GENARC prende mais um por tráfico de drogas

fevereiro 23, 2017 0


Policiais Civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC de Itumbiara) coordenados pelo Delegado de Polícia Dr Rogério Moreira, prenderam em flagrante delito, em Caldas Novas - GO, nesta quarta-feira, 22, Wallas Cândido da Silva, 49 anos, pela prática do crime de tráfico de drogas.
Wallas foi preso em flagrante delito por tráfico de drogas
Após chegar ao GENARC diversas denúncias de que Wallas estava realizando a distribuição de grande quantidade de maconha na cidade de Caldas Novas, notadamente no Bairro Parque das Brisas, Policiais Civis do Genarc realizaram diligências na cidade das águas quentes a fim de verificar as procedências das informações.

Restou, entretanto, constatado em diversos dias pelos investigadores atividades de movimentos de entrada e saída de pessoas suspeitas na residência do investigado, atividades condizentes com a mercancia de drogas.

Nesta quarta-feira, os investigadores conseguiram surpreender em flagrante um usuário ao chegar na residência de Wallas entregando-lhe dinheiro para adquirir drogas, momento em que foi realizada a abordagem policial, exatamente quando Wallas realizava a venda de R$ 130,00 reais de maconha. Continuando as buscas pelo imóvel de Wallas, os agentes localizaram 17 tabletes grandes de maconha (cerca de 18 quilos), escondidos dentro da geladeira e diversos pedaços menores já fracionados e embalados para a venda.

Diante dos fatos, foi dada voz de prisão em flagrante delito a Wallas Cândido da Silva pela prática do crime de tráfico de drogas, cuja pena pode ultrapassar os 15 anos de reclusão, posto que Wallas é reincidente específico nesta modalidade criminosa.

Finalizado o auto de prisão em flagrante, o preso foi encaminhado ao presídio de Caldas Novas, permanecendo doravante à disposição da justiça local; vale a pena salientar o apoio da Deam de Caldas Novas na lavratura do procedimento, tendo a Delegada Sabrina Leles e equipe, por ter cedido local e meios para o trabalho do Delegado Rogério Moreira e equipe.

GoiasInterior
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Mais de 266 mil kits para a TV digital estão sendo entregues em 29 cidades

fevereiro 22, 2017 0


As famílias de Senador Canedo, Anápolis e mais 27 municípios do Estado de Goiás inscritas em programas sociais do Governo Federal já podem verificar se estão na lista de beneficiários que receberão um dos mais de 266 mil kits gratuitos com antena digital conversor e controle remoto. A população deve acessar o site sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, já pode escolher o melhor local, dia e horário para retirar o kit gratuito. Caso não esteja na lista, deve preencher o cadastro para que a Seja Digital entre em contato e dê a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV. Em Senador Canedo serão distribuídos mais de 15 mil kits.

No dia 31 de maio de 2017, o sinal analógico de televisão será desligado em 29 municípios do Estado de Goiás. A programação dos canais abertos de televisão será transmitida apenas pelo sinal digital. Para continuar assistindo a programação, todas as residências da região precisam ter uma antena digital e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital.

A Seja Digital é a entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para digital da televisão aberta no Brasil. A entidade tem como parte de suas atribuições distribuir kits gratuitos com antena e conversor para a população cadastrada em Programas Sociais do Governo Federal. A lista de beneficiários é fornecida pelo Ministério do Desenvolvimento Social para que a Seja Digital informe ao público por meio de cartas e campanhas de comunicação para que entrem em contato e agendem a retirada dos equipamentos.
Prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, e Seja Digital assinaram termo de cooperação para a distribuição dos kits
Foto: Jornal Impacto Goiás
Além de Senador Canedo e Anápolis, o sinal analógico será desligado em outros 27 municípios do estado: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goiânia, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Teresópolis de Goiás e Trindade.
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Coronel Giovanni Valente fala dos desafios a frente da PM de Anápolis

fevereiro 18, 2017 0

Coronel Divino Alves, comandante-geral da PM-GO, com o coronel Giovanni Valente, novo comandante da Regional de Anápolis
À frente do Comando Regional de Polícia Militar (3º CRPM) de Anápolis desde o último dia 1º de fevereiro, o coronel Giovanni Valente já lidera operações importantes nas 23 cidades que compõem a regional. Entre os focos do novo comandante está a captura de foragidos da Justiça.

O Coronel Giovanni Valente assumiu o lugar do coronel Wellington de Urzêda Mota, que agora comanda a segurança do Tribunal de Justiça, em Goiânia.

De acordo com o novo comandante, logo que assumiu realizou uma análise das manchas criminais da regional e, conforme constatou, Anápolis, Goianira e Inhumas são os municípios que merecem maior atenção da Secretaria de Segurança Pública. Ainda segundo o coronel, roubos têm sido os crimes mais praticados na regional atualmente. "Roubos são responsáveis por mais de 70% da totalidade de ocorrências na minha região. Mais de 70% desses roubos são registrados em Anápolis, 11% em Goianira e 4% em Inhumas", detalhou. "Por esse motivo, meu planejamento está direcionado para essas três cidades".

Conforme foi destacado pelo coronel Giovanni Valente ao AR, desde que assumiu o comando da regional já conseguiu reforços para as cidades do 3º CRPM. "Estou conseguindo reforço de Goiânia para nos ajudar com o déficit de pessoal que temos hoje. Nesses primeiros dias de comando o governador [Marconi Perillo] já liberou para a Regional de Anápolis uma turma de 32 policiais em curso de formação. Além disso, 40 policiais passam pelo curso da Companhia de Policiamento Especializado", acrescenta.

Segundo o comandante, as ações também estarão concentradas em combater, entre outros pontos, as ocorrências de crimes com mortes. "Os homicídios são hoje também um problema para nós". Ciente da responsabilidade, coronel Giovanni Valente se mostra otimista com o novo desafio. "É a principal missão da minha carreira", finaliza.

Adriana Marinelli - A Redação
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Fábrica em Cristalina espera energia há mais de 1 ano para começar a operar

fevereiro 14, 2017 0


Quem sai da cidade de Cristalina (GO), no sentido de Brasília, avista o primeiro galpão industrial da BR-050 após cerca de 10 quilômetros. É uma construção de 2.000 metros quadrados, que abriga uma das mais modernas linhas de produção de ração para cães e gatos do Brasil. A instalação é a primeira filial da Nutridani, empresa com sede em Cambira, na região de Apucarana, norte do Paraná.

A primeira das três linhas de produção planejadas está pronta e deveria estar funcionando há mais de um ano, desde o final de 2015, mas não há energia para pô-la em funcionamento. Por causa disso, o projeto --que inclui ainda a construção de mais dois galpões para armazenagem-- está parado.

Não há nenhuma movimentação de funcionários nem de caminhões, que deveriam abastecê-la com grãos de milho e soja produzidos na região.

350 empregos

A Prefeitura de Cristalina estima que a operação geraria 350 empregos, 300 deles fora da Nutridani. "Só na área industrial, nós criaríamos 40 empregos diretos, considerando um turno de trabalho e apenas a primeira linha das três planejadas", diz o gerente-geral da Nutridani, Mério Gallo.

A Nutridani não divulga o valor do investimento nem a expectativa de faturamento. Na época em que a obra foi anunciada, a Prefeitura de Cristalina divulgou que o investimento na primeira fase da obra seria de R$ 12 milhões. Segundo Gallo, cada linha teria capacidade para produzir 10 toneladas de ração por hora ou até 3.000 toneladas por mês, em dois turnos, a um valor de varejo superior a R$ 15 milhões.

Região rica, perto de Brasília

A fábrica não fica em uma região carente, isolada, nem de difícil acesso. Ao contrário. Cristalina está a 130 quilômetros da capital federal, tem um dos dez maiores PIBs agrícolas do país e é cortada por duas estradas federais parcialmente duplicadas. A própria fábrica da Nutridani foi construída na rodovia que liga a cidade à capital do país, em um trecho já duplicado.

E energia também não falta. "Hoje, com a queda do consumo por conta da recessão e com o preço nas alturas, há uma folga na oferta de energia no país", diz o professor Amaro Pereira, da Coope, que coordena as pós-graduações em engenharia na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

O problema, aqui, é de distribuição da energia, responsabilidade da Celg Distribuição. A empresa pertencia ao governo de Goiás, não foi privatizada nos anos 1990, acabou sendo absorvida pela Eletrobras, em 2015, e, no final de 2016, foi arrematada pelo grupo italiano Enel Brasil, por R$ 2,2 bilhões, no primeiro processo de privatização do governo Michel Temer.

Vacas leiteiras passando calor

A falta de energia na região de Cristalina não afeta apenas a Nutridani. Ela prejudica também o agronegócio, esteio da economia local. "Nós recebemos 50 MW e, se recebêssemos mais 50 MW hoje, não haveria sobra. Iria tudo para projetos já instalados ou que estão à espera apenas da energia", diz o secretário de desenvolvimento econômico do município, Carlos Sponchiado.

A falta de energia em Cristalina teve consequências para 700 vacas leiteiras da raça holandesa da fazenda Figueiredo, que estão entre as mais produtivas do país, com média de mais de 30 litros de leite por dia por cabeça. Para atingir esse volume, as vacas não podem passar calor.

O "conforto térmico" dos animais é proporcionado por um sistema composto de chuveiros automáticos, como os de equipamentos anti-incêndio, e enormes ventiladores. Primeiro, os chuveiros molham as vacas, depois, os ventiladores entram em funcionamento para ajudar a evaporar a água do couro dos animais, reduzindo, assim, a temperatura do corpo deles.

Mas o processo todo consome energia. Sem energia suficiente para todo o rebanho de cerca de 2.000 animais, 700 deles foram descartados, ou seja, vendidos para abate em frigoríficos. "Sem o conforto térmico, o animal começa a sofrer, e a produtividade também cai", diz Luiz Carlos Figueiredo, que usa geradores a diesel para os momentos em que a energia, que já é insuficiente, cai.

Atraso de pelo menos três anos

O diretor técnico da Celg Distribuição, Humberto Eustáquio, admite o atraso, de pelo menos três anos, nas obras para levar mais energia a Cristalina. De acordo com ele, a demora foi provocada por problemas nas quatro primeiras licitações para contratar a obra de ampliação da rede. "No final de 2015, relicitamos e finalmente conseguimos contratar."

Segundo ele, as obras na linha de transmissão de 52 quilômetros que levará a energia da subestação de Rio Vermelho, em Luziânia, a Cristalina deve ser entregue no meio do ano e está orçada em cerca de R$ 30 milhões.

Asdrúbal Figueiró - UOL
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Uber chega em Anápolis!

fevereiro 14, 2017 0


A Uber começou hoje, 14, a operar em Anápolis, segunda principal cidade do estado de Goiás. Conhecida como um dos mais importantes eixos rodoviários do Brasil, a cidade é um dos pólos industriais da região e, devido à sua localização central, tem alto potencial logístico. A Uber chega para fazer parte da cidade, oferecendo aos anapolinos uma alternativa de renda e mobilidade acessível, moderna e eficiente.

Uber

O Uber é um aplicativo para pedir carros com motoristas, que funcionam de maneira similar ao táxi, você baixa o aplicativo no seu celular, faz o cadastro e pode solicitar um carro, onde, e no horário que desejar. O pagamento pode ser feito direto no cartão de crédito via aplicativo, ou na opção dinheiro com o motorista. A opção de pagamento em dinheiro não estará disponível para Anápolis por enquanto.

O sistema Uber já funciona em 45 cidades do país e possui milhares de motoristas e usuários. Os valores são bem diferenciados, e em Anápolis seguirá os valores parecidos ao da Capital do Estado, Goiânia. R$ 1,19 por km rodado e R$ 0,13 por minuto + as tarifas fixas.

Os motoristas interessados em atuar devem se cadastrar pelo site da Uber: https://partners.uber.com

Para baixar o app gratuito basta acessar a Store do seu smartphone e buscar por Uber.

Fonte: Rafael Batista com adaptações
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Há vida após o "Parto"?

fevereiro 14, 2017 0


Um escritor húngaro explicou a existência do invisível com uma ótima analogia:

No ventre de uma mãe havia dois bebês. Um perguntou ao outro: “Você acredita em vida após o parto?”
O outro respondeu: “É claro. Tem que haver algo após o parto. Talvez nós estamos aqui para nos preparar para o que virá mais tarde.”
“Bobagem”, disse o primeiro.
“Não há vida após o parto. Que tipo de vida seria essa?”

O segundo disse, “Eu não sei, mas haverá mais luz do que aqui. Talvez vamos poder andar com as nossas pernas e comer com nossas bocas. Talvez teremos outros sentidos que não podemos entender agora.”
O primeiro respondeu: “Isso é um absurdo. Andar é impossível. E comer com a boca? Ridículo! O cordão umbilical nos fornece nutrição e tudo o que precisamos. Mas o cordão umbilical é muito curto. A vida após o parto logicamente está fora de questão.”
O segundo insistiu, “Bem, eu acho que há alguma coisa, e talvez seja diferente do que é aqui. Talvez a gente não vai precisar mais deste tubo físico.”
O primeiro respondeu: “Bobagem. E além disso, se há mesmo vida após o parto, então por que ninguém jamais voltou de lá? O parto é o fim da vida, e no pós-parto não há nada além de escuridão, silêncio e esquecimento. Ele não nos leva a lugar nenhum.”
“Bem, eu não sei”, disse o segundo, “mas certamente vamos encontrar a Mãe e ela vai cuidar de nós.”
O primeiro respondeu: “Mãe? Você realmente acredita em Mãe? Isso é ridículo. Se a Mãe existe, então onde ela está agora?”
O segundo disse: “Ela está ao nosso redor. Estamos cercados por ela. Nós somos dela. É nela que vivemos. Sem ela este mundo não seria e não poderia existir.”
Disse o primeiro: “Bem, eu não posso vê-la, então é lógico que ela não existe.”

Ao que o segundo respondeu: “Às vezes, quando você está em silêncio, se você se concentrar e realmente ouvir, você pode perceber a presença dela, e pode ouvir sua voz amorosa, lá de cima.”

Alice Martins
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Caiado e Adib Elias defendem uma agenda conjunta PMDB-DEM

fevereiro 14, 2017 0


O presidente regional do Democratas, senador Ronaldo Caiado, disse concordar com a posição do prefeito de Catalão, Adib Elias (PMDB), que defendeu em declarações à imprensa que PMDB e DEM precisam se acertar. Adib falou em uma agenda conjunta da oposição e maturidade na condução das discussões sobre as eleições de 2018.

“Concordo com o prefeito Adib. Temos que ter maturidade para andarmos juntos e a humildade de buscarmos aliados. A aliança PMDB-DEM foi vitoriosa e me empenhei para eleger os candidatos a prefeito do PMDB em quase a totalidade dos municípios que disputamos as eleições”, disse.

Ronaldo Caiado também considerou acertada a fala de Adib que considerou inoportuna a decisão de um nome nesta altura das discussões, mas reafirmou acreditar que cada partido tem o direito de defender suas pré-candidaturas. “É inoportuna uma definição antecipada de nome, mas defendo que cada partido apresente seus pré-candidatos e possamos andar juntos pelo Estado”, afirmou.

Para o parlamentar, o momento requer cautela. “É preciso ter a humildade de saber qual em 2018 terá as condições para enfrentar a máquina do Governo, que tenta de todas as formas aliciar prefeitos do DEM-PMDB. Como proposto pelo prefeito Adib, o Democratas é favorável a uma agenda conjunta com o PMDB e da minha parte não faltará disposição de aparar possíveis arestas”, concluiu.

›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Transição

fevereiro 14, 2017 1


"Não há mais maldade, o que há é mais luz, e é sobre isso que falo agora.

Imagine que você tem um quarto, ou uma despensa, onde guarda suas coisas, iluminado por uma lâmpada de 40W. Se trocar para uma lâmpada de 100W, verá desordem e um tipo de sujeira que você nem imaginava que havia no local.

A sociedade está mais iluminada. Isto é o que está acontecendo. E isto faz com que muitas pessoas que lêem estas afirmações as considerem loucura.

Percebeu que hoje em dia as mentiras e ilusões são percebidas cada vez mais rapidamente? Bom, também está mais rápido alcançar o verdadeiro entendimento de Deus e compreender a forma como a vida se organiza.

A nova vibração do planeta tem tornado as pessoas nervosas, depressivas e doentes. Isto porque, para poder receber mais luz, as pessoas precisam mudar física e mentalmente. Devem organizar seus quartos de despejo, porque sua consciência cada dia receberá mais luz. E por mais que desejem evitar, precisarão arregaçar as mangas e começar a limpeza, ou terão que viver no meio da sujeira.

Esta mudança provoca dores físicas nos ossos, que os médicos não conseguem resolver, já que não veem uma doença que possa ser diagnosticada. Dirão que é causado pelo estresse. Porém isto não é real. São apenas emoções negativas acumuladas, medos e angústias, todo o pó e sujeira de anos que agora está sendo visto para ser limpo.

Algumas noites as pessoas acordarão e não conseguirão dormir por algum tempo. Não se preocupem. Leiam um livro, meditem, assistam TV. Não imaginem que algo errado ocorre. Você apenas está assimilando a nova vibração planetária. Logo seu sono ficará normal, e não sentirá tanta falta de dormir.

Se não entender este processo, pode ser que as dores se tornem mais intensas e você acabe com um diagnóstico de fibromialgia, um nome que a medicina deu para o tipo de dores que não tem causa visível. Para isto não existe tratamento específico – apenas antidepressivos, que farão com que você perca a oportunidade de mudar sua vida.

Uma vez mais, cada um de nós precisa escolher que tipo de realidade deseja experimentar, porém sabendo que desta vez os dramas serão sentidos com mais intensidade; assim como o amor. Quando aumentamos a intensidade da luz, também aumentamos a intensidade da escuridão, o que explica o aumento de violência irracional nos últimos anos.

Estamos vivendo a melhor época da humanidade desde todos os tempos. Seremos testemunhas e agentes da maior transformação de consciência jamais imaginada.

Informe-se, desperte sua vontade de conhecer estas questões. A ciência sabe que algo está acontecendo, você sabe que algo está acontecendo. Seja um participante ativo. Que estes acontecimentos não o deixem assustado (a), por não saber do que se trata."

O Mundo precisa começar a ter coragem de ver além do que sua visão alcança.


Texto atribuído a Sathya Sai Baba
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Uber acaba em Março?

fevereiro 14, 2017 0


Tudo que você utiliza de serviços e produtos há cobrança de impostos que são revertidos para o bem da sociedade através de educação, saúde, transporte entre outros, se não chega aí já é outro problema, mas a verdade que todos pagamos impostos para exercer atividades remuneradas, por qual motivo alguém pode instalar uma empresa no seu país, recolher os lucros e não devolver a sociedade parte disso? Além de usurpar dos trabalhadores iludidos que acham estar ganhando algum quando na verdade esta tentando tirar algum na crise desafiadora imposta por governos de desmandos no nosso País.

Bom, para o caso do táxi especificamente em todo o território brasileiro este profissional precisa se qualificar no SEST/SENAT, manter este curso atualizado através de minis cursos de forma periódica, depois é necessário tirar certidões de cidadania nos cartórios eleitorais, no tribunal de Justiça, após isso é preciso fazer registro na prefeitura e no órgão que regula o transito da cidade, também é necessário pagar as taxas concernentes, e ainda provar o pagamento de INSS, além disso, muitas operadoras exigem seguro de vida, fora os veículos que tem uma quantidade de requisições e responsabilidades a cumprir bem como o seu proprietário. A maioria das prefeituras dá um período de 4 a 6 anos para uso do veículo, mas em muitos lugares não passa de 3 anos pois o veiculo estraga muito fácil, a depreciação é grande e com o passar de 300 mil km começa a dar muitos problemas causando prejuízo. Estes 300 mil km chegam num período de dois anos e meio. Bem, não obstante estes pontos os carros passam por vistorias de documentação bem como os proprietários e os profissionais constantemente em blitz diretamente para estes veículos e profissionais.

Quanto à capacidade técnica do motorista de táxi nem preciso falar, todavia quanto a sua capacidade comportamental não vou dizer que taxista é santo, pois é ser humano, mas ele tem qualificação para estar ali a frente do volante, não obedecendo ao passageiro quando este quer que faça um atalho ou coisas do gênero, chamado “gato” nas vias públicas, assim como a maioria deles tem a expertise em não aceitar certas corridas como acontece com os camaradas do Uber e, portanto caem em ciladas “baratas”. Também não vamos achar ao volante de um taxi um motorista usando uma joia de xilindró, para tanto a cada período o motorista de taxi é obrigado a levar os antecedentes criminais, bem como toda a documentação ao órgão competente além é claro de passar por vistorias constantemente em suas operadoras. Também vemos os taxistas sendo assediados por mulheres Alcoolizadas, mas a grande maioria leva a cliente em condições para a sua casa não caindo nas ciladas da noite.

A explanação aqui mais uma vez é só para elucidar que a sociedade vive numa roda vida e, portanto não cabe vir alguém de fora se instalar e levar o nosso dinheiro suado à custa da mentira e enganação de um serviço que basta que continue para que a população perceba que a frota do UBER não se sustenta e logo verão carros muito piores que os taxis das diversas praças destes “brasis”. Entretanto, há quem fique indignado, mas é mentira sim, pois o UBER na maioria de suas corridas cobra a tarifa dinâmica e isso faz com que o valor fique muito mais alto que o preço praticado pelo serviço regular de Táxi em qualquer lugar do Brasil, logo a enganação não fica unicamente na tarifa dinâmica, mas também na forma como os “parceiros” dela se deixam levar para arrumar uns trocados, pois muitos estão desempregados de suas profissões originais e com isso acabam com uma profissão e um profissional regulamentado, bem como as empresas que existem para prestar tais serviços.

Entretanto foi assinado pelo Presidente da República o Decreto 8950 de 29 Dez 2016 DOU 30/12/2016, o qual consta que as atividades tecnológicas deverão ser regulamentadas cabendo as prefeituras a sua cobrança, portanto até o final de março as prefeituras precisam se adequar e aí esses serviços tecnológicos pagando impostos de acordo com tabela poderão concorrer mesmo porque para prestar serviço adequado terão que se profissionalizar e então vamos ver se irão continuar ou se é só farra!


Por Antonio Oliveira


›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Distribuição de kits para a TV Digital em Senador Canedo

fevereiro 13, 2017 0


O diretor geral da Seja Digital, Antônio Carlos Martelletto, e o executivo local da entidade, Rommel Sena, se reúnem nesta terça-feira, 14, às 14h30, com o prefeito de Senador Canedo, Divino Lemes, para assinatura do termo de cooperação para a realização da distribuição de kits gratuitos para as famílias cadastradas nos programas sociais do Governo Federal.

As famílias já podem verificar se estão na lista de beneficiários que receberão os kits gratuitos com antena digital, conversor e controle remoto. A população deve acessar o site: sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, já pode escolher o melhor local, dia e horário para retirar o kit gratuito. Caso não esteja na lista, deve preencher o cadastro para que a Seja Digital entre em contato e dê a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV. O desligamento do sinal analógico acontecerá no dia 31 de maio em Senador Canedo e mais 28 municípios do estado.

Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV) é responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo começou em abril de 2015 e tem previsão de finalização em mais de 1300 cidades em dezembro de 2018, de acordo com cronograma definido pela portaria 378 do antigo Ministério das Comunicações.
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Formosa sedia Seminário sobre o papel da guarda civil municipal no Entorno

fevereiro 13, 2017 0


Estão abertas as inscrições para o Seminário “Segurança pública para a cidadania: o papel da guarda civil municipal no Entorno do Distrito Federal”, que será realizado no dia 21 de fevereiro, no Teatro do Câmpus Formosa do Instituto Federal de Goiás (IFG). O seminário é promovido pela Secretaria de Segurança Pública e Administração Penitenciária de Goiás, em parceria com o IFG e a Prefeitura Municipal de Formosa. (FAÇA AQUI SUA INSCRIÇÃO)

Cerca de 150 guardas municipais das cidades de Formosa, Cabeceiras, Luziânia, Santo Antonio do Descoberto e Cidade Ocidental estarão participando do seminário e mais 180 vagas estão sendo disponibilizadas para a comunidade interna e externa.

A abertura do seminário está marcada para as 10 horas, e contará com a participação da reitoria do IFG; direção-Geral do Câmpus Formosa; prefeitos de Formosa, Cabeceiras, Cidade Ocidental, Luziânia e Santo Antonio do Descoberto; Secretaria Nacional de Segurança Pública e Conferência Nacional das Guardas Municipais do Brasil.

A palestra magna, que será seguida por debate, terá como tema “A violência nos municípios do Entorno do Distrito Federal e os desafios municipais na segurança pública”, com a professora do IFG, Najla Franco Frattari.

A tarde terá reinício com a professora do IFG/Câmpus Luziânia, Marizângela de Bortolo Pinto, sendo moderadora em mesa-redonda. Cinco palestras ocorrerão: “A segurança pública no Brasil sob a perspectiva da integração entre os três entes federativos”, com Fernando Cesar; “Pacto Social Goiás pela Vida”, com Madson Ribeiro; “Lei nº 13.022, de 08 de agosto de 2014, e suas implicações na segurança pública”, com Oseias Francisco da Silva; “Segurança Pública Cidadã”, ministrada por Johnathan Tarley.

Na última palestra, o tema “Portaria Interministerial nº 4.226, de 31 de dezembro de 2010, e a Lei nº 13.060, de 22 de dezembro de 2014” será abordado pelo Coronel da Polícia Militar de Goiás, Alexandre Flecha Campos. Ambas as leis disciplinam o uso de instrumentos de menor potencial ofensivo pelos agentes de segurança pública em todo o território nacional.

Os participantes do seminário receberão certificado com 8 horas.

Faça aqui sua inscrição.

By Hudson Cunha
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Vale a pena viver?

fevereiro 12, 2017 0


Conheci uma pessoa, muito querida por sinal, que entoava com frequência um mantra dos mais negativos. Dizia ela: “A vida não vale a pena ser vivida”. Caramba!, pensava eu. Isso lá é modo de encarar a existência? Pode até ser que de vez em quando a gente pisa na jaca podre, dá uns escorregões e esfola os joelhos, mas daí a afirmar e acreditar numa barbaridades dessa... é querer acabar com o pequi de Goiás, como diz outra amiga quando quer se referir a algum absurdo descomunal. E sempre que ouvi aquela pessoa espargindo sua incredulidade a respeito de algo que se conhece por felicidade (sentimento que ela certamente nunca ou muito pouco experimentou), não podia deixar de me condoer por ela.

Pois bem, o que será essa tal felicidade que alguns desfrutam até com certa regularidade, outros de vez em quando e muitos ignoram completamente essa possibilidade? Depende basicamente de onde colocamos nossa referência de vida, e aqui existem apenas duas possibilidades: ou a centramos no EU; ou naquilo que nos rodeia, orientado pelo EGO. Tudo na vida constitui basicamente uma questão de escolha. Nossa vida, amanhã, será uma consequência da escolha que fazemos hoje. Também chamada lei de causa e efeito. Ou, num exemplo bastante popular e claro: se eu planto pepinos, fatalmente irei colher pepinos; jamais encherei o cesto de uvas.

Segundo a teoria da referência do EU (autorreferência) ou do EGO (objeto-referência), enunciada pelo psicólogo Deepack Chopra, quando elegemos a opção pelo EU nós resgatamos nossa identidade divina, encontramos nossa essência espiritual, e entendemos que somos todos iguais, nem piores e nem melhores do que os outros. Já quando centramos nossa vida no objeto-referência, aí a coisa começa a se complicar. O que passa a ter valor são coisas, objetos, poder, dinheiro, cargo e função. Tudo aquilo que pode ser conquistado mas também perdido. E quando se perde o dinheiro, o poder, todos esses fatores transitórios e ilusórios, perdemos também o Norte e a própria alegria de viver.

Vamos exemplificar: o general que passa para a reserva. Até ontem ele tinha o comando da tropa e os canhões; ao vestir o pijama, como dizem, perde completamente o poder e sua referência de vida. O mesmo acontece com o CEO de uma grande empresa; com o artista badalado que vê seu público minguar; e assim em praticamente todos os setores da vida humana. Ou seja: não temos o menor controle sobre a efetividade do objeto-referência, e isso explica por que tantas pessoas querem ter mais e mais. O medo da perda as leva compulsivamente a uma roda viva alucinada de querer ter sempre mais e mais.

E quando esse cenário de desastre se materializa, quando o espírito é impotente para reagir diante da adversidade, entra no palco um dos mais temidos gigantes de nossa alma: a depressão. Traiçoeira, obstinada, a depressão vai envolvendo o sujeito numa rede de tentáculos que o asfixia, tolhe sua vontade e capacidade de discernimento. Daí a fuga para as drogas e o próprio auto-abandono pode ser questão de tempo, muitas vezes chegando às raias do suicídio.

Você precisa mudar? Quer mudar? Então exerça o seu livre-arbítrio e refaça suas escolhas. Por exemplo: já há alguns anos não viajo de carro para São Paulo sem escala. Para mim, são mais de 900 km de pura diversão. Saio de Goiânia ao entardecer e de madrugada paro para dormir em alguma cidade paulista. Cada vez em uma diferente. Vou conhecendo cidades, pessoas e sabores de comidas nativas – inclusive nos postos de beira de estrada. Chego depois da metade da tarde, satisfeito, descansado e pronto para enfrentar o trânsito francamente hostil.

Você quer ser feliz? Pois então escolha a felicidade como companheira de viagem e pratique-a intensamente todos os dias. Ninguém precisa necessariamente de uma Ferrari para ser feliz; qualquer um pode atingir esse nível de satisfação mesmo a bordo de um carrinho 1.0 ou sacolejando no ônibus urbano. A felicidade não está na marca ou no preço do veículo utilizado para o transporte; está no próprio caminho.


Artigo por Antônio Spada


›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

O mundo sem polícia

fevereiro 08, 2017 0


O canal de TV a cabo “History Channel” exibiu um excelente documentário, com o título “O mundo sem ninguém.” Quais as consequências e os desdobramentos da civilização, se acaso a humanidade desaparecesse? O que iria acontecer em uma hora, em uma semana, em meses, centenas e milhares de anos, caso o homem não mais existisse? O excelente documentário nos leva a reflexão, e por fim, demonstra nossa insignificância perante as forças da natureza. Ao refletir sobre vários episódios, nos quais a polícia é criticada e humilhada, especificamente sobre o mais recente, onde a quase aposentada cantora Rita Lee chama, durante um show em Aracaju, os policiais de “cachorros”, não esquecendo de generalizar a origem materna dos que ali se encontravam para cumprimento da lei, como sendo todos oriundos do baixo meretrício, imaginei como seria, assim como no documentário, um mundo sem polícia. O que aconteceria se, de uma hora para outra, todos os policiais desaparecessem?

Vamos nos ater ao Rio de Janeiro, em um mundo sem policia. Nas primeiras horas, não haveria muita diferença. As pessoas, aos poucos, iriam procurar a certeza de que realmente não mais existia a polícia. Os ricos demonstrariam um pouco de preocupação, ainda sem querer acreditar.

Uma semana sem polícia. Nesta primeira semana, a maioria das pessoas daria início a pequenas transgressões. Os sinais de trânsito não mais seriam respeitados. Os mais afoitos começam a entrar em lojas, restaurantes e supermercados, e de lá sairiam sem pagar. Não agiriam como ladrões, nervosos e correndo. Agiriam com calma e cinismo.

Um mês sem polícia. A Justiça faria uma reunião de emergência. O ponto principal a se discutir seria como viabilizar as decisões dos juízes, sejam prisões, reintegração de posse, ou qualquer cumprimento obrigatório de uma ordem judicial. Não chegaria a nenhuma conclusão, pelo simples fato de que não há mais a polícia para fazer cumprir a lei. Surge um mercado negro efervescente de venda de armas. Todos querem ter uma.

Seis meses sem polícia. Os homicídios multiplicam-se por dez. Os corpos permanecem nas ruas. Não há mais os bombeiros e nem peritos, e nem policiais para investigar. Almas ainda caridosas recolhem os corpos. Os políticos, antes detentores de um imenso poder, são caçados como galinhas gordas, e executados friamente. Alguns oferecem seus bens em troca da vida. Os presídios foram abertos, já que não mais existem guardas, e uma imensa horda de criminosos passa a vagar pelas ruas. As agências bancárias não mais funcionam, face ao grande número de roubos.

Um ano sem polícia. A cidade se torna um caos. Grupos armados passam a dominar ruas e bairros. O dinheiro deixa de circular pela inexistência dos bancos. Os ricos constroem apressadamente bunkers. Não há para onde fugir, pois em todo o mundo não há mais polícia.

Dois anos sem polícia. O comércio como no passado não mais existe. Volta-se ao escambo. A regularidade é o roubo, a extorsão e o homicídio.

Dez anos sem a polícia. A sociedade encontra-se totalmente esfacelada. Todos os sistemas de produção foram dizimados. A população foi reduzida em mais de quarenta por cento, e continua diminuindo face a imensa matança. Mata-se por qualquer motivo, desde uma antiga desavença até mesmo porque não se gostou da forma como o outro nos olhou. Os grupos que se formam tornam-se mais poderosos pela força, expandem seus domínios, e passam a sequestrar e escravizar pessoas, principalmente mulheres. Os homens são obrigados a trabalhos forçados.

Vinte anos sem a polícia. Os limites geográficos antes conhecidos como cidades e bairros não mais existem. Foram reordenados pelos grupos que impuseram seus domínios, e receberam nova denominação. Água, comida e agasalho serão acessíveis apenas aos que possam conseguir pela violência. Os mais fracos mendigam. As mansões e os prédios de luxo foram tomados dos mais ricos. Bandos de vândalos e saqueadores perambulam pela noite, matando, roubando e destruindo. O consumo de drogas é afinal totalmente liberado. A cultura e a produção literária deixaram de existir em dez anos no mundo sem polícia. Os mais novos não aprenderam nem a ler. Aliada aos homicídios generalizados, as doenças matam ainda mais. Não se produz nenhum tipo de remédio, exceto os caseiros. A sociedade como a conhecíamos, com uma policia tentando manter a lei e a ordem, acabou. Prevalece a barbárie, a lei do mais forte. A existência do homem aproxima-se do fim.

No túmulo, a cantora Rita Lee, que dezenas de anos antes chamou os policiais de cachorros e filhos de prostituta, chora ao saber da desgraça, e pede desculpas. Mas agora é tarde. No mundo sem polícia, a sociedade acabou.

Aurílio Nascimento 
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Governo Goiano investe na produção de peixes

fevereiro 08, 2017 0


O mercado de peixe se aquece em todo o País, em Goiás não é diferente. A reportagem do Diário da Manhã acompanhou com muito cuidado o aumento da produção de tilápia no Estado, em plena crise econômica. Ouvimos o Gerente de Desenvolvimento Sustentável, Aquicultura e Pesca da Superintendência de Agricultura do Estado de Goiás, Rogério Carvalho Ramos. Ele falou com entusiasmo sobre os investimentos do governo Marconi Perillo na área para 2017. Ouvimos também o empresário Carlos Almeida, proprietário do Frigoind – Frigorífico de Peixe, localizado em Itauçu. A empresa se especializou na produção de tilápia e promete colocar 20 toneladas da espécie por semana, à venda no período da quaresma - entre 01 de março e 10 de abril. Ouvimos também o médico e Deputado Estadual, Dr. Antonio Caetano, um entusiasta dos investimentos do governo goiano aos projetos dos pequenos produtores de pescado. Dr. Antonio falou também sobre a importância do consumo de peixe para a saúde humana.

Os rumos da Aquicultura

A aquicultura no Brasil ainda não atingiu o patamar almejado. O mercado de produção de tilápia, especificamente, e o pescado de um modo geral continuam com a demanda maior que a oferta. Contudo, no caso de Goiás, o governador Marconi Perillo, antenado com as nossas possibilidades do aumento na produção tomou diversas medidas importantes no crescimento da área. Neste sentido é importante lembrar, que temos estratégicas bacias hidrográficas (Tocantins, Araguaia, São Francisco e Paranaíba). O nosso clima é altamente favorável para o cultivo de peixe. Apesar disso, o estado sofreu um retrocesso em 2014, quando diminuiu 5,64% na produção de pescado de um modo geral. Entretanto, naquele mesmo ano já se notava o crescimento da produção de Tilápia, que chegou ao total de 7,64 mil toneladas. O retrocesso de 2014 foi motivado pela estagnação de preços e o aumento de custos da produção. Eis que, no dia 22 de abril de 2013 ocorreu o lançamento de ações de incentivo à pesca e aquicultura no Estado de Goiás, com a nova legislação para agilizar as licenças ambientais. O incentivo financeiro do governo se dá por meio do FCO na área da agricultura, o que contempla os produtores de peixe.

De acordo com Rogério de Carvalho Ramos, responsável pela área da piscicultura no governo estadual, o investimento na agricultura em 2017 será de R$1.474.250.000 (um bilhão, quatrocentos e setenta e quatro milhões e duzentos e cinqüenta mil reais), no que se refere à área rural. Na agroindústria o investimento será o mesmo.

Voltando à produção da tilápia, vale acrescentar que foi a espécie mais criada em Goiás, com 7,4 mil toneladas na última aferição do IBGE. Esse volume corresponde a 34% do total da piscicultura. O pacu e a patinga ocupam a segunda posição no ranking, com despesca de 4,5 mil toneladas, ou 21% do total goiano. Goverlândia, Niquelândia e Inhumas, são municípios que se destacam no setor. Segundo Rogério de Carvalho Ramos, o incentivo do governo em 2017 tem o objetivo de aplacar a crise econômica e criar empregos. Por isso o governador Perillo criou alternativas que aumentem a produção do pescado por meio do efetivo apoio aos micros, pequenos e médios produtores de peixe, cujos juros são subsidiados. Ele também diminuiu o imposto do peixe para 3%. O governador almeja transformar Goiás, que é um estado comprador de peixes, para vendedor nacional.

Carlos Almeida, Frigoind – Frigorífico de Peixe
O empresário Carlos Almeida, Frigoind - Frigorífico de Peixe e o governador Marconi Perillo
Entrevistado, o empresário Carlos Almeida, proprietário do Frigoind – Frigorifico de Peixe, instalado na cidade de Itauçu, disse o seguinte: “Quero parabenizar o governador Marconi Perillo pela bela parceria com os produtores de peixe em Goiás, por meio do FCO, que envolve o Banco do Brasil e o Conselho de Desenvolvimento do Estado – CDE. Perillo foi muito feliz ao trazer para o nosso estado, o então ministro da pesca Marcelo Crivella (hoje prefeito do Rio). O evento se deu em 2013, oportunidade em que foi lançado através de parcerias com o Governo Federal e o Estado de Goiás, um plano de ação que estimulou sobremaneira a produção de pescado no estado, o que fez a Tilápia disparar na produção e consolidar o nosso mercado em plena crise econômica, pela qual passa o Brasil. Inclusive, o então ministro da pesca Marcelo Crivella organizou em 2013 uma missão do governo brasileiro a Israel para o setor de aquicultura, com a finalidade de fazer um intercâmbio técnico-científico, com a participação das seguintes autoridades: Senadores Wilder Morais e Benedito de Lira, deputados federais, prefeitos, pesquisadores da Embrapa e de universidades e empresário do setor, entre os quais eu tive a honra de estar presente juntamente com o meu filho Rafael Almeida e o consultor financeiro do Frigoind Célio Menezes. Posteriormente, o ministro doou 4 indústrias de ração, sendo o município de Itauçu um dos contemplados com uma indústria no valor aproximado de R$ 15 milhões. O pequeno produtor hoje é mais respeitado pelo reconhecimento de sua importância pelo governo goiano. Neste sentido, os maiores geradores de empregos do País são de fato : as micro, pequenas e médias empresas. Acredito firmemente, que Perillo está contribuindo para acabar com boa parte dos 13 milhões de desempregados em nosso país, quando colocou no orçamento de 2017 cerca de 2 bilhões e meio para agricultura e a agroindústria de Goiás. Certamente a piscicultura será contemplada com percentual significativo. Vale lembrar, que na oportunidade da vinda do ministro Marcelo Crivela ao nosso estado, quando lançou ao lado do governador Perillo, o plano de ação para a produção de peixe em Goiás: o ministro também esteve em Itauçu. Naquela momento, ele reinaugurou o Frigoind – Frigorífico de Peixe, criado em 2005. Na visita do Crivela ao município de Itauçu, a nossa empresa produzia cinco toneladas de Tilápia por semana. Neste momento estamos produzindo cerca de dez toneladas por semana. Na quaresma que se aproxima queremos produzir vinte toneladas. Aproveito a oportunidade, para dizer que a criatividade vai alavancar o nosso ramo do pescado. Por isso estamos investindo na compra de equipamentos em nossa indústria. Pretendemos produzir farinha de peixe e também óleo de peixe, quando serão aproveitados os descartes, ou seja, o subproduto do que representa 70% do peixe. Vamos também aproveitar a pele do peixe que irá para o nosso curtume. Neste aspecto serão produzidos calçados em alto estilo, bolsas, cintos e outros objetos. O mercado é amplo e futuramente pretendemos ampliar, inclusive, no que diz respeito ao mercado internacional.

Entendo ainda, que o Brasil, por meio do BNDES precisa pensar de forma muito séria nas micros, pequenas e médias empresas, que levam o país nas costas. A geração de empregos será feita com muita criatividade. Não tenho nada contra financiar grandes empresas, entre as quais algumas financiadas pelo BNDES que foram decepcionantes, como o caso das empresas de Eike Batista. Certamente uma linha de crédito para pequenas e médias empresas serão fundamentais para sairmos da crise. Contamos com o apoio de Marconi Perillo para levar esta sugestão ao presidente Michel Temer”, completou o Sr. Carlos Almeida.

Deputado Dr. Antonio

A reportagem ouviu o deputado estadual Dr. Antônio (PR-GO) sobre o assunto. Ele disse o seguinte: “Vejo com muito entusiasmo o incentivo à produção de peixe em Goiás. Marconi Perillo está sendo muito feliz nesse projeto, pois, vivemos um momento em que a sociedade consome muito mais peixe. Percebo que nossa população está alerta para os benefícios na saúde que traz a carne de peixe. Ressalto ainda que é um alimento rico em ômega 3. Certamente o pescado é indispensável em um cardápio saudável, além disso, o peixe é importante na prevenção de doenças cardiovasculares e no aumento da qualidade de vida. Conheço bem a produção de peixe da Região de Inhumas e Itauçu, especialmente o cultivo da tilápia. Vejo com muito otimismo a parceria do Governo de Goiás com os micro, pequenos e médios produtores. Trata-se inclusive de um trabalho de cunho social. Tenho a convicção de que a geração de empregos nesta área e no momento de crise pelo qual passamos, deixará um saldo positivo para toda a nossa sociedade”, concluiu dr. Antônio.

Por Walter Brito
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Dicas de segurança para você não cair no “golpe do Uber”

fevereiro 07, 2017 0


Não há motivo para desespero, no entanto. É fundamental ficar de olho e seguir essas 5 dicas de segurança para não cair em roubada no Uber

Imagine a cena: você sai do trabalho tarde da noite, e para não voltar para casa de ônibus, decide chamar um Uber.

Enquanto espera na calçada, um carro encosta e pergunta se você está esperando um dos veículos da empresa. Você entra?

Relatos como este estão se tornando comuns. Pessoas mal intencionadas se aproveitam do fato de os carros do Uber não terem nenhuma identificação externa para aplicar esse tipo de golpe.

Não há motivo para desespero, no entanto. É fundamental ficar de olho e seguir essas 5 dicas de segurança para não cair em roubada no Uber.

1. Acompanhe o caminho que o carro está fazendo

O aplicativo mostra o carro a caminho. Se no mapa parece que o carro vai chegar pela direita, e ele chega pela esquerda, tem algo estranho aí.

Se parece que ele está na rua de trás, provavelmente não é o mesmo carro que encostou ao seu lado. Fique atenta!

2. Sempre cheque a placa do carro

Quando o aplicativo seleciona o carro que vai atender sua chamada, ele informa a placa, modelo e marca do carro.

Mesmo se você não souber a diferença entre um Chevrolet Celta e um Honda HR-V, você pode identificar o carro pela placa. Nunca entre no carro sem checar se a placa informada no app corresponde à placa do carro.

3. Nunca diga seu nome antes do motorista

Se você tem o hábito de perguntar “esse carro é para a Fulana?”, pode tratar de mudar. O motorista tem acesso ao seu nome, e em geral ele mesmo pergunta, até para a segurança dele. Espere que ele pergunte, e então você pode confirmar.

4. Verifique se o motorista está usando o aplicativo

Em geral os motoristas deixam o celular com o aplicativo aberto no painel do carro. Lá, antes deles iniciarem a viagem, você pode ver seu nome e sua foto. Isso confirma que aquele motorista é o que foi designado para atender seu chamado.

5. Ainda insegura? Compartilhe sua localização

Você pode enviar para seus amigos e familiares um link que mostra onde você está enquanto está no Uber. Basta entrar no menu da viagem e clicar em “Compartilhar rota”.

Dessa forma a pessoa que receber a mensagem com link poderá ver em tempo real onde você está, se está mesmo a caminho de casa ou de qualquer que seja seu destino.

Por Ligia Helena, MdeMulher
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Por que os Universitários não aderiram ao Movimento de Mobilização da UFG em 2016?

fevereiro 07, 2017 0


Alguns motivos levaram para que o corpo docente e discente da Universidade Federal de Goiás não participasse do movimento de mobilização em sua maioria, bem como da adesão destes à greve que se cogitou acontecer. Portanto depois de análise profunda com base em dois autores racionais e utilitaristas podemos verificar que não obstante aos motivos externos ao movimento como a sua eficácia perante a finalidade da causa, também preponderante foram os motivos estudados nos movimentos sociais por um economista e um filósofo respectivamente Mancur Olson¹ e Jon Elster², em que o fracasso pôde ser explicado.

A falta de participação ampla nos movimentos de mobilização da UFG ocorreu porque “os indivíduos não agiram como utilitaristas, em que todos os interessados queiram promover o bem comum” (Elster, 1940,p.159). Também, de acordo com Olson, alguns pontos evidenciaram as falhas para seu êxito como; o objetivo claro, o tamanho do movimento, o comprometimento individual, os acordos, a coordenação e/ou organização. Todavia o movimento poderia ter alcançado o sucesso, se houvesse a aplicabilidade de ações sob o prisma da “Lógica da Ação Coletiva”(Olson, 1990).

O Movimento se expandiu de forma desarticulada e muitos de seus membros se evadiram, Olson diz que quanto maior for o grupo maior será a dificuldade de organização tornando comprometida a inclusão de seus indivíduos e sua adesão, se não houver coerção ou incentivo individual. Portanto notamos as falhas no movimento de acordo com “a teoria dos grupos sociais e das organizações” e percebemos que muitos não se reconheciam dentro do movimento, pois cada indivíduo se tornara muito pequeno, além de que mesmo havendo a racionalidade de que os interesses pessoais estão inseridos nos interesses do movimento ainda assim não foi o suficiente para que houvesse a adesão e ou a permanência. Também não definiu concretamente seu objetivo e tão pouco promoveu a participação de professores e alunos de forma que estes se sentissem à vontade para se juntar, bem como participar de forma efetiva, pois segundo o autor “é necessário identificar o propósito comum em uma organização, bem como a promoção dos interesses dos participantes” (OLson, 1999,p.17). E ainda, podemos caracterizar o movimento da UFG como um grande grupo em que a ambivalência residiu nos indivíduos deixando de realizar qualquer contribuição individual por não haver ônus ou bônus de forma perceptível dentro do mesmo. (Olson, 1999, p.57).

Ações a fim de obter maior participação a partir de algumas estratégias: 1.Tornar o Movimento de Mobilização em um grupo latente “mobilizado”, em que contaria com recompensas positivas (Olson, 1999, p.63, p.72); 2.Transformá-lo em “federativo” havendo uma grande quantidade de pequenos grupos implantados a partir das salas de aulas, contando com seus professores e alunos em suas respectivas disciplinas, contudo os benefícios poderiam ser auferidos como recompensas (Olson, 1999, p.75; p.76); 3.Utilizar os meios de comunicação de massa com o fim de pressionar a comunidade interna à adesão, bem como o apoio da comunidade e entidades da sociedade buscando sua empatia ao movimento.

1. MancurOlson (Grand Forks, 22 de janeiro 1932 - 19 de fevereiro de 1988) ,economista e cientista social norte-americano que, de forma pioneira, apropriou-se de modelos econômicos para o estudo de fenômenos sociais e políticos.

2. Jon Elster, filósofo e cientista político e social norueguês, explica a metodologia para a análise de questões específicas da sociedade.


Por Antonio Oliveira
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Adolescente que sofreu violência com mangueira de ar está em estado gravíssimo

fevereiro 07, 2017 0


Thiago Giovanni Demarco Sena e Willian Henrique Larrea, suspeitos de terem estuprado e causado lesões gravíssimas com uma mangueira de compressor de ar em um adolescente de 17 anos, terão a prisão pedida pela advogada Katarina Viana que está acompanhando a família.

A mãe do adolescente, acompanhada de um tio dele foram até a DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) para falarem sobre o caso, a advogada também os acompanhou até o local.

O estado de saúde, segundo a família da vítima, piorou, já que segundo os médicos informaram, ele ainda corre risco de morrer. “Mesmo tirando 20 centímetros de intestino do meu sobrinho, operando e fazendo o possível, com a pressão do ar, a parede do intestino dele que sobrou ficou muito fininha, e ele ainda corre o risco de morrer, estamos desesperados”, contou o tio do rapaz, indignado.

O jovem trabalhava no lava-jato de propriedade de Thiago no Jardim Morumbi e segundo os autores, tudo não tinha passado de uma brincadeira. “Mas que brincadeira besta essa, que deixou meu sobrinho entre a vida e a morte?”, questiona o tio.

A família está revoltada e clama por justiça. Segundo os familiares, eles estão sofrendo ameaças e inclusive Thiago fez um boletim de ocorrência contra o irmão do adolescente, já que ao ficar sabendo do que havia acontecido, desferiu um golpe de capacete na cabeça dele.

Bastante abalada a mãe do adolescente contou aos prantos, que o filho só queria trabalhar para ajudar em casa. "A saúde dele está oscilando muito, meu filho é um menino muito bom, trabalhador e ele tinha ido se alistar no Exército, e já tinha tido uma brincadeira sem graça do Willian e deram uma massinha para ele comer, eram constantes as brincadeiras sem graça. Eu orientava ele, mas o meu filho tinha gratidão pelo Willian porque ele quem tinha arrumado emprego para ele, os planos eram fazer uma compra grande, para você não precisar comprar mais nada picado", ele me disse assim.

Durante coletiva de imprensa na tarde desta segunda-feira (6) o delegado titular da DPCA (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente) Paulo Sérgio Lauretto ao ser indagado sobre um possível pedido de prisão temporária explicou que para que o pedido seja feito existem alguns requisitos. Tentar atrapalhar as investigações, se aproximar da família de uma forma a coagir as testemunhas ou mesmo colocar em risco a vida de outras pessoas. Nada disso tem acontecido, por isso por enquanto não há previsão de pedido de prisão. “A polícia ainda está se inteirando sobre o caso, mas já concluiu preliminarmente que o jovem já vinha sofrendo bullying no trabalho”, diz Lauretto. Mas o delegado pondera que esta teria sido só mais uma brincadeira de mau gosto aplicada pelos colegas de trabalho da vítima, uma brincadeira onde não previram as consequências.

Revoltados, familiares do adolescente prometem manifestação em frente a DPCA as 15h da próxima sexta-feira (10), o objetivo é clamar por Justiça.


Os nomes e fotos dos suspeitos foram repassados pela família da vítima, uma vez que eles tem medo de que os mesmos possam fugir, já que Thiago seria na verdade de Bela Vista, onde seus pais tem uma pousada e moraria sozinho em Campo Grande. A foto do adolescente no leito hospitalar também foi repassado pela família.






A mãe e o irmão da vítima, e a sogra e cunhado de um dos suspeitos foram ouvidos. Nos próximos dias, segundo o delegado, uma perícia será feita no lava-jato que está fechado desde o ocorrido.

Segundo informações de internautas Thiago já colocou o lava-jato a venda.

Fonte: JD1 Notícias
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Como se preparar para a TV Digital

fevereiro 04, 2017 0


O sinal analógico de televisão será desligado na Grande Goiânia e região. 
Saiba como preparar sua casa para receber o sinal digital.

No dia 31 de maio de 2017, o sinal analógico de televisão será desligado em toda grande Goiânia e região, além de Anápolis, assim como já aconteceu em Brasília e Rio Verde. A programação dos canais abertos será transmitida apenas pelo sinal digital. Para continuar assistindo à programação, todas as residências da região precisam ter uma antena UHF e um aparelho de televisão preparado para receber o sinal digital. “Não basta que a transmissão seja digital”, afirma Rommell Sena, gerente regional da Seja Digital (entidade responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o digital). “Para que todos possam continuar assistindo a programação dos canais abertos, a antena e o televisor precisam ser compatíveis com a tecnologia.”

Saiba se a sua casa já está preparada ou se será necessário providenciar mudanças para continuar assistindo os canais abertos de televisão:

Antena – Nem toda antena consegue captar o sinal digital de televisão. A antena deve ser UHF e a recomendação da Seja Digital é que o modelo seja externo, instalado no telhado da casa.

Televisor –Se o aparelho for uma televisão de tubo, será necessário instalar um conversor de sinal. Se o televisor for de tela fina e não tiver o conversor embutido, também precisará de um conversor de sinal. Para ter certeza se o televisor já tem o conversor embutido, consulte o manual do fabricante.

Seja Digital fará entrega de mais de 260 mil kits gratuitos para a TV digital

As famílias da Grande Goiânia e região inscritas em programas sociais do Governo Federal já podem verificar se estão na lista de beneficiários que receberão um dos mais de 260 mil kits gratuitos com antena UHF, conversor para a TV digital e controle remoto. A população deve acessar o site: sejadigital.com.br/kit ou ligar gratuitamente para o número 147 com o CPF ou NIS (Número de Identificação Social) em mãos. Se o nome estiver na lista, deverá preencher o formulário com dados de contato para que possa receber em primeira mão a informação sobre a abertura do agendamento. Caso não esteja na lista, deve preencher o cadastro para que a Seja Digital entre em contato e dê a orientação necessária sobre como preparar sua residência para receber o sinal digital de TV.

Além de Goiânia, o sinal analógico será desligado em outros 28 municípios do estado: Abadia de Goiás, Abadiânia, Alexânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia, Aragoiânia, Bela Vista de Goiás, Bonfinópolis, Brazabrantes, Caldazinha, Campo Limpo de Goiás, Caturaí, Goianápolis, Goianira, Guapó, Hidrolândia, Inhumas, Itauçu, Leopoldo de Bulhões, Nerópolis, Nova Veneza, Ouro Verde de Goiás, Pirenópolis, Santa Bárbara de Goiás, Santo Antônio de Goiás, Senador Canedo, Teresópolis de Goiás e Trindade.

Seja Digital

A Seja Digital (EAD - Entidade Administradora de Processo de Redistribuição e Digitalização de Canais TV e RTV) é responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal. Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e tem previsão de finalização em 2018, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Escola da Comunidade de Taguatinga está com inscrições abertas para 1200 vagas em cursos

fevereiro 03, 2017 0


São seis cursos: formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros


Com o objetivo de apoiar o trabalho de lideranças comunitárias, a Administração Regional de Taguatinga, tem o programa Escola da Comunidade, um espaço voltado para a promoção de cursos e palestras para zeladores, porteiros, síndicos, prefeitos comunitários e membros de associações de moradores.

A Escola da Comunidade está com inscrições abertas para cursos de formação em cursos de formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros.

Andréa Serra, uma ex-aluna do curso de formação para síndicos, aprovou a iniciativa da escola e hoje usa o que aprendeu na gestão de seu condomínio. “Com as palestras de direito e dos engenheiros pude saber mais sobre legislação e engenharia, o que eu estou aplicando em meu condomínio”.

O administrador de Taguatinga, Ricardo Lustosa Jacobina afirma que a iniciativa é um programa de sucesso da administração de Taguatinga. “A Escola da Comunidade é uma conquista de toda a população, pois sabemos o quanto é difícil e estressante o trabalho comunitário numa sociedade cada vez mais individualista com conflitos permanentes ", avalia o administrador.

Adriana Moura, outra ex-aluna do mesmo curso, decidiu ir além depois das aulas de formação. “Hoje sou síndica de três condomínios e estou muito bem, pois o curso da Escola da Comunidade me ajudou a ter o conhecimento para que eu possa administrar bem esses condomínios”.

Se você está buscando uma vaga no mercado de trabalho ou um novo emprego, que tal fazer um curso da Escola da Comunidade e se preparar para entrar no mercado de trabalho.

As inscrições para os cursos de formação de prefeito comunitário, síndico profissional, direito condominial, engenharia condominial, agente de portaria e primeiros socorros, já podem ser feitas, na ASCOM - Assessoria de Comunicação da Administração de Taguatinga ou pelo link: http://www.taguatinga.df.gov.br/category/servicos/escoladacomunidade/


Equipe ASCOM - Administração Regional de Taguatinga

›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Começam as inscrições para o Concurso Internacional de Redação de Cartas

fevereiro 03, 2017 0


Estão abertas, até o dia 17 de março, as inscrições para o 46° Concurso Internacional de Redação de Cartas, realizado no Brasil pelos Correios. O concurso é promovido em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU) — entidade que reúne os operadores postais de 191 países — com o objetivo de incentivar crianças e adolescentes a expressarem a criatividade e aprimorarem seus conhecimentos linguísticos.

O tema dessa edição é: “Imagine que você é um(a) assessor(a) do novo secretário-geral da ONU – Qual é o problema mundial que você o ajudaria a resolver em primeiro lugar e de que forma você o aconselharia para isso?”.

Redações - Para escrever suas redações, os estudantes podem buscar inspiração nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, material que pode ser acessado por meio do endereço: https://www.unicef.org/agenda2030/files/TWWW_A4_Single_Page_LowRes_Spanish.pdf.

As redações devem ser em formato de carta, escritas a mão, usando caneta esferográfica preta ou azul, contendo no máximo 900 palavras. O estudante interessado em participar deve passar por uma seleção prévia em sua escola. Cada escola pode inscrever no máximo duas redações.

Prêmios – Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro. O vencedor da fase nacional, além de troféu e R$ 5 mil, representará o Brasil na etapa internacional. A escola receberá o valor de R$ 10 mil.

Em 2016, o concurso teve a participação de mais de quatro mil escolas públicas e particulares em todo o Brasil. Laryssa da Silva Pinto, moradora de Porto de Trombetas, no Pará, foi a vencedora nacional e ficou com menção honrosa na fase internacional. O Brasil é o segundo país em número de vitórias no concurso, com três medalhas de ouro, atrás apenas da China, com cinco.

Goiás – Um estudante goiano também apareceu em posição de destaque no resultado nacional do ano passado. A redação de Lucas Bueno Teixeira, 15 anos, conquistou o segundo lugar. Ele cursa o Ensino Médio no Educandário Nascentes do Araguaia, em Mineiros – GO. O estado de Goiás também já recebeu o prêmio máximo do concurso, com a estudante Laura de Paula Silva, de Goiânia, que venceu a etapa internacional em 2006.

O regulamento completo do Concurso Internacional de Redação de Cartas está disponível no site dos Correios, no endereço: http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas.

Assessoria de Comunicação dos Correios em Goiás
ascom.go@correios.com.br
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››

Senador Canedo: Novas moradias e escrituras

fevereiro 01, 2017 0

Divino Lemes e Luiz Stival
Em visita a Senador Canedo no final da semana passada, o presidente da Agência Goiana de Habitação (Agehab), Luiz Stival, encontrou-se hoje com o prefeito Divino Lemes e também esteve na área onde serão construídas 50 unidades habitacionais, autorizadas pelo governador Marconi Perillo. O investimento em Cheque Mais Moradia será de R$ 20 mil por unidade habitacional, totalizando R$ 1 milhão.
Celismar Lima e Luiz Stival - Fotos: Sérgio Willian
Acompanhado do secretário de Planejamento, Celismar Lima, Luiz Stival conheceu a área de 33 mil metros quadrados destinada à construção de 50 casas para famílias que passaram pelo processo de desocupação de uma área no município. Localizada no Jardim do Lago, nas proximidades de um parque de mesmo nome, a área conta com toda infraestrutura: rede de esgoto, asfalto e energia.

Na reunião com o prefeito Divino Lemes, Stival falou sobre o planejamento habitacional que a Agehab está realizando para atendimento às demandas dos municípios, em parceria com a Caixa Econômica Federal. O governador Marconi Perillo já anunciou a contratação e construção de 30 mil unidades habitacionais para os próximos dois anos. “Estamos trabalhando para o cumprimento dessa meta, que é uma das prioridades estabelecidas pelo governador Marconi. Vamos iniciar uma série de reuniões com os prefeitos para fechar as parcerias para construção nos municípios. As prefeituras precisam apresentar as áreas regularizadas”, salientou o presidente da Agehab. Além da construção das 50 moradias programadas para este primeiro semestre, a Agehab deverá atuar em parceria com a prefeitura de Senador Canedo na construção de mais unidades habitacionais. O prefeito manifestou intenção de construir apartamentos, que exige menos área e aumenta o potencial de atendimento às famílias.

A Agehab atua ainda em Senador Canedo com o programa Casa Legal – Sua Escritura na Mão. Já foram entregues escrituras registradas em cartório, gratuitamente, para 648 famílias dos bairros Morada do Morro, Uirapuru e Jardim das Oliveiras I e II. Outras 1.150 escrituras estão em cartório para registro: 549 do Residencial Valéria Perillo, 406 do Jardim das Oliveiras I e 195 do Jardim das Oliveiras II. A Agehab vai realizar este ano novo cadastramento de imóveis no município, o que deverá beneficiar no programa de regularização mais 1,3 mil famílias. Também cerca de 1,5 mil famílias do município já foi beneficiada pelo Governo de Goiás com reforma de moradias precárias. O presidente Luiz Stival conversou ainda com moradores do Conjunto Sabiá e fez esclarecimentos sobre a regularização fundiária do bairro, que também entra no cronograma deste ano.

Agehab ASCOM
›› CLIQUE AQUI PARA ACESSAR A POSTAGEM COMPLETA ››