Coca-Cola anuncia estratégia global de ‘marca única’ ‘Sinta o sabor’

janeiro 28, 2016 0

Empresa apresenta nova campanha ‘Sinta o sabor’
Beber uma Coca-Cola, qualquer Coca-Cola, faz o momento especial. Hoje, num evento em Paris, o Chief Marketing Officer da companhia, Marcos de Quinto, anunciou a nova estratégia de marketing global de “marca única”, que, pela primeira vez na história da empresa, reúne Coca-Cola, Coca-Cola Light/Coca-Cola Diet, Coca-Cola Zero e Coca-Cola Life sob o posicionamento de marca da Coca-Cola em uma única campanha criativa - "Sinta o sabor".

A estratégia de “marca única”:

· Estende o valor global e o apelo icônico da Coca-Cola original a todas as versões, unindo a família Coca-Cola sob a marca de bebidas número um do mundo.

· Ganha vida por meio de uma campanha global - "Sinta o sabor" (“Taste the feeling”) - que usa narrativa universal e momentos do cotidiano para se conectar com consumidores em todo o mundo.

· Apresenta o produto no centro da ideia criativa, celebrando a experiência e o simples prazer de beber uma Coca-Cola, qualquer Coca-Cola.

· Reforça o compromisso da companhia de oferecer opções, permitindo aos consumidores escolher a Coca-Cola que melhor 2 se adapte a seu gosto, seu estilo de vida e sua dieta, em vários tamanhos de embalagem.

"Todos os dias, milhões de pessoas ao redor do mundo buscam uma Coca-Cola gelada", disse Marcos de Quinto, Chief Marketing Officer da Coca-Cola Company. "A nova estratégia de 'marca única' compartilhará o valor da Coca-Cola com todos os produtos da marca, reforçando nosso compromisso de oferecer opções aos consumidores com mais clareza. Este é um robusto investimento por trás de todos os produtos Coca-Cola, mostrando como todos podem desfrutar de uma Coca-Cola supergelada, com ou sem calorias, com ou sem cafeína".

Quinto acrescentou: "Mais do que nunca, reconhecemos que as pessoas querem sua Coca-Cola de maneiras diferentes, mas, qualquer que seja, querem uma Coca-Cola com excelente sabor e refrescância. Por meio da estratégia de 'marca única', passaremos de múltiplas campanhas de marca para uma única campanha de marca icônica".

“Sinta o sabor” será lançada em vários momentos ao longo de 2016 em todos os mercados do mundo, e ganhará vida por meio de vários elementos, inclusive:

· 10 comerciais de televisão

· Mais de 100 imagens da campanha

· Novo sistema de identidade visual

· Novas canção-hino e assinatura de áudio

· Experiência digital interativa compartilhável e customizável

A campanha criativa está ancorada nos fundamentos da marca 3 Coca-Cola - a fonte Spencerian script, o disco vermelho e a emblemática garrafa de vidro - mas com uma visão moderna, apresentando momentos autênticos e reais com o produto.

A Coca-Cola reuniu mentes criativas globais de 10 diferentes agências para iniciar o processo de desenvolvimento e, no fim, os 10 comerciais de televisão criados para a campanha foram produzidos por: Mercado-McCann (Argentina), Sra. Rushmore (Espanha), Santo (Argentina) e Ogilvy & Mather New York. Os spots dão ao espectador visões rápidas, mas íntimas de histórias, sentimentos e experiências do dia a dia que as pessoas compartilham ao saborear uma CocaCola gelada. No encerramento de cada comercial, a família de produtos da marca registrada Coca-Cola se une sob o famoso disco vermelho da Coca-Cola.

"Não há nada parecido com o sabor de uma Coca-Cola supergelada", diz Rodolfo Echeverria, vice-presidente mundial de Criação, Conexões e Digital. “Os materiais criativos da campanha foram projetados para celebrar a ideia de que o simples prazer de beber uma Coca-Cola supergelada faz qualquer momento mais especial. Os momentos e a narrativa universais retratados na campanha foram criados para ecoar junto a nossos consumidores globalmente. As mesmas imagens e material criativo para televisão exibidos no Japão serão também vistos na Itália, no México e em todo o mundo".

Cada mercado terá seu cardápio de peças a serem apresentadas ao público. No Brasil, a campanha terá inicialmente dois comerciais: "Hino" (Mercado-McCann) e “Break-up“ (Santo).

“Hino”, principal spot para televisão, mostra uma série de momentos comuns ligados por uma Coca-Cola, como patinar no gelo com amigos, um primeiro encontro, um primeiro beijo e um primeiro amor. O tema musical do filme é a canção-hino “Taste the feeling”.

Já "Break-up" acompanha a jornada de um jovem casal que tem um romance, vivencia um rompimento e, por fim, se reconcilia, com a Coca-Cola desempenhando um papel íntimo em cada fase do relacionamento. O anúncio apresenta a música "Made for you" com a voz do artista emergente Alexander Cardinale.

Uma das versões do hino “Taste the feeling” que estarão na campanha será interpretada por Conrad Sewell, novo talento da música, nascido em Londres e criado na Austrália. Seu primeiro single, "Firestone", foi um enorme sucesso, que gerou 300 milhões de streams no Spotify e mais de 3 milhões em vendas em todo o mundo.

A campanha também traz uma nova assinatura de áudio inspirada nos sons da experiência de saborear uma Coca-Cola - o estalo da tampinha, a chiado da efervescência e, por fim, as reações de satisfação após tomar Coca-Cola. A nova assinatura de áudio será usada durante toda a campanha.

Dando sequência a uma parceria que começou em 2014, a Coca-Cola também escolheu o renomado compositor e produtor Avicii para produzir uma versão remixada do hino. Ele produzirá também versões para as campanhas da Eurocopa da UEFA 2016TM e dos Jogos Olímpicos Rio 2016.

A nova campanha apresenta mais de cem imagens da campanha feitas pelos fotógrafos de moda Guy Aroch e Nacho Ricci, capturando momentos de pessoas de todo o mundo saboreando uma Coca-Cola gelada no dia a dia. As imagens serão usadas em publicidade impressa, mobiliário urbano, no interior das lojas e em mídia digital.

Para a mídia digital, a nova campanha global contou com importante participação do Brasil. A plataforma de comunicação em tempo real da Coca-Cola Brasil, o Real Time Marketing, única na companhia e considerada um exemplo 5 para a operação mundial, produziu 20 vídeos de 15 segundos, batizados de Thirstygrams", desenvolvidos pela agência Mutato -- agência digital do grupo JWT --, para serem veiculados no Instagram da companhia em vários países.

Filme:


Sobre a Refrescos Bandeirantes

A Refrescos Bandeirantes/Coca-Cola é uma empresa do segmento de bebidas do Grupo José Alves que atua nos setores de Bebidas para os estados de Goiás e Tocantins há mais de 27 anos. Criada em 1987, emprega mais de 2.900 colaboradores diretos e 5.200 colaboradores indiretos. A empresa possui um centro produtor situado no município de Trindade, em Goiás, com nove centros de distribuição em cidades polos em Goiás e Tocantins. Atende diretamente 253 cidades e mais de 30.000 pontos de vendas.

Produz, distribui e vende de forma exclusiva os refrigerantes da Coca-Cola Brasil em sua área de atendimento, e ainda faz a distribuição e venda exclusiva das marcas da Heineken, sucos chás, energéticos, achocolatados, isotônicos e hidrotônicos da Leão Alimentos e Bebidas, além da linha de águas minerais Cristal Lia. É líder de mercado nos segmentos de refrigerantes, água mineral, chás e sucos e forte competidor nos segmentos de cervejas e isotônicos.

Como a sustentabilidade está no DNA da empresa, ela investe fortemente em projetos socioambientais, como o Projeto Coletivo, capacitação de jovens das classes C, D e E para o mercado de trabalho, Programa Coletivo Reciclagem, apoio às cooperativas de reciclagem e as escolas com o incentivo a reciclagem de embalagens PET. A previsão para 2020 é que 100% das embalagens colocadas no mercado sejam recolhidas (logística reversa), além de aumentar a eficiência do consumo de recursos naturais: água e energia, reduzir a emissão de carbono, promover o desenvolvimento de embalagens sustentáveis e suportar a expansão e continuidade do negócio.

www.rebic.com.br
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Ministério do Trabalho e Previdência multa empresa goiana em mais de R$ 1 milhão

janeiro 27, 2016 0

Indústria de alimentos localizada em Nerópolis (GO) foi multada em mais de R$ 1 milhão
A Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE-GO), por meio de sua auditoria, realizou operação de fiscalização entre os meses de agosto a janeiro de 2016, na cidade de Nerópolis/GO, autuando em mais de R$ 1 milhão uma grande indústria do ramo de alimentos, com cerca de dois mil empregados diretos, além de centenas de outros indiretos. A operação foi motivada por denúncias de irregularidades trabalhistas e desrespeito às normas de segurança.

No decorrer da auditoria, foram identificadas várias infrações às normas de proteção ao trabalho, algumas delas de grave e iminente risco. Com isso, foram interditadas todas as 48 (quarenta e oito) máquinas desgranadeiras de milho e, posteriormente, todas as atividades de transporte de tomates da empresa. Ao todo, foram 61 (sessenta e uma) autuações.

Havia jornada extenuante de trabalho dos motoristas e caminhoneiros, tendo ocorrido vários acidentes na empresa, inclusive com morte. Segundo o Superintendente Regional do Trabalho e Emprego em Goiás, Arquivaldo Bites, as atividades laborais eram organizadas de forma seqüencial em função da velocidade das máquinas e não do individuo. “Atividades altamente repetitivas, monótonas e potencialmente geradoras de doenças por Lesões de Esforço Repetitivo e Doenças Ocupacionais Relacionadas ao Trabalho, sem a observância de conceitos básicos de prevenção, fator que provoca aumento no número de acidente de trabalho, uma situação inaceitável” afirmou Bites.

O Chefe da fiscalização da SRTE/GO, Afonso Borges, afirmou que algumas situações específicas já foram regularizadas e desinterditadas. Outras provisoriamente melhoradas pela empresa, a exemplo da concessão de intervalos interjornadas, descanso semanal para os motoristas e melhorias nas áreas de vivências do pátio de estacionamento; apesar disso, “a maioria das ações a serem implementadas demandarão tempo”, disse Borges.

A SRTE/GO fiscalizou 3.097 empresas em todo o estado de Goiás em 2015. Os setores econômicos que mais sofreram autuações foram a Indústria, a Construção e o Comércio.

Dados do MTPS – Autuações efetuadas no estado de Goiás, no ano de 2015, pela Auditoria Fiscal do Trabalho – SRTE/GO:
Atividade Econômica
Autuação
Empresas fiscalizadas
Indústria
2.164
662
Construção
2.083
374
Comércio
1.873
1.095







Fonte: Comunicação Social da SRTE/GO
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Entrevista com Sub-tenente Evaldo, comandante do policiamento de Bonfinópolis

janeiro 26, 2016 0

Roberto Lara, Sub-tenente Evaldo e Fausto Costa
Ele deixou saudades em Senador Canedo, quando a comunidade se depara com alguma foto sua nas redes sociais ou mesmo pessoalmente o que vem em seguida é um pedido de "volta", estamos falando dele, Sub-tenente Evaldo que hoje comanda o destacamento de Bonfinópolis e seu prestígio nessa cidade não é muito diferente do que deixou em Senador Canedo, já conquistou a todos com seu trabalho, Roberto Lara e Fausto Costa conversaram com ele.

Fausto Costa: Sub-tenente Evaldo nos fale como está seu trabalho na cidade de Bonfinópolis nesses 6 messes em que o senhor comanda o policiamento local.

Sub-tenente Evaldo: Quando aqui cheguei peguei a cidade carente de segurança pública, implementamos o patrulhamento comunitário, visitamos os comércio, também visitamos as residências quando há necessidade, o cidadão de bem passou a ser prioridade aqui na cidade de Bonfinópolis, nós conseguimos realizar aqui várias abordagens com registros no sistema da polícia militar, nós conseguimos tirar de circulação traficantes, armas de fogo, foragidos foram recapturados dentro da cidade, e conseguimos devolver a paz a sociedade com muito trabalho. O efetivo nosso é bem reduzido, porém a vontade de trabalhar e de prestar um bom trabalho é o que vem superando as dificuldades do nosso destacamento.

Fausto Costa: Vocês Tem patrulhamento rural?

Sub-tenente Evaldo: Infelizmente não, a cidade não dispõe de um patrulhamento específico, nós temos uma patrulha rural que vem do 27° batalhão quando necessário, porém a cidade em si não possui um patrulhamento específico para cuidar da zona rural da cidade de Bonfinópolis. Mas é um desejo nosso de ter aqui a disposição dos fazendeiros, das pessoas que residem na zona rural uma viatura específica para estar visitando, colhendo informações, trocando idéias e melhorando a segurança e a qualidade de vida da sociedade.

Roberto Lara: O que a população de Bonfinópolis pode fazer para ajudar a polícia e trabalhar em conjunto contra a criminalidade?

Sub-tenente Evaldo: Nós temos o telefone 62 8621-1777 a disposição da sociedade além do 190 que é um telefone geral, esse número fica com o comandante da viatura, é um celular funcional, esse número funciona 24 horas, aqui é uma cidade pequena, todo mundo conhece todo mundo, então viu alguém diferente, viu um veículo diferente, uma situação que é estranha ao cotidiano da cidade pedimos a população que nos ajude, denuncie, ligue, ajude a melhorar o nosso trabalho, a segurança e a qualidade de vida da cidade.

Fausto Costa: Quais são as principais ocorrências que acontecem aqui em Bonfinópolis, qual tipo de bandidos vocês acostumam lidar com mais frequência?

Sub-tenente Evaldo: Nos últimos dias nós temos lidado com pessoas que vem de fora, a cidade em si é tranquila, ocorrências envolvendo pessoas que vem do Jardim Guanabara, Jardim Novo Mundo, Vila Pai Eterno em Trindade, Nerópolis, não sei se já vieram aqui antes e vieram para ter um BIS aqui na cidade, em geral os crimes são roubo a transeuntes, alguns roubos em comércios, porém esses criminosos tem saído daqui presos e autuados em flagrante na delegacia de Senador Canedo, a cidade de Bonfinópolis é uma cidade feita para cidadão de bem, para o infrator da lei existe a GO 010, ou ele desce pra Senador Canedo ou ele desce para Silvânia e assim vai ficar enquanto aqui eu estiver e essa equipe valorosa estiver comigo.

Roberto Lara: Quem é o Sub-tenente Evaldo?

Sub-tenente Evaldo: O Sub-tenente Evaldo é um trabalhador, esforçado, cidadão que veio de origem humilde, e é humilde até hoje, um cidadão que teme a Deus, que participa das coisas do senhor, e que promove o bem público. Eu quero que a sociedade fique bem, se ela estiver bem, o sub-tenente vai estar também.

Fausto Costa: Não poderia deixar de entrar nesse assunto, a população de Senador Canedo sente sua falta, do seu trabalho, deixe uma mensagem para os canedenses.

Sub-tenente Evaldo: Eu agradeço muito a Deus o tempo que eu fiquei na cidade de Senador Canedo, agradeço a todos que tem um carinho por mim, agradeço aos que manifestam esse carinho nas redes sociais, eu quero desejar a todos um 2016 abençoado, que Deus possa estar presente na família e na vida de cada um, livrando e abençoando cada dia mais, por enquanto eu tenho um projeto aqui na cidade de Bonfinópolis, eu quero deixar esse destacamento reformado, deixar aqui uma central, e eu tenho certeza que aquele que fez o céu e a terra está comigo, por enquanto eu vou ficar aqui na cidade de Bonfinópolis.

Colaboração na organização do texto: Lucieni Soares
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Entrevista com Elias Vaz, Vereador de Goiânia

janeiro 24, 2016 0

Roberto Lara, Elias Vaz e Fausto Costa
Nesse mês de janeiro Roberto Lara e Fausto Costa trazem mais uma entrevista exclusiva, desta vez com o vereador por Goiânia Elias Vaz (PSB), hoje em seu 4° mandato, acompanhe:

Roberto Lara: Vereador Elias Vaz faça uma análise desses 3 anos de mandato, como tem sido sua atuação enquanto parlamentar?

Elias Vaz: Eu tenho procurado sempre na minha conduta enquanto detentor de uma representação da sociedade no caso de vereador, fazer aquilo que eu acho que é de interesse público, por exemplo nós tivemos a discussão do aumento do IPTU, eu como entendo que a sociedade passa por um momento difícil, eu acho que não é o momento da prefeitura aumentar tributos, então votei contra, e já teve situação onde eu votei na correção do IPTU, agora o problema é que acho o momento inadequado, quando se vê que a coisa é injusta temos que ter uma opinião em favor da sociedade. Eu procuro sempre usar meu mandato para fazer uma coisa que muita gente as vezes não compreende que é função do legislativo, ele tem uma previsão constitucional não só de fazer leis mais também de fiscalizar os atos do executivo. Os detentores de mandatos de vereadores, deputados estaduais e federais ou mesmo senador tem a função obrigatória de fiscalizar os atos executivos, por isso que muitos não entendem porque que eu faço várias denúncias, sempre denuncio situações irregulares e ou corrupção, a constituição diz que é dever do vereador fazê-lo. Eu levo esse aspecto da constituição de forma bem séria, de forma bem criteriosa, por isso que eu dedico uma boa parte do meu mandato a fazer essa fiscalização.

Roberto Lara: O senhor é um vereador da oposição, como é sua relação com o prefeito, outros vereadores, e até mesmo secretários?

Elias Vaz: Minha referência não é essa, eu não faço, não tomo atitude contra pessoa A ou B, nem contra prefeito, nem contra vereadores, a minha referência é a sociedade, por exemplo, tivemos uma situação recente que eu denunciei, foi notícia inclusive nacional sobre o roubo da merenda escolar, e comprovamos realmente que haviam pessoas que estavam roubando a merenda de crianças que para mim é um crime absurdo. Eu costumo dizer que nem 90% da população carcerária do Cepaigo teria coragem de roubar comida de criança, e tem pessoas cometendo esse tipo de crime, eu denunciei, inclusive fiz uma representação diante das denúncias comprovadas ao ministério público que está junto com a polícia federal e o tribunal de contas fazendo uma investigação profunda sobre essa situação.

Roberto Lara: Quais os projetos está trabalhando o vereador Elias Vaz para serem desenvolvidos antes das eleições 2016?

Elias Vaz: Primeiro nós continuaremos a desenvolver a nossa tarefa institucional, eu estou na presidência da comissão de constituição e justiça que é a principal comissão da câmara Municipal de Goiânia, em segundo lugar vou continuar esse trabalho de fiscalização, acabamos de encerrar um trabalho da comissão especial de inquérito que investigou as concessões de alvarás de forma irregular, agora estamos com um projeto onde eu e o prefeito Paulo Garcia entramos em acordo, é o Goiânia CARA LIMPA, projeto para reduzir a poluição visual. Vamos continuar dedicando o mandato no aspecto de fiscalização as partes pontuais que surgirem, teve uma situação agora que nós aumentamos a multa a imóveis com focos do mosquito aedes aegypti, foi um projeto de minha iniciativa porque eu achei grave a situação, quer dizer as vezes problemas surgem, e o legislativo tem que dar a resposta, porque imagina em Goiânia tivemos quase 80 mil casos de dengue, e o interessante que pensamos assim "o pobre que não cuida do seu imóvel" e não é verdade isso, para vocês terem uma idéia em quase 2% dos imóveis são encontrados pela fiscalização o mosquito. Nos condomínios fechados de luxo são onde mais tem se encontrado o mosquito, são 22% só no condomínio Aldeia do Valle. É preciso ter consciência, é preciso penalizar as pessoas que se recusam a participar desse combate ao mosquito, é preciso envolver toda sociedade, e até mesmo os outros municípios, Senador Canedo, Trindade, todos os municípios do entorno de Goiânia tem que se envolver nessa discussão. Para se ter uma idéia a perspectiva da secretaria municipal de saúde, é que em um ano nós podemos ter 10 mil crianças com Microcefalia em virtude do Zica vírus, isso é uma tragédia humana, uma tragédia sem precedentes, imagina ter 10 mil crianças que podem ser deficientes, crianças que não conseguem andar, crianças que não conseguem falar, porque a Microcefalia atinge situações vitais do cérebro humano, é uma situação muito complicada, e é isso que nós podemos ter se não combatermos esse mal, esse inimigo que é esse mosquito.

Roberto Lara: Eleições 2016, vereador Elias Vaz, hoje no PSB, partido presidido pela Senadora Lúcia Vânia em Goiás. Quais os projetos e qual é a tendência desse partido para essa eleição?

Elias Vaz: Em Goiânia o PSB vai caminhar de forma independente, já é uma definição o governo do Estado deve lançar sua candidatura própria, o PMDB vai lançar a sua candidatura de forma que o PSB vai lançar uma candidatura alternativa a esse dois grupos, Vanderlan Cardoso é nosso pré-candidato e acho que ele tem real chance de ganhar as eleições, acredito muito, claro que Iris é um candidato forte mas é um candidato saturado, muitas vezes prefeito de Goiânia, acho que a população quer mudança e Vanderlan demonstrou sua experiência administrativa em Senador Canedo, todo mundo sabe que Senador Canedo tinha uma história antes e depois dele, foi um divisor de águas, quando Vanderlan assumiu como prefeito ele deu uma outra cara para a cidade, tenho certeza que Vanderlan será um excelente prefeito pra Goiânia, penso que ele tem todas as condições para isso, é uma pessoa que tem um perfil que Goiânia precisa hoje que é um perfil administrativo, é uma pessoa séria, honesta, eu acredito que Goiânia não comporta mais ter um prefeito como tem nessa gestão, na minha opinião essa gestão do PT hoje aqui em Goiânia é uma das piores da história da Capital.

Roberto Lara: Como o senhor vê a crise no Brasil hoje? me parece que a sociedade não tem a real consciência desse processo.

Elias Vaz: Essa pergunta é muito importante, brigas partidárias acabam camuflando problemas mais profundos, temos problemas sérios no país hoje, eu destacaria algumas questões que são fundamentais, nesse aspecto eu não vejo muita diferença nos blocos PT, PMDB e no próprio PSDB, no movimento da corrupção que infelizmente tem acontecido sempre, também vemos o pessoal do PSDB envolvido, temos um Eduardo Cunha que não tem moral nenhuma para falar de ninguém, aliás nem ele nem o Renan Calheiros, um presidente da Câmara Federal, outro presidente do Senado mostrando a todos a cara que é o nosso parlamento hoje, e o governo do PT que está entupido em situações de corrupções. Primeiro nós temos o problema ético e depois nós temos o problema econômico, eu entendo que a opção da economia que foi feita nos últimos anos, foi sempre a opção de favorecer o capital especulativo financeiro, tanto é verdade isso que falam em crise e o Bradesco bate o recorde de lucro, Itaú bate recorde de lucro, então parece assim que a política econômica no Brasil é feita fundamentalmente para atender os interesses do sistema financeiro e não da sociedade, essa é uma crítica que eu lanço aos dois grupos políticos, por isso que eu penso que é preciso sim como você disse que a sociedade tenha uma consciência maior desse processo e saia dessa armadilha que é essa falsa dicotomia, essa falsa situação de que nós temos só duas opção na vida, Aécio ou Dilma, PT ou PSDB, acredito que a vida é muito maior do que isso e eu tenho um sentimento de que precisamos construir um projeto alternativo a esses dois grupos que na minha opinião já passa da hora de sair do poder, aliás sobre a discussão do impeachment, a Dilma faria um grande favor se ela renunciasse, chamasse novas eleições e deixasse o povo trilhar um novo caminho diante da crise que nós estamos passando, o que não é possível é o povo brasileiro aguentar mais três anos sofrendo. Afinal de contas eu repito, eu não acho que esse congresso tenha moral para caçar ninguém, para provocar impeachment de ninguém, mas ao mesmo tempo, também acho que esse governo não tem moral pra continuar porque fez tudo diferente do que prometeu, precisamos construir uma outra realidade, e o PT poderia ter um último ato de grandeza e deixar o povo decidir o caminho que ele quer trilhar.

Fausto costa: Para finalizar fale um pouco da Avenida Leste Oeste e deixe uma mensagem para a população Goianiense em especial da Região Leste, Jardim Novo Mundo, Aroeiras, Irisville e em como todos podem participar do seu mandato.

Elias Vaz: Sempre achei importante a participação da população, tenho dado uma atenção muito especial para as redes sociais que é um instrumento muito importante hoje para estabelecer um contato com a sociedade, mas as pessoas devem ser mais atentas, preocupar-se mais com a política. Sempre costumo dizer que enquanto as pessoas boas continuarem dizendo que não gostam de política, os maus vão ser maioria nesse terreno e aí a coisa vai continuar ruim, o dia que essas pessoas boas se interessarem mais por política, acredito que poderemos mudar muita coisa no país, acho que a população deve prestar mais atenção no que cada vereador faz, no que um deputado vota, como é que eles se comportam até para depois verificar se ele merece ou não continuar tendo aquela representação.
Quanto a Região Leste falta a rede de esgoto assim como em outras regiões da Capital, Goiânia paga caro por essa questão. Terminar a leste oeste é uma outra questão, parou no centro da cidade, não houve continuidade, também é preciso acontecer a transferência da BR-153 que está previsto para os próximos 2 anos, é preciso cobrar isso, porque no processo de privatização da rodovia a empresa Triunfo que ganhou a concessão, ficou responsável de fazer esse processo, aquela BR naquele lugar é um divisor geográfico que acaba criando uma barreira da Região Leste com o restante da cidade, tenho defendido uma tese, até escrevi um artigo publicado no jornal O Popular onde defendo que ali seja a principal avenida da cidade inclusive com um eixo de transporte bem forte, sendo o principal eixo do desenvolvimento da cidade, vou defender essa tese no novo plano diretor de Goiânia, teríamos uma valorização muito grande da região leste, porque se você transformar a BR na principal avenida, no principal eixo do desenvolvimento econômico da cidade com certeza a região seria muito favorecida com essa situação.

Colaboração na organização do texto: Lucieni Soares
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››