Águas Lindas: Operação com 142 policiais na repressão a atividades criminosas

maio 28, 2018
A 17ª Delegacia Regional de Polícia (DRP), o 17º Comando Regional da Polícia Militar (CRPM) e o Corpo de Bombeiros Militar de Goiás deflagraram, na sexta-feira (25), a Operação Policial Integrada Segurança Máxima II. O objetivo da ação foi combater a criminalidade na região do Entorno do Distrito Federal, mais especificamente na área de Águas Lindas de Goiás, e continuar mantendo índices reduzidos de criminalidade.


A Operação Segurança Máxima II contou com a presença de 142 policiais, dentre estes 22 policiais civis, em atuação nas Delegacias circunscritas à 17ª DRP, além de 120 policiais militares, dois membros do Corpo de Bombeiros, quatro agentes da Prefeitura Municipal e quatro agentes do SMT/Águas Lindas. Foram realizadas abordagens de veículos e de pessoas em diversos locais e pontos reputados perigosos em Águas Lindas, bem como em estabelecimentos comerciais onde foram conferidas adequações de alvarás e demais documentos.

Visou-se à localização de substâncias entorpecentes, armas de fogo, munições, captura de indivíduos foragidos e o fechamento de estabelecimentos comerciais em desconformidade com as determinações administrativas. As Forças Policiais atuantes na Operação Segurança Máxima II iniciaram seus trabalhos por volta de 20 horas do dia 25 e encerraram as atividades por volta de 04 horas do dia seguinte.


Como resultado prático da Operação, quatro pessoas foram presas. Foram lavrados quatro Autos de Prisões em Flagrante (APFs) por tráfico de substâncias entorpecentes. Em um deles, o indivíduo também foi autuado pela prática por possuir ilegalmente munição do calibre 32 e uma arma de fogo do calibre 40, produto de furto que teve como vítima a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), além de receptação.

Também foram lavrados quatro Termos Circunstanciados de Ocorrência (TCOs), por uso de substâncias entorpecentes. A Operação Integrada Segurança Máxima II foi também desenvolvida concomitantemente com o município de Alexânia no mesmo horário da ação em Águas Lindas e contou com a participação de policiais civis e militares. Em Alexânia, também foram realizadas abordagens a veículos, pessoas e buscas em diversos estabelecimentos comerciais. Os procedimentos não resultaram em prisões ou apreensões.

Por: Allyson Lula
______________________
Post: Lucieni Soares

Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: