Dança Inclusiva em Goiânia

janeiro 21, 2018

Projeto de Arte e Inclusão Traz a Goiânia coreógrafo brasileiro radicado em Portugal, para montagem de espetáculo de dança inclusiva do Grupo Dançando com a Diferença

Henrique Amoedo fará vivências práticas em dança, para montagem de um espetáculo em parceria com instituições sociais de atendimento a pessoas com necessidades especiais e instituições de ensino de artes

Entre os dias 24 e 28 de janeiro estará em Goiânia o coreógrafo que criou os grupos de dança contemporânea Roda Viva Cia de Dança (RN) e Grupo Dançando com a Diferença (Madeira/Portugal). Henrique Amoedo, que trabalha com dança inclusiva há mais de 20 anos, protagoniza um projeto de formação e criação artística, com foco na participação de pessoas com deficiência de Goiânia, além de alunos e professores de instituições que atuam com esse público e com escolas de dança da capital. O Projeto “Dançando com a Diferença: arte, inclusão e comunidade” conta com recursos do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás e está vinculado à extensão da UFG. Os encontros da próxima semana ocorrerão no Centro Cultural da Universidade Federal de Goiás (CCUFG), sempre das 14h30min às 18h30min.

Segundo o coreógrafo, a proposta é desenvolver ações formativas, educacionais e artísticas abordando as questões da inclusão através da arte, a partir da obra coreográfica chamada “Endless”, do grupo português Dançando com a Diferença (GDD). O trabalho, que está dividido em 3 fases, culminará na apresentação pública da remontagem desse espetáculo, tendo como elenco os intérpretes da companhia original, vinda de Portugal, e os estudantes, artistas, professores de escolas, instituições de educação especial, universidades, músicos e comunidade da cidade de Goiânia e região.

O trabalho de encontros, workshops, estudos e remontagem da obra, com mão de obra goiana, está dividido em três partes:

Fase 1 - Momento Formativo

Este momento tem como intuito constituir uma equipe de formadores locais e será conduzido pelo diretor do Grupo Dançando com a Diferença, Henrique Amoedo. O público-alvo destes primeiros encontros são professores e estudantes de dança, artistas, professores de educação e educação especial. No término desta etapa será constituída uma equipe multidisciplinar de formadores locais, que terão a função de prosseguir com os trabalhos de sensibilização, workshops de dança e acessibilidade. Esta equipe será assessorada a distância pela equipe artística do GDD. As inscrições GRATUITAS das pessoas interessadas serão realizadas pelo email: dancandocomadiferencabrasil@gmail.com (vagas limitadas) (ENVIAR NOME, IDADE, TELEFONE PARA CONTATO, INSTITUIÇÃO, ESCOLA OU GRUPO VINCULADO, identificando se é participante do Projeto de Extensão Dançando com a Diferença (ufg/fefd)

Fase 2 – Workshops de dança e acessibilidade

Nesta fase serão realizados dois momentos, o primeiro consiste em Workshops de dança e acessibilidade e será conduzido pelo grupo formador local sob a supervisão e orientação a distância do Diretor e equipe do GDD. Serão realizadas vivências de dança, na perspectiva conceitual e metodológica da Dança Inclusiva, além de estudos, debates e vivências sobre a questão dos elementos/recursos de acessibilidade (áudio descrição, folder em BRAILLE, LIBRAS) inseridos na proposta estética da obra partindo da perspectiva do coreógrafo e dos intérpretes (pessoas com e sem deficiência).

No segundo momento acontecerão os ensaios preparatórios do espetáculo conduzidos agora pelo coreógrafo e diretor do GDD, juntamente com a participação de parte dos intérpretes do GDD.


Fase 3 – Espetáculo ENDLESS

Estreia e apresentações do espetáculo Endless, que é uma obra coreográfica que já existe, mas que será remontada com o grupo de Goiânia.

A expectativa é que as fases 2 e 3 aconteçam no mês de junho.

Sobre Henrique Amoedo


É fundador e diretor do Grupo Dançando com a Diferença – Ilha da Madeira, Portugal. O artista é formado em licenciatura em Educação Física pelas Faculdades Integradas de Guarulhos – SP, com especialização em Conscientização Corporal pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte e Mestrado em Performance Artística - Dança na Faculdade de Motricidade Humana (FMH) de Lisboa.

Criou o termo dança inclusiva que se refere à possibilidade de mudança da imagem social e inclusão de pessoas com deficiência na sociedade, através da arte de dançar.

No Rio Grande do Norte coordenou o Projeto de Dança para Pessoas Portadoras de Deficiência do Departamento de Artes da UFRN, juntamente com Edson Claro. Este projeto, somado ao Programa Interdisciplinar de Reabilitação na Lesão Medular desenvolvido pelo departamento de Fisioterapia da mesma instituição, deu início à Roda Viva Cia. De Dança (1995), da qual Henrique Amoedo foi fundador e diretor até 1998. Henrique difundiu seu trabalho e tornou-se uma das referências em dança inclusiva. Dentre seus trabalhos destaca-se a assessoria na fundamentação da Cia. Experimental Grupo Mão na Roda, em Diadema – São Paulo.

Em Madeira – Portugal, seu trabalho com a dança inclusiva surge a partir de um convite da Direção Regional de Educação Especial e Reabilitação (DREER) – entidade que tem por missão assegurar a inclusão familiar, educacional e social de crianças, jovens e adultos com deficiência ou outras necessidades especiais. Devido ao convite, Henrique ministrou aulas e workshops, sempre relacionados ao tema dança e deficiência e após um ano surgiu o Grupo Dançando com a Diferença (2001). O projeto esteve vinculado a DREER até 2007 e desde então foi criada a Associação dos Amigos da Arte inclusiva – Dançando com a diferença (AAAIDD), que gere o projeto e o grupo artístico.

Ana Paula Mota
Fotos: Julio Silva Castro
__________


Blog O Centroeste
ENVIE SUA SUGESTÃO DE PAUTA OU DENÚNCIA
Trabalhamos com Assessoria Comunicação, Cobertura Fotográfica & Jornalística
Publicamos Editais, Editoriais, Publieditoriais, artigos e notas
Anuncie Conosco - Acesse o 'Contato' agora mesmo e saiba mais

TWITTER

InstagramSiga nosso Instagram

Curta a FanPage
Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: