Tolerância Zero na região Sudoeste de Goiás

10.3.16

Tolerância Zero combate crimes na região Sudoeste do Estado

Forças de Segurança que integram a Operação Tolerância Zero, em Rio Verde, abordaram 320 veículos entre carros e motos e 560 pessoas. Do total, 45 veículos irregulares foram apreendidos e também um foragido da Justiça foi recapturado. Esse é o saldo parcial de oito horas de trabalho ostensivo (a operação teve início às 14h desta quarta-feira (09), que conta com integração entre as policias Militar e Civil de Goiânia e PM do município.

Em Rio Verde foram montados diversos pontos de bloqueio, com foco na apreensão de armas de fogo, drogas e recaptura de fugitivos. De acordo com o comandante de missões especiais da Polícia Militar, Tenente-Coronel Wellington Urzeda, Tolerância Zero é um programa contínuo e que visa a atuação mais incisiva das forças de segurança em locais que apresentem manchas criminais mais acentuadas.

“Esta é a determinação do vice-governador e secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, José Eliton, que desde que assumiu a pasta, fez um compromisso de trabalhar insistentemente e garantir a sensação de segurança e paz à população do Estado", disse o Tenente-Coronel.

Além de Rio Verde, ainda na região Sudoeste, forças de segurança montaram na tarde desta quinta-feira (10) dois grandes bloqueios em pontos estratégicos de Jataí. Na ocasião foram abordadas pessoas com atitudes suspeitas, dentre elas motoristas, motociclistas e pedestres.

Assim como ocorreu em Rio Verde, em Jataí, no final da tarde esses pontos de bloqueios foram desfeitos para que as tropas saiam à noite em ronda pelos bairros considerados mais críticos, ou seja, locais com manchas criminais mais graves.

O Tenente-Coronel Urzeda afirma ainda que, nos próximos dias a Operação Tolerância Zero vai beneficiar outros municípios goianos. “Como o sucesso da operação depende do sigilo e estudo detalhado de elevação dos índices criminais, os locais só serão divulgados simultaneamente às abordagens e montagens dos bloqueios”, relata o comandante.

Fonte: www.pm.go.gov.br

Postagens

Anterior
« Anterior
Próxima
Próxima »

Comente com o Facebook: