Consumimos conscientemente ou pelo impulso do consumismo?

20.6.17

O QUE SIGNIFICA CONSUMIR?

Ao consumir algo desejamos bom atendimento, produto de qualidade e segurança para a compra. Mas, para todo o processo existir, um universo de condições que influenciam nossa compra é definido pelo nosso comportamento ao consumir.

E o que significa consumir? Um estudo de como, quando e porquê as pessoas decidem comprar é feito para determinar as personas, e assim, marcas e produtos chegam até você porque combinaram elementos da psicologia, sociologia, economia e antropologia social ao tentar compreender o processo de tomada de decisão do comprador.

O que leva esses estudos ao sucesso são as nossas características culturais, demográficas e sociais, e estabelecer um padrão que indique o desejo por algo que está à venda.

Não precisa ser de nenhuma etnia indígena para participar de tribos, cara pálida. A cultura é um fator tão forte e tão estudado para nos compreender, que acaba por moldar nosso comportamento também em ambiente de consumo.

A cultura tradicional, a midiática e a digital nos influenciam o tempo todo ao consumir. Ela tenta avaliar a influência sobre o consumidor de grupos, como a família, amigos, grupos de referência e a sociedade em geral.

Outro fator importante é a classe social. Por mais que a grana impacte no desejo de consumo, o que mais importa quando falamos de dinheiro é a comunicação correta. Saiba que não é preciso ser tão abastado para consumir um produto ou serviço oferecido às classes mais altas.

Hoje, ao consumir, os influenciadores têm papel importantíssimo na nossa decisão de compra. Ah!! E quando falamos deles, logo vem a celebridade do Youtube, certo? Errado. Influenciador, hoje em dia, é cada vez mais o amigo do grupo de whats, as plataformas colaborativas e sua família.

Nos convencer a consumir, atualmente, não é tarefa fácil, e quanto mais próximos estivermos, maior é a chance de sermos influenciados pelo colega do trabalho.

A idade é marcante quando um grupo de pessoas propensas a consumir é foco de estudo. E é separando por idade e estágio de vida que determina-se as exigências de cada geração.

Não é possível oferecer um produto destinado aos baby boomers (1946 a 1965) da mesma forma que para a geração Z (1990-2010). Ou nunca percebeu que o único idoso que aparece nas propagandas da Cola-Cola é o Papai Noel?

O estilo de vida também é algo relevante, afinal, é ele que define o comportamento do consumidor ao iniciar o processo de consumo. Quer ver? Quantas vezes comprou uma roupa nova por causa das blogueiras de moda? Ou investiu tempo num livro por causa da indicação de um palestrante? Ou mesmo resolveu que ia se matricular na academia por causa da geração fitness?

Isso tudo é estabelecido pelo estilo de vida, que diz muito sobre nós mesmos. Já que hoje temos menos posses, mas consumimos mais que nossos pais, apenas por que Life Style importa mais que cultura, classe social e poder aquisitivo.

Em tempos de consumo guiados pela experiência do consumidor, tudo é relevante para entender por quê consumimos conscientemente ou somos levados pelo impulso do consumismo.

Agora, quando desejar comprar algo, já sabe que, por trás daquela propaganda tem muita gente estudando suas ações e reações, em busca de captar sua intensão, para então, consumir.

Por: Maria Augusta Ribeiro. Profissional da informação, especialista em Netnografia
______

Blog O Centroeste
ENVIE SUA SUGESTÃO DE PAUTA OU DENÚNCIA: faustocm28@gmail.com

Trabalhamos com Assessoria Comunicação, Cobertura Fotográfica & Jornalística
Publicamos Editais, Editoriais, Publieditoriais, artigos e notas
http://www.ocentroeste.com.br/p/contato_4.html

Inscreva-se em nosso canal:


TWITTER

Curta a FanPage

Postagens

Anterior
« Anterior
Próxima
Próxima »

Comente com o Facebook: