Goiânia: Encontro discutirá recuperação de nascentes

fevereiro 24, 2018

A Comissão do Meio Ambiente da Câmara Municipal de Goiânia realiza no próximo dia 1º de março, reunião para discutir a recuperação das nascentes do município de Goiânia. O motivo que levou o presidente da comissão, Gustavo Cruvinel (PV) a realizar o encontro foi a crise hídrica que atingiu a capital e municípios da região metropolitana em 2017.

Na época foi criado um fórum com diversas entidades e órgãos governamentais para buscar soluções para o problema da falta de água e o poder Legislativo se comprometeu a contribuir com projetos de lei que estabeleçam ações de políticas públicas de meio ambiente no Município.

Os principais problemas que afetam essas nascentes, e que geram diminuição do fluxo de água são: ausência de mata ciliar, lançamentos clandestinos de esgoto, lançamentos clandestinos de entulho, focos de erosão, assoreamento, falta de roçagem, moradores que invadiram e vivem às margens do córrego e desmatamento, de acordo com o relatório realizado por técnicos da comissão.

Estão confirmadas as presenças do delegado Luziano da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema) e do presidente Gilberto Neto da Agência Municipal do Meio Ambiente (Amma).

A Amma cadastrou oito nascentes no Município. São elas: Nascente do Córrego Água Branca (Setor Água Branca); Córrego Areião (Setor Sul); Córrego Sumidouro (Parque Flamboyant, Jardim Goiás); Córrego Vitória (Parque Sabiá, no Parque das Laranjeiras); Córrego São José (Parque Carmo Bernardes, no Parque Atheneu); Córrego Capuava (Setor Capuava); Córrego Buriti (Bosque dos Buritis, no Setor Oeste) e nascentes que deságuam no Rio Meia Ponte (Parques Beija-Flor e Liberdade, no Setor Jaó).

SERVIÇO:

Assunto: Reunião sobre crise hídrica e recuperação das nascentes

Local: Sala da comissão de Meio Ambiente – 1º andar, corredor das comissões temáticas

Por Quezia Alcantara
Próxima Postagem
« Próxima
Postagem Anterior
Anterior »

Comente com o Facebook: