Menina de 4 anos é morta após ter a residência dos avós invadida por bandidos

30.7.17

A pequena Júlia Martins Rodrigues de Barros, de 4 anos, morta neste sábado (29) estava junto com o pai Luiz Martins de Paiva, 32 anos, que vendia frango assado em seu comércio de espetinhos anexo à casa dos avós paternos da menina, no Conjunto Vera Cruz II, em Goiânia, e não tinha nenhuma relação com a confusão que resultou em três mortes e um baleado a tiros. O local fica na quadra vizinha à casa que foi invadida por três homens, com a intenção de matar dois rapazes que estavam no local.

Um deles foi morto no banheiro da residência e o outro conseguiu fugir pelo bairro. Ao ouvir tiros próximos, o pai deixou a loja de frangos e correu para dentro de casa, junto com a filha e o avô da criança. A porta teria ficado aberta, segundo as informações iniciais, e o homem que escapou do trio de bandidos buscou refúgio na residência.

Os assassinos invadiram o imóvel, mataram o jovem que havia se refugiado no local, mas acabaram acertando a criança de 4 anos, com um tiro na cabeça, e o pai, com um disparo no braço. A menina morreu na hora e o pai foi levado ao Hospital de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol), recebeu os cuidados necessários e foi liberado.
Velório da pequena Júlia
Moradores informaram que a residência onde os rapazes moravam era usada para venda de drogas, “Foram mais de 30 tiros. É um local que é ponto de venda de drogas. É uma casa de aluguel e são várias pessoas que aparecem aqui comprando”, disse um morador que preferiu não se identificar.


A Polícia Militar prendeu um dos suspeitos do triplo homicídio, Segundo a PM, com o homem foram apreendidos cerca 3 kg de maconha, uma balança de precisão, munição, uma arma e um carro que podem ter sido utilizados no crime. A corporação afirma que com a prisão do suspeito, os outros envolvidos nesse crime que chocou a grande Goiânia também foram identificados e estão sendo procurados.

A Delegacia Estadual de Investigações de Homicídios (DIH) e a Polícia Militar (PM) apuram o crime, O delegado Paulo Ribeiro informou que ainda não é possível passar mais informações.

Fonte: O Popular / G1
______

Blog O Centroeste
ENVIE SUA SUGESTÃO DE PAUTA OU DENÚNCIA: faustocm28@gmail.com

Trabalhamos com Assessoria Comunicação, Cobertura Fotográfica & Jornalística
Publicamos Editais, Editoriais, Publieditoriais, artigos e notas
http://www.ocentroeste.com.br/p/contato_4.html

Inscreva-se


TWITTER

Curta a FanPage

Postagens

Anterior
« Anterior
Próxima
Próxima »

Comente com o Facebook: