão de amanhã.

Até o nosso anti-herói, Macunaíma, recomendava: “Neste mundo tem três barras que são a perdição dos homens: barra de rio, barra de ouro e barra de saia, não caia!”

E você meu amigo leitor, o quê pensa acerca da ganância?

Espero que tenha gostado do post.

Até o próximo, tchau!!!


Por Danielly Chaves
https://daniellychavesblog.wordpress.com/


›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

SINDSAÚDE COBRA PLANO DE CARREIRAS

março 29, 2017 0


O Sindsaúde/GO se reuniu, pela primeira vez, com a nova gestão do município de Senador Canedo nesta terça-feira (28). Com o objetivo de melhorar as condições de trabalho e garantir a valorização do servidor público da saúde, a presidenta do Sindsaúde/GO, Flaviana Alves, discutiu com o prefeito Divino Lemes a pauta de reivindicação dos trabalhadores da saúde. A implantação o mais breve possível do Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos foi uma delas.

Assédio Moral

Flaviana expôs que o Plano de Carreiras “é um instrumento valioso de gestão e valorização do servidor”. A presidente também citou denúncias de assédio moral nas unidades de saúde e pediu o empenho da gestão para sanar esse tipo de comportamento que afeta a qualidade da prestação do serviço.

Escala de trabalho

Outro assunto tratado com o gestor, foi a mudança na escala de trabalho dos enfermeiros de 12/60 para 12/36. O secretário municipal de Saúde, Júlio Pina, que também participou da reunião, afirmou que manterá a escala antiga por dois meses até a conclusão de novo estudo.

O prefeito disse estar aberto ao diálogo e que é intenção da sua administração valorizar os servidores públicos. Ao final da reunião, ficou definido que serão criadas comissões para implantar a Mesa Municipal de Negocial Permanente e dar início aos trabalhos.

Uma nova reunião ficou agendada para ocorrer nos próximos 30 dias. O Sindsaúde pretende apresentar na Câmara Municipal de Senador Canedo, um modelo de Plano de Carreiras que considera adequado à realidade dos servidores municipais.

Sindsaúde
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Experiências de uma Blogueira

março 27, 2017 0


Quando eu cursava jornalismo, na PUC-Goiás, conheci um autor, Pierry Levy, que classificou os meios de comunicação em:

Um-Todos (um transmissor para vários receptores ) Ex: Televisão.



2. Um-Um (um transmissor e um receptor) Ex: Telefone.



3. Todos-Todos (todos são transmissores e receptores) Ex: Internet.



Com a internet foi possível diminuir a monopolização dos veículos de comunicação. E hoje, qualquer pessoa tem a possibilidade de produzir um conteúdo legal e publicar na rede. Antes, somente os grandes veículos, donos de concessão eram os emissores.

Início

Meu primeiro Blog foi na faculdade, a professora de Webjornalismo, Gabriella Luccianni, pediu para que criássemos uma página, isso em 2010. Não me lembro bem, mas acho que só desenvolvemos o layout.

O Blog ficou lá, parado. Depois de um ano, comecei a escrever. O nome era “Danielly Jornalista” e os textos referiam-se à religião. A plataforma era do Blogger e eu publicava a cada dois, três, seis meses, frequência zero. As visualizações eram poucas e eu não levava a sério.

Evoluir

Após seis anos estagnada, resolvi mudar. A primeira coisa que fiz, foi migrar de plataforma. Passei para o WordPress (lugar em que hospeda o blog). O WordPress é uma comunidade de blogueiros, onde fazemos amigos e curtimos o trabalho um do outro, isso é bem legal!

Os posts agora têm frequência. Por aqui, são duas postagens semanalmente. Também abri o leque para novos assuntos. Fico meio tímida, mas estou escrevendo de outras coisas como beleza. Não que eu seja especialista, mas toda mulher é vaidosa, e tem lá os seu truques.

Estou divulgando nas Redes Sociais e em alguns grupos. Quero ainda descobrir outras formas para aumentar o público.

Horizonte

Meu maior desejo com o Blog é compartilhar conhecimento. Eu imagino um mundo melhor por meio da Inteligência Coletiva. Tem uma música do Titãs que diz “É preciso saber viver”, mas como saber se ninguém explica.

Então querido leitor como você analisa os Blogs ou o Mundo Virtual?

Espero que tenha gostado do post.

Aproveitando esse negócio de conectar-se, vamos nos unir, ME SEGUE LÁ NO INSTAGRAM

Até o próximo post, tchau!


Por Danielly Chaves


›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Morre Vereador de Senador Canedo

março 24, 2017 0


Senador Canedo perdeu na noite dessa sexta, 24, o vereador em exercício Jaime Ferreira, ele estava internado havia alguns dias após complicações em uma cirurgia Bariátrica e não resistiu vindo a falecer.

Jaime foi candidato a vereador nas eleições 2016 pelo PROS (Partido Republicano da Ordem Social), ficando como suplente, logo no início dessa legislatura assumiu a vaga do vereador Sérgio Bravo Jr. que se licenciou para assumir a Secretaria de Esportes do município.

O Velório deverá ocorrer no ginásio do Colégio Pedro Xavier Teixeira.

Nossos sentimentos a família.
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

E Você, já migrou para a TV digital?

março 24, 2017 0


No dia 31 de maio, o sinal analógico de televisão será desligado em Senador Canedo, Anápolis, Goiânia e outros 26 municípios do estado. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital. Para continuar assistindo a programação, é necessário verificar se o aparelho de televisão e a antena são adequados para receber o novo sinal. 

A maioria dos aparelhos de TV de tela plana já é apta a essa nova tecnologia, mas aqueles de tubo, por exemplo, só recebem o sinal analógico. Nesse caso, é necessário conectar um conversor digital e uma antena digital. “Não basta que a transmissão seja digital. Para que todos possam continuar assistindo à programação dos canais abertos, a antena e o televisor precisam ser compatíveis com a tecnologia”, explica Rommel Sena, Gerente Regional da Seja Digital em Goiânia.

Saiba se sua casa ou apartamento já está preparado ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser digital e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa, preferencialmente por um antenista. No caso de apartamentos o mais indicado é usar a antena coletiva, que deve estar apontada para a torre de transmissão.

Televisor – Televisores de tubo ou de tela plana fabricados até 2010 só recebem o sinal analógico e, por isso, precisam de um conversor de sinal, que pode ser adquirido em lojas do varejo local. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante. As TVs mais novas, aquelas que tem botões coloridos no controle remoto original, já estão preparadas para receber o sinal digital.

Busca de canais – Depois de verificar se está tudo certo com a antena e com a TV, é necessário realizar o processo de busca de canais. Siga as orientações do manual do conversor ou da TV.

As famílias inscritas nos programas sociais do Governo Federal já podem agendar a retirada de kits gratuitos, com conversor e antena, por meio do site sejadigital.com.br/kit ou pela central telefônica 147 (ligação gratuita). Para realizar o agendamento, basta estar com o NIS (Número de Identificação Social) em mãos. No total, serão distribuídos mais de 266 mil kits em toda a região.

Para mais informações sobre o processo de desligamento do sinal analógico de TV, basta entrar em contato com a Seja Digital também nesses canais de atendimento. A entidade está sempre pronta para orientar sobre como preparar sua casa, apartamento ou condomínio para receber o sinal da TV Digital.
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››