Uber acaba em Março?

14.2.17

Tudo que você utiliza de serviços e produtos há cobrança de impostos que são revertidos para o bem da sociedade através de educação, saúde, transporte entre outros, se não chega aí já é outro problema, mas a verdade que todos pagamos impostos para exercer atividades remuneradas, por qual motivo alguém pode instalar uma empresa no seu país, recolher os lucros e não devolver a sociedade parte disso? Além de usurpar dos trabalhadores iludidos que acham estar ganhando algum quando na verdade esta tentando tirar algum na crise desafiadora imposta por governos de desmandos no nosso País.

Bom, para o caso do táxi especificamente em todo o território brasileiro este profissional precisa se qualificar no SEST/SENAT, manter este curso atualizado através de minis cursos de forma periódica, depois é necessário tirar certidões de cidadania nos cartórios eleitorais, no tribunal de Justiça, após isso é preciso fazer registro na prefeitura e no órgão que regula o transito da cidade, também é necessário pagar as taxas concernentes, e ainda provar o pagamento de INSS, além disso, muitas operadoras exigem seguro de vida, fora os veículos que tem uma quantidade de requisições e responsabilidades a cumprir bem como o seu proprietário. A maioria das prefeituras dá um período de 4 a 6 anos para uso do veículo, mas em muitos lugares não passa de 3 anos pois o veiculo estraga muito fácil, a depreciação é grande e com o passar de 300 mil km começa a dar muitos problemas causando prejuízo. Estes 300 mil km chegam num período de dois anos e meio. Bem, não obstante estes pontos os carros passam por vistorias de documentação bem como os proprietários e os profissionais constantemente em blitz diretamente para estes veículos e profissionais.

Quanto à capacidade técnica do motorista de táxi nem preciso falar, todavia quanto a sua capacidade comportamental não vou dizer que taxista é santo, pois é ser humano, mas ele tem qualificação para estar ali a frente do volante, não obedecendo ao passageiro quando este quer que faça um atalho ou coisas do gênero, chamado “gato” nas vias públicas, assim como a maioria deles tem a expertise em não aceitar certas corridas como acontece com os camaradas do Uber e, portanto caem em ciladas “baratas”. Também não vamos achar ao volante de um taxi um motorista usando uma joia de xilindró, para tanto a cada período o motorista de taxi é obrigado a levar os antecedentes criminais, bem como toda a documentação ao órgão competente além é claro de passar por vistorias constantemente em suas operadoras. Também vemos os taxistas sendo assediados por mulheres Alcoolizadas, mas a grande maioria leva a cliente em condições para a sua casa não caindo nas ciladas da noite.

A explanação aqui mais uma vez é só para elucidar que a sociedade vive numa roda vida e, portanto não cabe vir alguém de fora se instalar e levar o nosso dinheiro suado à custa da mentira e enganação de um serviço que basta que continue para que a população perceba que a frota do UBER não se sustenta e logo verão carros muito piores que os taxis das diversas praças destes “brasis”. Entretanto, há quem fique indignado, mas é mentira sim, pois o UBER na maioria de suas corridas cobra a tarifa dinâmica e isso faz com que o valor fique muito mais alto que o preço praticado pelo serviço regular de Táxi em qualquer lugar do Brasil, logo a enganação não fica unicamente na tarifa dinâmica, mas também na forma como os “parceiros” dela se deixam levar para arrumar uns trocados, pois muitos estão desempregados de suas profissões originais e com isso acabam com uma profissão e um profissional regulamentado, bem como as empresas que existem para prestar tais serviços.

Entretanto foi assinado pelo Presidente da República o Decreto 8950 de 29 Dez 2016 DOU 30/12/2016, o qual consta que as atividades tecnológicas deverão ser regulamentadas cabendo as prefeituras a sua cobrança, portanto até o final de março as prefeituras precisam se adequar e aí esses serviços tecnológicos pagando impostos de acordo com tabela poderão concorrer mesmo porque para prestar serviço adequado terão que se profissionalizar e então vamos ver se irão continuar ou se é só farra!


Por Antonio Oliveira


Postagens

Anterior
« Anterior
Próxima
Próxima »

Comente com o Facebook: