Santa Helena tem 2 aeroportos mas nenhum funciona

28.1.13
Com pouco mais de 36 mil habitantes, a cidade de Santa Helena de Goiás, no sudoeste do estado, tem dois aeroportos, mas nenhum deles está funcionado. O terminal mais novo foi inaugurado há mais de dois anos, mas até agora nenhuma aeronave pousou no local. A obra custou R$ 6,5 milhões aos cofres do governo estadual. Mesmo sem ser utilizado, o prédio já começa a mostrar problemas na estrutura. Bem mais antigo, o Aeroporto Municipal José de Assis, existe há 30 anos, mas está interditado.

A Agência Nacional de Aviação Civil informou que não há confirmação de que as obras do novo aeroporto de Santa Helena de Goiás foram finalizadas. Segundo a assessoria da Agência Goiana de Transporte e Obras (Agetop), o aeroporto está fechado porque o processo de desapropriação da área ainda não foi concluído. A agência afirmou ainda que está em fase de negociação com os donos do terreno.

O Aeroporto de Santa Helena de Goiás ainda não foi usado, mas já apresenta problemas.  Parte do forro do telhado despencou e a luminária ameaça cair. A falta de manutenção também fez com que rachaduras aparecessem. Além disso, a pintura começou a descascar.

Desde que a obra foi inaugurada, em novembro de 2010, o único movimento é o de dois funcionários da Agetop. Eles trabalham no aeroporto para evitar a ação de vândalos.

O terminal tem toda a estrutura necessária para  funcionar. Há área para recepção, alimentação e para a parte operacional. Inclusive, a pista foi projetada para receber voos noturnos, com iluminação adequada.

O Aeroporto Municipal José de Assis, construído há mais de 30 anos, está interditado para pousos e decolagens. Segundo um piloto da região, que não quis se identificar, o aeródromo está fechado devido ao risco de operações aéreas, pois foram construídas antenas e um armazém no final da pista. “A situação está difícil, pois precisamos de um aeroporto. Ao fazer o plano de voo, geralmente colocamos como destino o aeroporto de Rio Verde, mas pousamos em Santa Helena", revela.

De acordo com a prefeitura de Santa Helena, a área de 220 mil metros quadrados do antigo terminal foi doada para a construção de casas populares.


Fausto Costa

Postagens

Anterior
« Anterior
Próxima
Próxima »

Comente com o Facebook: